? Siga o método PF Tek até ter os bolos 100% colonizados, só depois use esta técnica.

O que é casing?
Leia: Casing

?Materiais:
  • Refratário de vidro/ou plástico
  • Plástico para forno ou plástico PP
  • Quentinhas
  • Bandeja/Pyrex ou algo que seja resistente ao forno
  • Termômetro para carnes ( :!: É muito importante que você verifique que o termômetro é resistente a forno, muitos dos termômetro são feitos para simplesmente verificar a temperatura após a carne estar pronta e não para deixar no forno. A ideia aqui é saber se a temperatura ideal no meio do substrato, para sabermos se o substrato foi pasteurizado por completo :!: )
  • Turfa (musgo, sphagnum, peat moss)
  • Vermiculita
  • Pó de concha (carbonato de cálcio)
  • Luvas de látex
  • Máscara
  • Esterilizante para as mãos
⚠ : Lembre-se de proceder com a maior assepsia possível.

?Procedimentos:

A mistura do Casing

1. Misture ½ parte de vermiculita, ½ de turfa e cerca de 5% de pó de concha (carbonato de cálcio) em uma vasilha, adicione água até ficar úmido, não encharcado.​


Pasteurização

1. Coloque a mistura em um saco de plástico para forno ou plástico PP.​
2. Coloque o termômetro de carne no meio do substrato (não encoste-o até o fundo do plástico) e feche o plástico com o medidor para fora, como na foto abaixo.​
bag_mistura_casing.jpg
3. Coloque o plástico com o substrato encima de uma "bandeja/vasilha/pírex" para evitar que o plástico com o substrato encoste diretamente no forno.​
4. Regule o forno a 100 °C e coloque no forno. Monitore a temperatura até que ela atinja +/- 70 °C.​
5. Quando a temperatura estiver + ou - a 70 °C, abaixe a temperatura do forno para 76 °C e deixe cozinhado por duas horas.​
6. Depois das duas horas, deixe o substrato esfriando dentro do forno até que chegue a temperatura ambiente.​


Expandindo a Colonização (Spawning)

1. Esterilize o ambiente de trabalho e as mãos e ponha as luvas de látex.​
2. Coloque os bolos colonizados dentro de um saco ziplock ou um pírex e quebre-os (com as mãos ou com um garfo/faca esterilizada).​
quebrando-o-bolo.jpg
3. Agora pegue a quentinha, coloque uma camada de + ou - 1 cm da mistura do casing que pasteurizamos acima.​
4. Na segunda camada, coloque os bolos despedaçados e adicione mais uma camada da mistura do casing pasteurizado em cima (aproximadamente 1 cm). Se seu substrato estiver meio seco, regue a ultima camada de casing até ficar úmido, e não encharcado.​
casing3.jpg
5. Cubra a quentinha por completa com papel alumínio e faça vários furos no papel alumínio com um palito de dente (para troca gasosas/oxigenação) e coloque de volta na incubadora (um lugar escuro).​
6. No terceiro dia olhe para ver se surgiu algum crescimento de micélio na camada de cima da mistura do casing. Se sim, ótimo! Deixe por mais dois dias na incubadora.​
Após uns cinco dias, remova o papel alumínio e coloque a quentinha no terrário. Voilá!


(y) Só esperar frutificar! (y)

casing4.jpgcasing5.jpgcasing6.jpg
Fotos de frutificação usando esse método​

⚠ O mesmo procedimento pode ser utilizando usando grãos
Fonte
Técnica traduzida e adaptada: Equipe Teo