Teonanacatl

Aqui discutimos micologia amadora e enteogenia.

Cadastre-se para virar um membro da comunidade! Após seu cadastro, você poderá participar deste site adicionando seus próprios tópicos e postagens.

Monotub - e aí, qual o segredo?

Anatman

Cogumelo maduro
Cultivador Confiável
Cadastrado
06/06/2011
Mensagens
808
Reputação
20
Pontos de reações
3,601
Pontos
53
Boa noite camaradas!

Existe outro tópico relacionado ao rendimento de frutos em técnicas gerais mas abro este para discutir as condições que influenciam o rendimento ou densidade de pinagem dos bulk's em especial.

Olhando alguns cultivos no Shroomery há meses, tenho notado que a maior parte dos cultivadores que usam monotub's conseguem uma densidade muito grande de pins. Pins estes que chegam a fase adulta: baixa taxa de abortos.

Seleciono alguns dos inúmeros fatores que influenciam nos resultados:

  • Substrato: O substrato usado pelos gringos são confeccionados da mesma forma que fazemos: esterco, vermi, pó de côco e corretor de PH geralmente.
  • Umidade: Eles não usam nenhum método para aumentar a umidade: esta é provida pelo próprio monotub. Alguns borrifam um pouco de água no tub de vez em quando. Nós também.
  • Renovação do ar: Aqui uma divergência: alguns cultivadores deixam que a troca seja feita naturalmente; CO2 saindo pelos furos baixos, O2 entrando pelos furos altos. Outros abrem a tampa do mono e abanam uma a três vezes ao dia. Também fazemos assim.
  • Luz: Mais próxima ao espectro azul, 12hrs/dia, nenhum mistério aqui.
  • Temperatura: Não encontrei, mas, pelo tamanho dos tub's, devem ficar em temperatura ambiente, nenhum controle especial. O mesmo que fazemos.
  • Isolamento ou clonagem: Creio ser o fator principal. Um isolamento aumenta em muito o número de pins devido ao micélio rizo, muito praticado pelos cultivadores gringos antes do cultivo em si.
Em meu último cultivo, fiz um bulk em uma bacia de 61L, spawn proveniente de multiesporos. Colonização rápida, micélio rizomórfico. Após alguns dias em fase de frutificação, o micélio começou a mudar seu aspecto de rizo para algodoado na maior parte da superfície. Há uma divergência quanto a isso, mas o que observei foi que os pins surgiram nas partes em que o micélio permaneceu rizomórfico. Seguem algumas fotos:

IMG00046.jpg IMG00047.jpg IMG00049.jpg

Lembrando que esse cultivo foi feito por multiesporos, mas, de um modo geral, quais fatores podem fazer com que o micélio deixe de ser rizo?

Tenho isolamentos e clonagens em andamento também, conforme surgirem os resultados, vou postando aqui.

Abaixo algumas fotos dos bulk's vistos no Shroomery. Os albinos são provenientes de clonagem e a última foto é do cultivo do nosso amigo PiWO (multiesporo):


122874.jpg DSC06507.JPG686463059-amazon_monotub_001.jpg P1000354.jpg rfr.JPG piwo.jpg

Namastê!
 

Mago

Cogumelo maduro
Cadastrado
18/10/2011
Mensagens
514
Reputação
1
Pontos de reações
1,394
Pontos
47
na minha opinião o micélio vai enfraquecendo conforme o numero de flushs ele tem fases de rizo para algodoado entre flushs na minha visão normal.
ou não?

o bulk tende de ser assim relativamente SIMPLES e sem SEGREDOS...
 

User03

Cogumelo maduro
Cadastrado
28/03/2011
Mensagens
2,986
Reputação
0
Pontos de reações
7,885
Pontos
56
Para mim é meio que um mistério ainda. De vez enquando todas as condições favorecem milhares de pins. Outras vezes, você faz de tudo mas acaba sem nenhum resultado satisfatório.

Só sei que esses caras conseguem ótimos resultados, talvez tenham um ambiente muito controlado.
 

Anatman

Cogumelo maduro
Cultivador Confiável
Cadastrado
06/06/2011
Mensagens
808
Reputação
20
Pontos de reações
3,601
Pontos
53
na minha opinião o micélio vai enfraquecendo conforme o numero de flushs ele tem fases de rizo para algodoado entre flushs na minha visão normal.
ou não?

Sim, a produção tende a ser menor nos últimos flushes, em número de pins. Já tive tubs produzindo até o sétimo flush, porém com um número relativamente pequeno de cogumelos. Nesses bulk's das últimas fotos, a produção se não me engano perdura até no máximo o terceiro ou segundo flush. Com uma produtividade assim era esperado que se exaurissem depressa.

A idéia agora é acompanhar o comportamento dos micélios resultantes da clonagem e de isolamento em tub's pra saber se somente estes fatores são capazes de dar uma turbinada no número de pins.

Para mim é meio que um mistério ainda. De vez enquando todas as condições favorecem milhares de pins. Outras vezes, você faz de tudo mas acaba sem nenhum resultado satisfatório.

Só sei que esses caras conseguem ótimos resultados, talvez tenham um ambiente muito controlado.

Postei um tópico no Shroomery também sobre este assunto. Vou torrando eles até conseguir resultados satisfatórios. :D
 
Última edição:

Ecuador

Artífice esporulante
Membro da Staff
Cultivador Confiável
Cadastrado
22/12/2007
Mensagens
8,812
Reputação
85
Pontos de reações
20,540
Pontos
98
Só sei que esses caras conseguem ótimos resultados, talvez tenham um ambiente muito controlado.


Ou então todo mundo já está tão acostumado com essas fotos de produções fantásticas que os caras divulgam de preferência as desse tipo ...
 

AshtarSherry

CONEXÃO
Cadastrado
24/02/2013
Mensagens
1,281
Reputação
8
Pontos de reações
3,159
Pontos
56
Beleza, amigo Anatman, ótimas informações para aprimorarmos nossos cultivos. Está valendo!
 

.Gabiru

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/10/2011
Mensagens
266
Reputação
2
Pontos de reações
1,074
Pontos
64
Na minha experiencia um fator importante eh a proporcao de spawn utilizada, quanto maior a proporcao mais rapido coloniza e quanto mais rapido a colonizacao mais cogumelos nascem juntos (suponho). tive resultados excelentes com 5 partes de substrato para 1 de spawn. Acredito que com 3 ou 4 partes de subs pra 1 de spawn se alcance esses resultados ai.

Acho que a temperatura deve ser mantida mais alta durante a segunda colonizacao (apos spawn) e o mais constante possivel, assim se simula um choque na abertura de frutificacao.
 

Anatman

Cogumelo maduro
Cultivador Confiável
Cadastrado
06/06/2011
Mensagens
808
Reputação
20
Pontos de reações
3,601
Pontos
53
Tenho usado no máximo 3/1 ou 4/1 de bulk/spawn (odeio esperar a colonização hehe).

Quanto à temperatura, sempre variou nos meus cultivos nessa fase de segunda colonização, por conta do tamanho da bacia. No momento, com meu terrário de isopor vazio, estou utilizando-o como incubadora de um bulk. O isopor juntamente com o aquecedor evita a oscilação da temperatura.

Vou dar um bom choque térmico no primeiro dia de frutificação desse bulk!
 

AshtarSherry

CONEXÃO
Cadastrado
24/02/2013
Mensagens
1,281
Reputação
8
Pontos de reações
3,159
Pontos
56
Caro Anatman, pode nos dizer como você vai dar esse choque térmico no dia de frutivicação desse bulk? Agradecido.
 

.Gabiru

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/10/2011
Mensagens
266
Reputação
2
Pontos de reações
1,074
Pontos
64
Tenho usado no máximo 3/1 ou 4/1 de bulk/spawn (odeio esperar a colonização hehe).

Quanto à temperatura, sempre variou nos meus cultivos nessa fase de segunda colonização, por conta do tamanho da bacia. No momento, com meu terrário de isopor vazio, estou utilizando-o como incubadora de um bulk. O isopor juntamente com o aquecedor evita a oscilação da temperatura.

Vou dar um bom choque térmico no primeiro dia de frutificação desse bulk!
Vai ser bonito de ver!
Voce esta mantendo o bulk hermeticamente fechado? Eu fechava tudo com 2 camadas de micropore e apos a abertura trocava as entradas de ar por lã acrilica bem solta (mas nem tanto) e boa circulacao de ar indireta no ambiente.

Meu melhor substrato foi esterco de cavalo curtido com po de coco que rendeu o dobro do esterco de vaca com coco. Mas nao gosto de trabalhar com esterco, queria testar com palha de grama triturada ou alguma outra palha.
 

Anatman

Cogumelo maduro
Cultivador Confiável
Cadastrado
06/06/2011
Mensagens
808
Reputação
20
Pontos de reações
3,601
Pontos
53
Caro Anatman, pode nos dizer como você vai dar esse choque térmico no dia de frutivicação desse bulk? Agradecido.

A temperatura agora está em torno dos 27 graus. Quando for frutificar, vou manter o terrário com gelo no primeiro dia, além do que a temperatura ambiente aqui está baixa.

Vai ser bonito de ver!
Voce esta mantendo o bulk hermeticamente fechado? Eu fechava tudo com 2 camadas de micropore e apos a abertura trocava as entradas de ar por lã acrilica bem solta (mas nem tanto) e boa circulacao de ar indireta no ambiente.

Meu melhor substrato foi esterco de cavalo curtido com po de coco que rendeu o dobro do esterco de vaca com coco. Mas nao gosto de trabalhar com esterco, queria testar com palha de grama triturada ou alguma outra palha.

Tampo meus bulks com plástico filme e faço diversos furos com agulha, para as trocas gasosas.

Ainda não trabalhei com esterco equino com cubensis, somente com os panaeolus, vou procurar mais para os próximos cultivos.

O esterco equino mantém o substrato muito mais aerado que o bovino, pode ter sido um fator importante nos resultados. Cultivos com palha geralmente dão excelentes resultados por conta desse fator.

Achei essa tabela com informação sobre os dois estercos:

Porcentagem média de matéria orgânica (MO), nitrogênio (N), fósforo (P2O5) e potássio (K2O) na composição, com base na matéria seca, de adubos orgânicos utilizados na produção de pimenta.



excluir.png
 
Última edição:

Amaral

Dick in Machine
Cadastrado
03/08/2011
Mensagens
1,104
Reputação
40
Pontos de reações
4,745
Pontos
56
Derrapando pelo forum Mycotopia, vejo esses monotubs com uma produção nervosa, seguindo as mesmas técnicas utilizadas pelos brazucas, mais com uma diferença, mais de 90% das produções maciças dos gringos, são derivados de clonagens.

Um ponto interessante da clonagem, é ápos retirar um pedaço da biomassa do fruto, mergulhar em uma solução de 90% agua esteril com 10% de água oxigenada 3% ,por no minimo 30 segundos, isso pq a biomassa carrega esporos, para se ter uma clonagem eficiente, apenas uma cadeia genética tem que prosseguir.
 

Anatman

Cogumelo maduro
Cultivador Confiável
Cadastrado
06/06/2011
Mensagens
808
Reputação
20
Pontos de reações
3,601
Pontos
53
Derrapando pelo forum Mycotopia, vejo esses monotubs com uma produção nervosa, seguindo as mesmas técnicas utilizadas pelos brazucas, mais com uma diferença, mais de 90% das produções maciças dos gringos, são derivados de clonagens.

Um ponto interessante da clonagem, é ápos retirar um pedaço da biomassa do fruto, mergulhar em uma solução de 90% agua esteril com 10% de água oxigenada 3% ,por no minimo 30 segundos, isso pq a biomassa carrega esporos, para se ter uma clonagem eficiente, apenas uma cadeia genética tem que prosseguir.

Verdade Amaral, eles amam clones!

Tive um flush de um clone de B+ mais produtivo que quando cultivado via multiesporos!

Multi: TUB FLUSH 3.JPG Clone: SAM_1578.JPG

Depois disso, parti pra clonagem dos produtivos MDKings, inoculei em trigo (colonização estagnada) e depois de usada, a cultura contaminou. :(
 

.Gabiru

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/10/2011
Mensagens
266
Reputação
2
Pontos de reações
1,074
Pontos
64
Ja tentou centeio? Achei melhor do que trigo. Pipoca nao testei.

Resumo da minha melhor tecnica ate agora:

- Caixa de 60 litros
- Spawn em centeio tratado com hipoclorito / esterilizacao fracionada, potes de 500 ml.
- Substrato bulk pasteurizado em esterco de cavalo curtido + po de coco + vermiculita (50/30/20)
- Proporcao substrato/spawn 3:1
- Altura do substrato plantado na caixa - entre 10 e 15 cm
- 2a Colonizacao mantida fechada, controle de temperatura 27 graus
- Apos abertura, camada fina de po-de-coco pasteurizada, la acrilica solta nas aberturas e ventilacao indireta no ambiente.

Funciona bem, uma caixa rende umas boas dezenas de trips.
O mais dificil eh acertar a umidade do substrato, coisa milimetrica que só se aprende no olho. Unico item diferente na tecnica eh a vermiculita que nao usei mas fez falta (usava 50/50 coco e cocô).
 

Insider

Eterno Corujão
Cultivador Confiável
Cadastrado
18/11/2005
Mensagens
1,067
Reputação
5
Pontos de reações
1,992
Pontos
94
Otimo topico Anatman e pessoal! Desenvolveu bem uma conclusao sobre as grandes producoes de monotub.


Valeu pela contribuicao de todos!
 

Mr.M

Moe's Mush Tavern
Cadastrado
31/03/2012
Mensagens
409
Reputação
1
Pontos de reações
1,891
Pontos
46
Belo tópico, tem um gif postado pelo companheiro beraldo que compara o crescimento de um bulk proveniente de isolamento com um de multi-esporos. Também já ouvi falar em menor numero de abortos.
 

Insider

Eterno Corujão
Cultivador Confiável
Cadastrado
18/11/2005
Mensagens
1,067
Reputação
5
Pontos de reações
1,992
Pontos
94
Top