Completo Primeiro Cultivo (B+)

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
==================
DIÁRIO DE CULTIVO
==================
Primeiramente venho agradecer a todos que colaboram com o fórum, pois sem ele nunca teria começado essa empreitada. Aquele comentário que você fez em um post para ajudar a sanar a dúvida de outro membro pode ajudar outros membros que possuem a mesma dúvida. Nas leituras dos mais diversos posts sanei várias dúvidas com comentários deste tipo.

Comecei essa jornada em outubro do ano passado com um carimbo B+ adquirido de um velho conhecido no FB. Fiz as seringas, esterilizei o substrato, inoculei e coloquei na incubadora. Nas duas tentativas houve contaminação em TODOS os copos, mesmo tendo muito cuidado.
Na terceira tentativa resolvi optar por usar um carimbo do mesmo fornecedor que havia sido adquirido 3 anos atrás, um TPB. Não houve contaminação em nenhum copo, entretanto após 1 mês não houve crescimento do micélio (acredito devido a idade do mesmo).
Na quarta tentativa optei por inocular metade dos copos com o B+ e metade com o TPB. TODOS os copos com B+ contaminaram, os com TPB não contaminaram mas não vingaram. Isto me levou a crer que o carimbo de B+ estava contaminado. Descartei ambos.
Para a quinta tentativa adquiri outro esporo B+ de outra pessoa e dei início no processo em dezembro de 2019, mais detalhes abaixo.


STRAIN:B+
PROCEDÊNCIA: Carimbo adquirido na internet
Início: 18/12/2019

---------------------------------------------
SUBSTRATO PARA COLONIZAÇÃO:
---------------------------------------------
(x) PF TEK (2V + 1FAI + 1A)
Selo com Vermiculita
(x) Sim ( ) Não

GRÃOS:
( ) Milho
( ) Centeio
( ) Trigo
(x) Arroz Integral

Método de preparação e esterilização do substrato:
Segui a receita clássica da PF TEK, sem variações. (Técnica PF - A PF Tek)
Utilizei 5 copos americanos (190ml) com a mistura e utilizei selo de vermiculita em todos eles;
Esterilizei na panela de pressão por 1h;
Aproveitei o momento para preparar duas seringas de 5 ml;
Tentei seguir todos os detalhes para não contaminar e as enrolei em um papel alumínio e plastico filme, deixei na geladeira por 24h;
Deixei a panela esfriar por 24h.

P_20191022_221052.jpgP_20191022_221545.jpg
-------------------------------------------------
INOCULAÇÃO: Data 19/12/2019
-------------------------------------------------
(x) Seringa Multiesporos
( ) Cultura Líquida
( ) Outro: _________________

GloverBox?
( ) Sim (x) Não

Utilizei algumas velas e sempre colocava a agulha na chama até ficar vermelha, posteriormente a limpava, inoculava nos copos e tampava com micropore. Em 4 copos inoculei cerca de 1,5 ml por copo, divididos em 4 furos. No quinto inoculei 2 ml, fazendo um furo a mais no centro.
Coloquei os 5 copos na incubadora (caixa de papelão dentro do guarda roupas). Não houve controle de temperatura, abri a caixa somente no dia 06/01/2020 para verificar o andamento e tive uma excelente surpresa, pois foi a primeira vez que o micélio cresceu nas minhas tentativas de cultivo.

Substrato 100% colonizado Data 19/ 01/ 2020
O substrato do copo com 5 furos atingiu 100% uma semana antes (12/01), o restante na data informada. Deixei + - 1 semana de consolidação após ver que o micélio tinha tomado toda a parte visível do copo.

P_20200118_191308.jpgP_20200118_191312.jpgP_20200118_191618.jpg
---------
BULK: (x) Sim (x) Não

Fiz um bulk com 1 dos 4 copos com 4 furos. O mesmo foi composto por 50% de pó de coco e 50% de vermiculita. Fiz 3 sessões de 7 minutos no microondas na potência máxima, deixei esfriar o material entre as sessões. Hidratei no início e na última sessão, visto que ficou um pouco seco após a segunda sessão.
O mesmo foi para incubadora no dia 19/01/2020. Irei aguardar 5 dias para ver como ele está.
Fiz uma camada com a mistura, depois uma camada com pedaços do bolo colonizado, depois outra da mistura, depois outra do bolo e por fim outro da mistura.
Cobri a vasilha (de sorvete) com papel alumínio e fiz 5 pequenos furos com um palito,
-----------

O primeiro copo (com 5 furos) aniversariei com 1 semana de antecedência (fiz dunk 24h and roll) e utilizei uma garrafa pet de 5l como terrário, utilizando argila expandida no fundo. A principio tive muita dificuldade com a temperatura, pois aqui em MG está muito quente, e com muita variação de temperatura (ontem bateu 34 graus, agora está 20 graus).
Tentei por uma pequena garrafa (200ml) com água/álcool (para não congelar) dentro da garrafa. Abaixou a temperatura mas eu perdia umidade.
Depois optei em colocar o PET dentro de um isopor parcialmente tampado junto com uma garrafa de 600ml congelada. Isto abaixou bastante a temperatura, porém perdi muito em umidade.
Após uma semana assim e notar que o bolo estava ficando bem seco, resolvi fazer um segundo dunk nele e hoje irei o colocar no terrário que montei.

Os outros 3 copos fiz o dunk por 24h e o roll e ontem os coloquei num terrário montado com uma caixa de isopor de 36 litros. Fiz 4 furos nas laterais dela, os preenchi com la acrílica e coloquei um vidro inclinado na tampa para entrada de luz (vedei com silicone as laterais do vidro e irei passar fita por cima). Preenchi o fundo com argila expandida (ficou 24h na água com água sanitária) e coloquei água com um pouco de água oxigenada até atingir metade da altura da argila expandida, coloquei os 3 bolos deitados sobre tampas de sorvete.

Hoje adquiri uma bomba de ar para injetar ar no terrário 3x durante o dia por 30m (antes das 8h, 18h e meia noite - fico fora o dia todo). Coloquei a pedra dentro de um copo, pois quando coloquei na água no fundo do isopor, gerou um pouquinho de espuma (talvez pela água oxigenada ou resquícios da água sanitária?)

Estou colocando uma garrafa congelada lá dentro para abaixar a temperatura, mas continuo perdendo umidade. Não noto gotículas acumulando, apenas as que borrifo na lateral da caixa 2x no dia (mesmo problema enfrentado no PET que desisti dele).
Meu termohigômetro é xingling, a temperatura ele mede até ok, mas umidade não confio e no olho não estou notando o acúmulo de gotículas.
P_20200120_183233.jpgP_20200120_183252.jpgP_20200120_183300.jpg

Alguma dica para me ajudar na questão da umidade?
 
Última edição:

Nordemine

Hifa
Contribuidor
==================
DIÁRIO DE CULTIVO
==================
Primeiramente venho agradecer a todos que colaboram com o fórum, pois sem ele nunca teria começado essa empreitada. Aquele comentário que você fez em um post para ajudar a sanar a dúvida de outro membro pode ajudar outros membros que possuem a mesma dúvida. Nas leituras dos mais diversos posts sanei várias dúvidas com comentários deste tipo.

Comecei essa jornada em outubro do ano passado com um carimbo B+ adquirido de um velho conhecido no FB. Fiz as seringas, esterilizei o substrato, inoculei e coloquei na incubadora. Nas duas tentativas houve contaminação em TODOS os copos, mesmo tendo muito cuidado.
Na terceira tentativa resolvi optar por usar um carimbo do mesmo fornecedor que havia sido adquirido 3 anos atrás, um TPB. Não houve contaminação em nenhum copo, entretanto após 1 mês não houve crescimento do micélio (acredito devido a idade do mesmo).
Na quarta tentativa optei por inocular metade dos copos com o B+ e metade com o TPB. TODOS os copos com B+ contaminaram, os com TPB não contaminaram mas não vingaram. Isto me levou a crer que o carimbo de B+ estava contaminado. Descartei ambos.
Para a quinta tentativa adquiri outro esporo B+ de outra pessoa e dei início no processo em dezembro de 2019, mais detalhes abaixo.


STRAIN:B+
PROCEDÊNCIA: Carimbo adquirido na internet
Início: 18/12/2019

---------------------------------------------
SUBSTRATO PARA COLONIZAÇÃO:
---------------------------------------------
(x) PF TEK (2V + 1FAI + 1A)
Selo com Vermiculita
(x) Sim ( ) Não

GRÃOS:
( ) Milho
( ) Centeio
( ) Trigo
(x) Arroz Integral

Método de preparação e esterilização do substrato:
Segui a receita clássica da PF TEK, sem variações. (Técnica PF - A PF Tek)
Utilizei 5 copos americanos (190ml) com a mistura e utilizei selo de vermiculita em todos eles;
Esterilizei na panela de pressão por 1h;
Aproveitei o momento para preparar duas seringas de 5 ml;
Tentei seguir todos os detalhes para não contaminar e as enrolei em um papel alumínio e plastico filme, deixei na geladeira por 24h;
Deixei a panela esfriar por 24h.

Ver anexo 111851Ver anexo 111852
-------------------------------------------------
INOCULAÇÃO: Data 19/12/2019
-------------------------------------------------
(x) Seringa Multiesporos
( ) Cultura Líquida
( ) Outro: _________________

GloverBox?
( ) Sim (x) Não

Utilizei algumas velas e sempre colocava a agulha na chama até ficar vermelha, posteriormente a limpava, inoculava nos copos e tampava com micropore. Em 4 copos inoculei cerca de 1,5 ml por copo, divididos em 4 furos. No quinto inoculei 2 ml, fazendo um furo a mais no centro.
Coloquei os 5 copos na incubadora (caixa de papelão dentro do guarda roupas). Não houve controle de temperatura, abri a caixa somente no dia 06/01/2020 para verificar o andamento e tive uma excelente surpresa, pois foi a primeira vez que o micélio cresceu nas minhas tentativas de cultivo.

Substrato 100% colonizado Data 19/ 01/ 2020
O substrato do copo com 5 furos atingiu 100% uma semana antes (12/01), o restante na data informada. Deixei + - 1 semana de consolidação após ver que o micélio tinha tomado toda a parte visível do copo.

Ver anexo 111853Ver anexo 111854Ver anexo 111855
---------
BULK: (x) Sim (x) Não

Fiz um bulk com 1 dos 4 copos com 4 furos. O mesmo foi composto por 50% de pó de coco e 50% de vermiculita. Fiz 3 sessões de 7 minutos no microondas na potência máxima, deixei esfriar o material entre as sessões. Hidratei no início e na última sessão, visto que ficou um pouco seco após a segunda sessão.
O mesmo foi para incubadora no dia 19/01/2020. Irei aguardar 5 dias para ver como ele está.
Fiz uma camada com a mistura, depois uma camada com pedaços do bolo colonizado, depois outra da mistura, depois outra do bolo e por fim outro da mistura.
Cobri a vasilha (de sorvete) com papel alumínio e fiz 5 pequenos furos com um palito,
-----------

O primeiro copo (com 5 furos) aniversariei com 1 semana de antecedência (fiz dunk 24h and roll) e utilizei uma garrafa pet de 5l como terrário, utilizando argila expandida no fundo. A principio tive muita dificuldade com a temperatura, pois aqui em MG está muito quente, e com muita variação de temperatura (ontem bateu 34 graus, agora está 20 graus).
Tentei por uma pequena garrafa (200ml) com água/álcool (para não congelar) dentro da garrafa. Abaixou a temperatura mas eu perdia umidade.
Depois optei em colocar o PET dentro de um isopor parcialmente tampado junto com uma garrafa de 600ml congelada. Isto abaixou bastante a temperatura, porém perdi muito em umidade.
Após uma semana assim e notar que o bolo estava ficando bem seco, resolvi fazer um segundo dunk nele e hoje irei o colocar no terrário que montei.

Os outros 3 copos fiz o dunk por 24h e o roll e ontem os coloquei num terrário montado com uma caixa de isopor de 36 litros. Fiz 4 furos nas laterais dela, os preenchi com la acrílica e coloquei um vidro inclinado na tampa para entrada de luz (vedei com silicone as laterais do vidro e irei passar fita por cima). Preenchi o fundo com argila expandida (ficou 24h na água com água sanitária) e coloquei água com um pouco de água oxigenada até atingir metade da altura da argila expandida, coloquei os 3 bolos deitados sobre tampas de sorvete.

Hoje adquiri uma bomba de ar para injetar ar no terrário 3x durante o dia por 30m (antes das 8h, 18h e meia noite - fico fora o dia todo). Coloquei a pedra dentro de um copo, pois quando coloquei na água no fundo do isopor, gerou um pouquinho de espuma (talvez pela água oxigenada ou resquícios da água sanitária?)

Estou colocando uma garrafa congelada lá dentro para abaixar a temperatura, mas continuo perdendo umidade. Não noto gotículas acumulando, apenas as que borrifo na lateral da caixa 2x no dia (mesmo problema enfrentado no PET que desisti dele).
Meu termohigômetro é xingling, a temperatura ele mede até ok, mas umidade não confio e no olho não estou notando o acúmulo de gotículas.
Ver anexo 111848Ver anexo 111849Ver anexo 111850

Alguma dica para me ajudar na questão da umidade?
Duas perguntas:
1- Porque você escolheu caixa de isopor como terrário?

2- Faz quantos dias que está no terrário?

Sobre a temperatura, eu te digo por experiência própria que até uns 35° eu não me preocuparia.
Eu cultivo a Strain B+ e ela está se dando muito bem com temperaturas altas, aqui na PB tá MUITO quente. No começo eu me preocupava muito com isso, colocava garrafas de gelo, mas agora nem esquento mais. Eu sigo a ideia de quanto mais simples melhor. Não uso borbulhador, apenas abano 3x ao dia.

Sobre a umidade, dependendo de quantos dias esteja, eu esperaria mais, se não aparecer gotas, eu fecharia um ou dois furos.
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Duas perguntas:
1- Porque você escolheu caixa de isopor como terrário?
Por ser mais fácil controlar a temperatura, principalmente quando preciso abaixar. Venho conseguindo manter entre 23~26 graus com auxílio de garrafas de água 2x ao dia. Aproveito que abro o terrário e borrifo água nas laterais.

2- Faz quantos dias que está no terrário?
Neste terrário tem apenas 3 dias. Apenas o primeiro bolo que ficou 1 semana no terrário pet, e ressecou bastante.
Pus ele no terrário de isopor ontem a noite após um dunk. Estranho que ele reduziu o volume, é o menor dos 4 bolos aniversariados (circulado de amarelo na foto abaixo).
P_20200120_222505.jpg

Sobre a dica que deu sobre a umidade, vou seguir ela. Aguardar mais uns 2~3 dias antes de tapar um furo. Obrigado.
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Passando apenas para atualizar.
Hoje faz 5 dias que aniversariei os bolos e ainda não notei o início dos pins.
Como dizem que pode demorar até 15 dias estou bem tranquilo.
P_20200124_074238.jpg

Creio que no domingo retiro o mini bulk que fiz da encubadora.
O bolo antigo que estava na PET e foi pro terrário, acabei voltando pra PET. A temperatura aqui está bem amena e não foi necessário intervenção.
Hoje meu termohigometro começou a falhar, péssima hora :(

No mais, só ansiedade pra ver o surgimento dos meninos.
 

Ankardo

Primórdia
Membro Ativo
Passando apenas para atualizar.
Hoje faz 5 dias que aniversariei os bolos e ainda não notei o início dos pins.
Como dizem que pode demorar até 15 dias estou bem tranquilo.
Ver anexo 111896

Creio que no domingo retiro o mini bulk que fiz da encubadora.
O bolo antigo que estava na PET e foi pro terrário, acabei voltando pra PET. A temperatura aqui está bem amena e não foi necessário intervenção.
Hoje meu termohigometro começou a falhar, péssima hora :(

No mais, só ansiedade pra ver o surgimento dos meninos.
Esses digitais são descartáveis.

Bom é higrômetro pra charutos, só calibrar ele e usar que não tem fim.
 

Texugo

Hifa
Membro Ativo
Eu utilizei garrafa de gelo por um tempo, mas realmente perde muita umidade.
Percebi que se a temperatura chegasse no máximo a 30C no período mais quente, a minha strain aguentava tranquilo.
Aguentava melhor do que a baixa umidade.
No máximo deixava o borrifador dentro da geladeira para quando fosse usar.

Termohigrometro acaba não sendo muito útil.
A temperatura ele marca, mas não tem muito o que fazer no cultivo caseiro.
Já a umidade ele sempre marca 99%.

Vou ser bem sincero, utilizei o borbulhador no meu primeiro cultivo, logo aposentei.
Comigo ele não fazia uma troca de ar eficiente, era mais produtivo abanar 3x ao dia do que deixar ele ligado.

Ainda está cedo para pinar, mas o melhor gatilho é a troca de ar, quanto melhor a troca de ar, melhor o resultado.

Se fosse meu terrário, eu faria mais furos.
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Esses digitais são descartáveis.
Bom é higrômetro pra charutos, só calibrar ele e usar que não tem fim.
Percebi da pior maneira hehehe. Mas pelo preço que foi, não tinha como esperar muito dele.

No máximo deixava o borrifador dentro da geladeira para quando fosse usar.
Não tinha pensado nessa, vou adotar.

Vou ser bem sincero, utilizei o borbulhador no meu primeiro cultivo, logo aposentei.
Comigo ele não fazia uma troca de ar eficiente, era mais produtivo abanar 3x ao dia do que deixar ele ligado.
Eu estou ligando ele 3x por dia (20~30m por vez), mas abano o terrário todo dia 08h e às 18h, quando abro para borrifar água nas laterais.
Não sei se entendi errado nas leituras, mas o borbulhador além da troca de ar pode ajudar na umidade também, ou estou enganado?

Se fosse meu terrário, eu faria mais furos.
Fiz só quatro, um em cada lateral. Realmente se comparar com outros cultivos que vi, o número é baixo mesmo. Cada furo tem mais ao menos 2cm de raio.
 

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Hoje completa 1 semana desde o aniversário. Nesse período acho que aprendi bastante em relação a algumas coisas que tinha dúvida. Realmente só pondo a mão na massa pra ver como algumas coisas funcionam.

Ainda estou enfrentando problema com a umidade. Não vejo formação de gotículas, e estou borrifando água nas paredes da caixa de isopor 2x ao dia.
Existe alguma chance da argila expandida estar saturada? Se sim, é possível eu sanar este problema?

Como pode ser observado, tenho uma camada de argila expandida com água até a metade.
Ligo o borbulhador por 20m +- 3x ao dia (ele está dentro de um copo, nao na agua do terrário pois pus um pouco de água oxigenada).

P_20200126_173641.jpgP_20200126_173645.jpgP_20200126_173650.jpg

Em paralelo estou com 1 bolo em um terrário de garrafa PET. Só abro 2x ao dia para borrifar água e abanar (única troca de ar feita).
Desvantagem que vejo dele é nos dias de calor, acho que ele esquenta bastante mas não estou usando nenhum método para resfriamento, tô deixando mais largadão mesmo.
P_20200126_174303.jpgP_20200126_174308.jpg
 

Nordemine

Hifa
Contribuidor
Hoje completa 1 semana desde o aniversário. Nesse período acho que aprendi bastante em relação a algumas coisas que tinha dúvida. Realmente só pondo a mão na massa pra ver como algumas coisas funcionam.

Ainda estou enfrentando problema com a umidade. Não vejo formação de gotículas, e estou borrifando água nas paredes da caixa de isopor 2x ao dia.
Existe alguma chance da argila expandida estar saturada? Se sim, é possível eu sanar este problema?

Como pode ser observado, tenho uma camada de argila expandida com água até a metade.
Ligo o borbulhador por 20m +- 3x ao dia (ele está dentro de um copo, nao na agua do terrário pois pus um pouco de água oxigenada).

Ver anexo 111907Ver anexo 111908Ver anexo 111909

Em paralelo estou com 1 bolo em um terrário de garrafa PET. Só abro 2x ao dia para borrifar água e abanar (única troca de ar feita).
Desvantagem que vejo dele é nos dias de calor, acho que ele esquenta bastante mas não estou usando nenhum método para resfriamento, tô deixando mais largadão mesmo.
Ver anexo 111910Ver anexo 111911
Eaew cara, blz? Rapaz, a aparência tá boa. Uma vez aconteceu comigo de não gotejar e eu fiquei naquela de ter algo errado. Me informei com um membro e ele disse que as vezes quando isso acontece, é porque o bolo vai começar a pinar. E realmente foi.
Espero que dê certo aí. o/
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Passando para atualizar.
Hoje fez 10 dias que os bolos foram aniversariados, ainda não notei formação de pins.
Hoje fez 3 dias que aniversariei um casing com uma mistura de 50% vermiculita e 50% pó de fibra de coco que foi incubado por 1 semana (ambos esterilizados no micro-ondas).

Hoje fiz mais 4 furos nas laterais, um pouco menores que os 4 primeiros.
P_20200129_223359.jpgP_20200129_223404.jpgP_20200129_223408.jpgP_20200129_223412.jpg
A vermiculita em cima e embaixo dos bolos está bem úmida, então creio que a umidade dentro do terrário está boa.
Abaixo o bolo que está no terrário de garrafa pet 3 litros, sem sinal de pins por enquanto.
P_20200129_221630.jpg

Estou ficando um pouco preocupado com a questão de tempo. Em 13 dias irei viajar e ficar 1 semana fora, queria ter o primeiro flush e poder colher ele antes deste período (não tenho ngm para cuidar deles enquanto estiver fora :s )
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Passando para atualizar.

No terrário ainda nada de pinar. Domingo completa 2 semanas que aniversariei os 3 bolos e 1 que aniversariei o casing.

A minha maior surpresa foi que hoje notei alguns pins no bolo (surrado) que está no terrário de garrafa pet <3
Esse bolo sofreu 7 dias de muito calor em outro terrário de PET,diminuiu bastante o tamanho, depois dunkei ele novamente e pus em outro terrário de PET...não fez calor igual nos primeiros dias de aniversário dele e 12 dias depois desse segundo dunk temos alguns pins.

Estou tomando bastante cuidado, pq o bolo está em pé em cima de uma tampa de plástico, e devido a superfície irregular da argila ele pode tombar facilmente e quebrar os pins, visto que notei ao menos 3 pins vindo da parte de baixo do bolo e 2 pequeninos na superior. No mais, to felizão com o surgimento deles, agora é aguardar.

P_20200131_205045.jpg
Não consegui tirar boas fotos dos de baixo, pois cobri a parte de baixo da pet com um saco de lixo preto pra luz entrar só por cima.

Por isso optei por diversificar o cultivo, não quis apostar todas as fixas em um tipo só de cultivo. Eu ainda tenho muita fé no casing, vamo que vamo!
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Atualizando.

Hoje colhi os 5 cogumelos que nasceu no bolo que estava na garrafa pet. São pequenos mas estou bem feliz com esse resultado. Sanei muitas dúvidas que só o cultivo poderia sanar. São cerca de 15g frescos.
P_20200203_075310.jpgP_20200203_075307.jpg

Os outros bolos no terrário ainda estão sem sinal de pins.
O casing começou a pinar hoje, estou esperançoso com ele. Tenho exatamente uma semana antes de viajar, espero fazer a colheita dele.
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Passando para atualizar.
Alguns bolos começaram pinar, pouco mas começou. O casing tá indo bem.
P_20200206_180620.jpg
é normal os cogumelos ficarem branco assim igual a parte destacado de amarelo?
P_20200206_180629.jpg
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
Pessoal, boa tarde.

Venho agradecer por todo apoio que encontrei no grupo. Fiz a colheita do primeiro flush de alguns bolos e do casing.
O casing demorou 10 dias para pinar, os bolos quase 20. Rendimento dos bolos foi bem baixo, 1-2 cogumelos por bolo, o do casing foi bem melhor.
P_20200208_173750.jpgP_20200208_173757.jpgP_20200208_173807.jpg

Não sei se terei outros flushs, visto que irei viajar e estou doando os bolos para um amigo.

Creio que o diário pode ser fechado como concluído.
 

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
Existe alguma chance da argila expandida estar saturada? Se sim, é possível eu sanar este problema?
Assim de primeiro uso acho que não satura.

não tenho ngm para cuidar deles enquanto estiver fora
Pode deixar q qd vc voltar vão estar grandes e vivos, prontos pra colher. :)

normal os cogumelos ficarem branco assim igual a parte destacado de amarelo?
Sim, alguma variação genética.
 

Fellipe753

Hifa
Membro Novo
@ExPoro obrigado pelas respostas.

Voltei hoje após 7 dias fora.
O terrário de garrafa pet estava com alguns cogumelos já em estado de putrefação. Descartei ele por inteiro.
IMG-20200218-WA0042.jpeg

Já no terrário de caixa de isopor tinha esses cogumelos gigantes abaixo, os quais estão com o chapéu contorcido. Os retirei assim que possível e pus no túnel de vento. Entretanto, fiquei em dúvida: esta deformação afeta de alguma forma o consumo destes cogumelos?

P_20200218_191757.jpgP_20200218_191746.jpgP_20200218_192246.jpg
 
Última edição:

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
@ExPoro obrigado pelas respostas.

Voltei hoje após 7 dias fora.
O terrário de garrafa pet estava com alguns cogumelos já em estado de putrefação. Descartei ele por inteiro.
Ver anexo 112309

Já no terrário de caixa de isopor tinha esses cogumelos gigantes abaixo, os quais estão com o chapéu contorcido. Os retirei assim que possível e pus no túnel de vento. Entretanto, fiquei em dúvida: esta deformação afeta de algum forma o consumo destes cogumelos?

Ver anexo 112311Ver anexo 112310Ver anexo 112312
Parecem apenas chapéus de cogumelos "velhos", ou seja, cujos chapéus já ficaram convexos.
 
Superior