Teonanacatl.org

Aqui discutimos micologia amadora e enteogenia.

Cadastre-se para virar um membro da comunidade! Após seu cadastro, você poderá participar deste site adicionando seus próprios tópicos e postagens.

  • Por favor, leia com atenção as Regras e o Termo de Responsabilidade do Fórum. Ambos lhe ajudarão a entender o que esperamos em termos de conduta no Fórum e também o posicionamento legal do mesmo.

The OA

Seriado details

The OA é uma série criada, dirigida e atuada pela Brit Marling, que já é conhecida por outras obras que igualmente abordam a temática de "crença x ciência" de maneira harmônica e fugindo do clichê maniqueísta.
A série começa apresentando a protagonista que, após desaparecer por 7 anos, reaparece bastante desorientada em uma ponte. O problema é que, quando desapareceu, ela era cega e agora enxerga perfeitamente. Dessa forma a série explora tudo que foi decorrido ao longo desses 7 anos em uma jornada através do mundo e da alma.

Eu não quero me arriscar a falar muito dessa série por medo de spoilers, mas ela é magnifica na sua proposta de explicar como tudo sempre possui diversos pontos de vista e mostrar se existe ou não algo "certo" e "decisivo".

Infelizmente a série foi cancelada antes de uma terceira temporada, e ninguém sabe o motivo disso pois a série teve uma crítica excelente, mas existem rumores que talvez ela possa voltar de maneira independente da netflix. E mesmo só com essas duas temporadas, eu não tenho como recomendar mais ela para qualquer pessoa que queria se abrir um pouco mais para as possibilidades que os diversos caminhos da existência podem oferecer :)

Fiquem com o trailer e um forte abraço! 🍃

Avaliações recentes

Prós
  • Intensa
  • Reveladora
  • Linha temporal bem organizada (mesmo dentro dos constantes flashbacks)
  • Simbólica, muito simbólica
  • Personagens profundos o suficiente
  • Episódios longos e ricos em desenvoltura
Contras
  • 🦄
Ótima pegada da série, tanto em produção, fora da curva, quanto desenvolvimento da trama, que foi se arquitetando à medida que eram gravados novos episódios(segundo relatos da própria Brie), sem fugir do panorama geral, como jornada dos "heróis".

A primeira parte da série imerge num tenso e vívido relato, de cativeiro à experiências de quase-morte, acompanhado por personagens dados como "escolhidos", o fluxo de acontecimentos na vida de cada um deles, os uniu, sem propósito claro(que só se revela no desfecho da primeira parte), quase um Breakfast Club, mais visceral e engrandecedor das qualidades de cada um(por mais conturbados ou renegados que possam se enxergar). Ao fim dos acontecimentos, tendo o ápice do encontro de todos passado, há a grande união de potenciais baseados em crença individual, num propósito maior, fermentado pela ex-cega, OA. O portal se abre.

Já na segunda parte da série, entra uma miscelania de acontecimentos, com um fluxo espiritual muito acentuado, levando desde um 'Q' investigativo por parte de novos personagens introduzidos, à mediunidade descarada, quando se apresenta o fabuloso SYZYGY(fenômeno astronômico que caracteriza a união de três astros em alinhamento retilíneo no espaço. E também o nome dado a um antigo comércio de esporos, que resultou na propagação de strain com mesmo título .), um clube onde acontecimentos extrafisicos, através de entidades dadas como figuras de poder, se desenrolam para o mais profundo entrar na trama já apresentada pela primeira parte. Toda a questão em volta do que foi o primeiro encontro se desfaz a medida que essa nova realidade apresentada, busca algo muito mais abstrato e elaborado. A série é repleta de eastereggs e pontos chave, mistério e revelações, muito bem escrita e dirigida, a versatilidade de todos personagens surpreende, nada estéticos e em uma temporada já vemos o amadurecer de todos gradativamente... Pontuando especialmente a abordagem de realidades paralelas, dentro dos estigmas de universos espirituais não visíveis e experiências de quase morte(que muitos aqui se submetem ao consagrar medicinas da natureza).
Grako
Grako
Essa parte da Sizígia eu não fazia ideia!! Só conhecia o termo pela psicologia e mitologia mesmo hehe
E sim viu, é uma série extremamente visceral. Uma coisa que eu amo nela é a esfericidade dos personagens... você nunca olha pra um e pensa que ele está totalmente certo ou totalmente errado. E isso se aplica até a própria lógica do mundo em que eles estão inseridos. Foi uma experiência realmente incrível que infelizmente não teve continuação.... mas os outros trabalhos da Brit tão ai e são tão interessantes quanto ^^
Joaolintas
Joaolintas
Eu sou órfão de The OA.

Informação do Seriado

Categoria
Seriados
Added by
Grako
Visualizações
872
Watchers
1
Avaliações
1
Última atualização
Avaliação
5.00 strela(s) 1 avaliações

Mais em Seriados

Mais do(a) Grako

Share this Seriado

Back
Top