Primeiro passo: Consiga um carimbo.

Ordem do cultivo:​

  1. Hidratação de esporos
  2. Preparação do substrato
  3. Inoculação
  4. Incubação
  5. Preparação do bulk
  6. Incubação do bulk
  7. Frutificação.

Material:


Seringa de 10 ml (com agulha). 0,70 R$

Água destilada 10 ml (farmácias). 0,30 R$

Milho de pipoca. 1,50 R$

Álcool. Tens em casa.

Potes de vidro. Tens em casa.

Papel alumínio. Tens em casa.

Bosta de vaca (seca). De graça no pasto.

Balde. 5,00 R$

Termômetro culinário. 20,00 R$

Lã Acrílica. 3,00 R$

Total: 30,50 R$

Hidratação dos esporos:


Trabalhe rápido e de forma mais asséptica possível, para evitar contaminação.

Uma pia lisa e bem desinfetada com lysol ou similar, sem corrente de ar, é ideal.

Ferva água por dez minutos. Ainda “fervendo” use-a para esterilizar o copo de cachaça, um copo maior e a seringa/agulha. Sugue a água e ejete por três vezes, deixando, na terceira vez, a água dentro da seringa por dois minutos e também no copo de cachaça. Você poderá usar o copo maior para cobrir o copo de cachaça, evitando contaminantes. Retire a água quente do copinho de cachaça e da seringa, Coloque a água destilada no copo de cachaça.

Abra o carimbo e raspe (com a agulha) parte (¼) dos esporos no copo de cachaça. Sugue a mistura com a seringa, injete de volta e sugue novamente, coloque a proteção da agulha e embrulhe em um papel alumínio desinfetado com álcool.


Guardar na gaveta da geladeira próxima ao congelador (hidratação). Deixe por, no mínimo, um dia antes de inocular. Carimbos velhos precisam de 7 dias de hidratação.

63.jpg

Preparação do substrato:


1º morte aos micros Ferva o milho por 10 minutos, desligue o fogo e deixe 24 horas de repouso, panela fechada.

2º morte aos micros que eclodiram dos esporos Aqueça até ferver, desligue o fogo e deixe 24 horas de repouso.
3º morte aos remanescentes. Aqueça até ferver, desligue o fogo e espere esfriar. Passe para o escorredor e cubra com um prato, deixando-o na geladeira frost (não no freezer) por 24 horas. A geladeira serve para secar o grão.

4º esterilização (morte a todos micros presentes) Distribua o milho BEM SECO (em toalha) nos potes.

Para fazer a tampa, costumamos cortar três cubos de papel alumínio, 2 folhas para a tampa que será permanente e 1 para ser retirada no momento da inoculação e recolocada rapidamente logo após o ato ser consumado, junto com o esparadrapo. Faz-se um pequeno furo nas duas tampas de alumínio, para que o vapor possa sair. A terceira tampa fica semi-aberta, sem furo. Então esterilize por 90 minutos em panela de pressão, fogo baixo.

Deixe a panela esfriar até a temperatura ambiente ainda fechada.

Sem título.png

Inoculação:


Limpe a panela, externamente, com solução de água sanitária diluída e pano fino. Abra a panela retire o pote, limpe-o com álcool e passe para a área de trabalho, previamente desinfetada.

Retire a primeira tampa de papel alumínio do pote e reserve. Após retirar a seringa com esporos do papel alumínio, passe álcool em toda ela e faça furos no papel alumínio do pote, injetando cerca de 0,5 ml da solução. Cubra os potes com a tampa de papel alumínio retirada e passe fita adesiva em volta.

É muito difícil entrar contaminantes pelos furos de inoculação.


57.jpg 58.jpg

Incubação:


Deixe os potes em caixas de sapato até ficarem 100% colonizados pelo fungo.

9.JPG

Preparação do Bulk:


Não se deve esterilizar um substrato bulk, pois a contaminação será certa. Quando você pasteuriza substratos a 60-80°C, alguns microorganismos benéficos, principalmente bactérias, permanecem vivos e habitam o substrato, "protegendo-o" de outros microorganismos mais agressivos. Esta é a razão pela qual você pode inocular substratos bulk com spawn em lugares abertos, sem se preocupar com cuidados especiais de esterilização e também manter o cultivo dessa forma.
Uma proporção de 1 de Spawn (milho colonizado) para 3 de bulk é suficiente.

Coloque o estrume em uma panela pequena e umedeça (espremendo, apenas algumas gotas devem cair). Coloque esta panela dentro de outra maior, com água, para o banho maria e o termômetro no substrato (esterco). Quando atingir 75°, deixe por duas horas à temperatura entre 76°C e 80°C, desligando e ligando o fogo, de acordo com o termômetro.

Limpe o balde com água sanitária diluída (1 colher para um copo de água), jogue o substrato bulk dentro e misture com o Spawn. Limpe a lateral do balde com papel toalha e álcool.


Faça 3 ou 4 furos equidistantes um pouco acima do nível de substrato e tape com lã acrílica limpa em álcool (escorra bem o álcool antes).

Tampe o balde com uma sacola grande de supermercado.

Essas fotos são de uma bacia, mas é o mesmo procedimento para o seu balde.

14.JPG 15.JPG 22.JPG

Incubação do bulk:


Deixe o balde colonizar em local escuro e um pouco quente (26°).

Frutificação:


Depois de totalmente tomado pelo micélio, é hora de frutificar. Você deve:
  1. Fornecer luz ao micélio;
  2. Abaixar um pouco a temperatura;
  3. Aumentar a quantidade de oxigênio no interior do balde (para isto, faça movimentos idênticos ao do nosso diafragma com a sacola que cobre o balde, de 8 em 8 horas).
Lá pelo décimo dia de frutificação, observarás primórdias surgindo pelo bulk.


SAM_1326.JPG BULK BALDE.JPG

Take it easy!