Teonanacatl

Aqui discutimos micologia amadora e enteogenia.

Cadastre-se para virar um membro da comunidade! Após seu cadastro, você poderá participar deste site adicionando seus próprios tópicos e postagens.

De: A batalha dos fungos

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
fala pessoal!

tb pesquisei no forum já, fui na biblioteca e quem puder ajudar pra falar se é Cobweb. Tirei essas duas fotos hoje, engraçado é que um dos potes de painço que esterilizou junto com esse está saudável e esse parece ter o contaminante. Porém como eu tô anotando as seringas que tô inoculando cada grão, eu observei que os potes foram inoculados com seringas de esporos diferentes, o que pode explicar né? Ou nao? Alguma sugestao @TupacWari ?

abraços!
 

Anexos

  • 8C1F7839-B717-4162-9AA3-458856221723.jpeg
    8C1F7839-B717-4162-9AA3-458856221723.jpeg
    881.4 KB · Visualizações: 18
  • 8E4D2224-73A4-45AC-B2E3-CD39B12457A0.jpeg
    8E4D2224-73A4-45AC-B2E3-CD39B12457A0.jpeg
    963.3 KB · Visualizações: 18
  • 083B1243-33BD-4AF3-AB3A-5200B7E98F5B.jpeg
    083B1243-33BD-4AF3-AB3A-5200B7E98F5B.jpeg
    913.5 KB · Visualizações: 15

TupacWari

Hifa
Cadastrado
11/02/2020
Mensagens
250
Soluções
3
Reputação
4
Pontos de reações
681
Pontos
6
fala pessoal!

tb pesquisei no forum já, fui na biblioteca e quem puder ajudar pra falar se é Cobweb. Tirei essas duas fotos hoje, engraçado é que um dos potes de painço que esterilizou junto com esse está saudável e esse parece ter o contaminante. Porém como eu tô anotando as seringas que tô inoculando cada grão, eu observei que os potes foram inoculados com seringas de esporos diferentes, o que pode explicar né? Ou nao? Alguma sugestao @TupacWari ?

abraços!
E ae Cogex, blz? O micélio de cubensis costuma ter a aparência com hifas bem definidas e colonizam primeiramente o substrato, sobem nas paredes quando estão bem saudáveis e à busca de mais nutrientes. Faz tempo que inoculou?
Realmente parece ser outro fungo, mas não necessariamente cobweb.

Eu acho importante identificar os potes de substrato com a seringa que usou para inocular, como você fez. Fica mais fácil de identificar a origem de contaminações.
 
Upvote 0

Texugo

.
Membro da Staff
Cultivador Confiável
Cadastrado
02/05/2019
Mensagens
845
Soluções
6
Reputação
7
Pontos de reações
3,049
Pontos
8
Isso é milho, né?

A preparação de milho é muito mais complexa do que painço ou outros grãos.

Também parece que está muito seco, até por o contaminante germinar no topo do copo.
 
Upvote 0

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
E ae Cogex, blz? O micélio de cubensis costuma ter a aparência com hifas bem definidas e colonizam primeiramente o substrato, sobem nas paredes quando estão bem saudáveis e à busca de mais nutrientes. Faz tempo que inoculou?
Realmente parece ser outro fungo, mas não necessariamente cobweb.

Eu acho importante identificar os potes de substrato com a seringa que usou para inocular, como você fez. Fica mais fácil de identificar a origem de contaminações.

E ai beleza @TupacWari , tudo certo?

Entendi cara.. Eu inoculei deve ter uns 8 dias já. O que me dá mais certeza que é contaminante é o fato de o outro pote que foi inoculado com outra seringa, estar super saudável com um crescimento de micélio muito da hora, bem rápido inclusive. E esse ai rolou esse fungo diferente da foto.

Isso foi estranho sim, porque só deu no topo do substrato, o que quase me dá a certeza de ser um contaminante, mesmo que não seja Cobweb. Eu vou ver os outros potes que também estão com esporos dessa mesma seringa pra saber se está "dando ruim" também.

Valeeuu bro!
 
Upvote 0

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
Isso é milho, né?

A preparação de milho é muito mais complexa do que painço ou outros grãos.

Também parece que está muito seco, até por o contaminante germinar no topo do copo.
Fala @Texugo ..


Isso é painço mesmo cara (comprei em lojas que vendem alimentos para pássaros), na foto não dá pra ter muita ideia da proporção do tamanho do grão, mas eles são bem pequenos comparados ao milho. Na real eu tenho usado milho de canjica tb que não requer aquela tindalização e todo o processo de limpeza mais especial né..

Soh, entendi. Eu não sei se está realmente seco porque o outro pote está indo muito bem no processo, micélio saudável, colonização rápida.. os dois foram feitos da mesma forma, mesma panela de pressão e etc.. somente seringas diferentes.

Valeu mano
 
Upvote 0

Texugo

.
Membro da Staff
Cultivador Confiável
Cadastrado
02/05/2019
Mensagens
845
Soluções
6
Reputação
7
Pontos de reações
3,049
Pontos
8
Fala @Texugo ..


Isso é painço mesmo cara (comprei em lojas que vendem alimentos para pássaros), na foto não dá pra ter muita ideia da proporção do tamanho do grão, mas eles são bem pequenos comparados ao milho. Na real eu tenho usado milho de canjica tb que não requer aquela tindalização e todo o processo de limpeza mais especial né..

Soh, entendi. Eu não sei se está realmente seco porque o outro pote está indo muito bem no processo, micélio saudável, colonização rápida.. os dois foram feitos da mesma forma, mesma panela de pressão e etc.. somente seringas diferentes.

Valeu mano

Milhete.

E como fez a preparação?
 
Upvote 0

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
Milhete.

E como fez a preparação?
Coloquei em uma peneira grande que tenho, dei vários enxágues, tirando qualquer sujeira, coloquei um pouco de detergente e fiz novamente vários enxágues.

Depois deixei de molho em uma bacia por 24 horas, e coloquei-os novamente na peneira e fiz mais enxágues.

Depois envasei nos potes, deixei na pressão durante 1h45min, esperei esfriar para inocular e pronto.
 
Upvote 0

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
E ai pessoal, tranquilo?

Fiz um g2g recentemente. Eu peguei 2 potes de canjica colonizados totalmente e fiz 10 potes menores, também de canjica. Fiz tudo dentro de uma SAB seguindo os passos sugeridos por uma pessoa no shroomery que parece ser eficaz. Desses 10 potes, 4 deles estão contaminados por alguma bactéria ou fungo que desconheço. Com relação aos outros 6, 3 deles já estão 90% colonizados e os outros 3 estão tipo 70%.. todos eles parecem saudáveis a principio.

Estou postando algumas fotos aqui para ver se alguém consegue me dar uma ideia do tipo de contaminante que está se desenvolvendo e possíveis sugestões de onde ele pode ter vindo, visto que tenho outros potes saudáveis que foram feitos juntos no mesmo processo. O único detalhe é que eu inoculei 10 potes de grãos a partir de 2 potes totalmente colonizados. Eu dei mole foi não ter marcado os potes de g2g com algum símbolo representando os dois potes de spawn.

Se puderem dar uma ajuda, mto obrigado! abraço

alguma ideia @TupacWari @Texugo ?
 

Anexos

  • IMG_4449.jpg
    IMG_4449.jpg
    1.4 MB · Visualizações: 6
  • IMG_4450.jpg
    IMG_4450.jpg
    2 MB · Visualizações: 6
  • IMG_4451.jpg
    IMG_4451.jpg
    1.6 MB · Visualizações: 4
  • IMG_4452.jpg
    IMG_4452.jpg
    1.5 MB · Visualizações: 6
Upvote 0

TupacWari

Hifa
Cadastrado
11/02/2020
Mensagens
250
Soluções
3
Reputação
4
Pontos de reações
681
Pontos
6
Não saberia dizer qual contaminante é esse.
Na minha opinião, melhor do que tentar descobrir o tipo de contaminante, é repassar todo o processo e tentar descobrir se tem algo que esteja sendo feito forma inadequada.
Mas muito legal que conseguiu sucesso em mais da metade dos potes!
 
Upvote 0

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
Não saberia dizer qual contaminante é esse.
Na minha opinião, melhor do que tentar descobrir o tipo de contaminante, é repassar todo o processo e tentar descobrir se tem algo que esteja sendo feito forma inadequada.
Mas muito legal que conseguiu sucesso em mais da metade dos potes!
Fala @TupacWari

Agora que me liguei que vc respondeu, eu entrei no fórum mas não apareceu a notificação rsrs.. entendi mano, eu esperei ele desenvolver um pouco e descobri que era trichoderma..

Pode ser que um dos potes que eu fiz g2g estava com alguma contaminação que eu não enxerguei antes de fazer o processo. Pois é, consegui salvar metade, vejo como um avanço hehe.

Valeu!! Vc já lidou com a situação de ter uma marmita com um pequenooo lugarzinho contaminado com trichoderma e o resto do substrato saudável? Sabe se é válido tentar salvar ou é tiro no pé? Li no shroomery que peróxido de hidrogênio não mata Trich. Tem a manha?

Abraçoo
 
Upvote 0

TupacWari

Hifa
Cadastrado
11/02/2020
Mensagens
250
Soluções
3
Reputação
4
Pontos de reações
681
Pontos
6
Valeu!! Vc já lidou com a situação de ter uma marmita com um pequenooo lugarzinho contaminado com trichoderma e o resto do substrato saudável? Sabe se é válido tentar salvar ou é tiro no pé? Li no shroomery que peróxido de hidrogênio não mata Trich. Tem a manha?
E ae Cogex, blz?

Então, o grande problema da contaminação por trichoderma, é que é difícil sua detecção antes que seja tarde, pois depois que fica verde, significa que já liberou seus esporos e esses rapidamente já se espalharam no ambiente. Aliás, o trichoderma está presente em todos os lugares o tempo inteiro, mas se desenvolve melhor em ambientes favoráveis (ele é muito resistente).

1626546278855.png

Quando você enxergar essas bolinhas brancas, antes de ficarem verdes, remova seu bolo do terrário (caso tenha mais de um) e faça uma "cirurgia" para remover essa área, sempre com utensílios higienizados com álcool 70. Cuidado com a contaminação cruzada, ou seja, a cada corte, higienize a lâmina para evitar que o fungo se espalhe.

Depois, resta observar e identificar qualquer outro foco. Bolos saudáveis são menos propensos à contaminações.

Se esse problema for crônico, é importante manter a limpeza do ambiente. Use uma solução de hipoclorito (água sanitária), a 20% (10% resolve, mas uso 20%), com um pano limpo, umedeça na solução e limpe o chão e as paredes (paredes primeiro), passe duas vezes, lavando o pano no meio tempo. Higienize as superfícies com a mesma solução.

Se você tem plantas em casa, procure mantê-las longe do cultivo, pois como o trichoderma, assim como diversas outras espécies de fungos, tem uma relação simbiótica (ou semi-simbiótica) com as plantas, há grande acúmulo nesses locais.

Eu gosto de fazer o roll com vermiculita misturada com uma colher de chá (1 a 2g) de carbonato de cálcio (pó de concha, etc..) ou hidróxido de cálcio (cal hidratada) o ph levemente alcalino (por volta de 8) na superfície ajuda na proteção contra alguns contaminantes e favorece o desenvolvimento dos frutos. Aliás isso é obrigatório fazer quando tentar combater cobweb ou similares, ao borrifar peróxido diretamente no bolo, pois afeta diretamente a qualidade da frutificação.

Na água do terrário, dou uma esguichada de peróxido mesmo, para que bactérias não se desenvolvam.
Sempre higienize o terrário a cada flush, enquanto os bolos estiverem no dunk frio.
(eu não gosto de usar água sanitária para higienização dos componentes do terrário, em razão da toxicidade)

Terrários extremamente úmidos e mal arejados, tendem a favorecer o desenvolvimento de competidores, principalmente nas temperaturas acima de 25ºC.

Aqui no fórum você vai encontrar vasto material e discussões sobre o trichoderma e outros, dá uma boa pesquisada que aprenderá muito a respeito.

Abraço
 
Upvote 0

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
Aqui no fórum você vai encontrar vasto material e discussões sobre o trichoderma e outros, dá uma boa pesquisada que aprenderá muito a respeito.
Eu já dei uma pesquisada sobre esse fungo aqui no fórum, mas não o tanto que precisava. Muito obrigado pela excelente explicação @TupacWari !

Com certeza vou dar uma geral no quarto para evitar isto.


Então, o grande problema da contaminação por trichoderma, é que é difícil sua detecção antes que seja tarde, pois depois que fica verde, significa que já liberou seus esporos e esses rapidamente já se espalharam no ambiente. Aliás, o trichoderma está presente em todos os lugares o tempo inteiro, mas se desenvolve melhor em ambientes favoráveis (ele é muito resistente).
Realmente, identificar essas bolinhas antes de elas esporularem é complicado viu.


Quando você enxergar essas bolinhas brancas, antes de ficarem verdes, remova seu bolo do terrário (caso tenha mais de um) e faça uma "cirurgia" para remover essa área, sempre com utensílios higienizados com álcool 70. Cuidado com a contaminação cruzada, ou seja, a cada corte, higienize a lâmina para evitar que o fungo se espalhe.

No caso meu fica mais difícil porque eu uso marmitas em que coloco o spawn + vermiculita e fibra de coco com uma camada casing, então eu acabei jogando fora hoje a tarde toda a marmita.


Se esse problema for crônico, é importante manter a limpeza do ambiente. Use uma solução de hipoclorito (água sanitária), a 20% (10% resolve, mas uso 20%), com um pano limpo, umedeça na solução e limpe o chão e as paredes (paredes primeiro), passe duas vezes, lavando o pano no meio tempo. Higienize as superfícies com a mesma solução.

Uma pergunta: isso não tira tinta da parede ? Eu penso que sim porque um dia desses eu coloquei álcool em um pano e depois passei na parece pra ajudar a remover uma sujeira, e ela perdeu a tinta no lugar que fiz isso kk..


Eu gosto de fazer o roll com vermiculita misturada com uma colher de chá (1 a 2g) de carbonato de cálcio (pó de concha, etc..) ou hidróxido de cálcio (cal hidratada) o ph levemente alcalino (por volta de 8) na superfície ajuda na proteção contra alguns contaminantes e favorece o desenvolvimento dos frutos. Aliás isso é obrigatório fazer quando tentar combater cobweb ou similares, ao borrifar peróxido diretamente no bolo, pois afeta diretamente a qualidade da frutificação.

Pois é, como disse ali eu preparo o substrato de vermiculita + fibra de coco e misturo com o spawn. Depois eu só faço uma camada de casing de 1 cm aproximadamente para ajudar no teor de umidade e tb proteger os grãos de ficarem expostos. Quando eu faço o substrato eu adiciono sulfato de cálcio numa proporção de 5% do peso do substrato seco (sem colocar água ainda), e misturo bem para ele ficar bem distribuído.


Na água do terrário, dou uma esguichada de peróxido mesmo, para que bactérias não se desenvolvam.
Sempre higienize o terrário a cada flush, enquanto os bolos estiverem no dunk frio.


Eu tb fiz isso no meu, coloquei água oxigenada na água que é adicionada à argila expandida. Tô vendo é como vou fazer esse dunk levando em consideração que uso marmitas, estou pensando na melhor forma ainda já que são blocos maiores.

Terrários extremamente úmidos e mal arejados, tendem a favorecer o desenvolvimento de competidores, principalmente nas temperaturas acima de 25ºC.

Perfeito, anotado a dica aqui! O meu forma gotas até no interior da tampa do terrário (uso caixa plástica comum), isso é um indício de excesso de umidade? Eu creio que sim. E acontece isso pois assim que coloco as marmitas pra colonizar o substrato, eu não uso o micropore logo de cara, eu uso fita adesiva normal que não permite troca gasosa, já que entendo que assim favorece à colonização do substrato mais rápido pois o micélio gosta de CO2, o problema é isso em excesso.. no meu caso a troca gasosa é feita pelas frestas da caixa plástica, saca?


Ou demorou, muito obrigado pelas dicas! Se puder dar uma dica só nessas questões que eu te perguntei sobre usar o pano úmido na parede, o dunk de marmita, e as gotas que ficam na tampa do terrário (se é umidade em excesso). Abração
 
Upvote 0

TupacWari

Hifa
Cadastrado
11/02/2020
Mensagens
250
Soluções
3
Reputação
4
Pontos de reações
681
Pontos
6
Uma pergunta: isso não tira tinta da parede ? Eu penso que sim porque um dia desses eu coloquei álcool em um pano e depois passei na parece pra ajudar a remover uma sujeira, e ela perdeu a tinta no lugar que fiz isso kk..
Se for parede revestida com azulejo, melhor. Se for pintada, a recomendação é pano úmido com um pouco de sabão neutro (isso se o problema de contaminação for crônico). Se tivesse usando um quarto, muito úmido com paredes emboloradas por infiltração, ficaria mais difícil. Ainda, se os bolos estiverem saudáveis dentro do terrário, é mais difícil contaminar, pelo menos nos primeiros flushes.

O dunk do bolo da marmita pode ser feito em um recipiente maior, que caiba o bloco.

E durante a incubação, realmente o micélio suporta níveis mais altos de CO2, mas totalmente fechado/vedado também pode atrasar a colonização. Não precisa manter em local úmido. Apenas a umidade do próprio substrato é suficiente (se fez na proporção correta).

Na frutificação não precisa deixar úmido a ponto de escorrer nas paredes ou gotejar na tampa, isso é sinal de muita umidade sim, o que não é ideal. Caso aconteça, aumente os furos, ou troque o material usado para tampar ou furos (gosto de perlon), ou aumente a frequência de troca gasosa.
 
Upvote 0

Cogex

Esporo
Cadastrado
20/09/2020
Mensagens
34
Reputação
0
Pontos de reações
12
Pontos
4
Se for parede revestida com azulejo, melhor. Se for pintada, a recomendação é pano úmido com um pouco de sabão neutro (isso se o problema de contaminação for crônico). Se tivesse usando um quarto, muito úmido com paredes emboloradas por infiltração, ficaria mais difícil. Ainda, se os bolos estiverem saudáveis dentro do terrário, é mais difícil contaminar, pelo menos nos primeiros flushes.

O dunk do bolo da marmita pode ser feito em um recipiente maior, que caiba o bloco.

E durante a incubação, realmente o micélio suporta níveis mais altos de CO2, mas totalmente fechado/vedado também pode atrasar a colonização. Não precisa manter em local úmido. Apenas a umidade do próprio substrato é suficiente (se fez na proporção correta).

Na frutificação não precisa deixar úmido a ponto de escorrer nas paredes ou gotejar na tampa, isso é sinal de muita umidade sim, o que não é ideal. Caso aconteça, aumente os furos, ou troque o material usado para tampar ou furos (gosto de perlon), ou aumente a frequência de troca gasosa.

Entendi @TupacWari .. vou nessa do pano úmido com detergente. Não tá crônico mas vale a pena dar uma atenção extra nessa limpeza do quarto. Vou usar alguma caixa maior pra fazer o dunk.

Sim, a capacidade de campo já é o suficiente pro micélio colonizar.

Vou aumentar a troca gasosa .. mto obrigado!
 
Upvote 0
Top