Completo Cultivo de B+ Estudo experimental em Substrato PFTek - (Um Relato de caso)

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
Saudações a todos os irmãos fungi.

Moro no Litoral do Ceará, e comecei a pouco tempo a me interessar pelos cubensis, adquiri através da internet um casing de B+, onde realizei a frutificação e obtive uma colheita bacana, modesta, mas que me renderam boas experiências e interações com o senhor cogumelo.

Inicialmente Comprei o casing apenas para frutificar, colher e desfrutar, porém eu ouvi o chamado da minha voz interior e fui impulsionado através de uma catálise fungica, estudando e desbravando esse reino tão maravilhoso chamado reino fungi.

CASING COMPRADO PRONTO PARA FRUTIFICAÇÃO E POSTERIORMENTE UTILIZADO PARA A PRODUÇÃO DE CARIMBO

IMG_20200914_182529.jpgIMG_20200914_182519.jpgIMG_20200915_221235.jpg


Dado o fato, realizei a confecção de esporos de carimbos com papel alúminio desinfectado com álcool 70 %

CARIMBO DE ESPOROS

IMG_20200917_092226.jpgIMG_20200917_092533.jpg

Após a confecção do carimbo foi realizada a confecção do Substrato, onde foi escolhido o Substrato PFTek, utilizando sua receita clássica e tendo os cuidados e parâmetros ideais para a correta umidade e consistência do substrato, também utilizei selamento com vermiculita seca e selei a boca dos copos com papel alumínio e fita isolante. O Objetivo é posteriormente usar os 2 copos menores(boca mais larga que o fundo) como bolo e os 2 maiores para a produção de uma casing. (Fiz um teste inicial com milho de pipoca também, porém não fotografei e creio que vá contaminar, tendo em vista que esqueci do selamento com papel alumínio e entrou água pela tampa, mas mesmo assim realizei a inoculação e estou aguardando resultado, vai servir como grupo controle, pelo menos)

SUBSTRATO PFTEK

IMG_20201002_095537 (1).jpgIMG_20201002_100828.jpg


Com os copos com o substrato já finalizados utilizei o método de esterelização na Panela de pressão, onde o procedimento utilizado foi: 2 Panos no fundo da panela para evitar o contato dos potes o fundo da panela, água até mais ou menos 1/3 dos potes, após isso coloquei no fogo, esperei pegar pressão, diminui a fogo médio e deixei por 1 hora. Após esse tempo deixei esfriando por mais ou menos 4 a 5 horas.

ESTERELIZAÇÃO

IMG_20201002_101110.jpg



Seguindo, nós fomos para a parte da inoculação, foi feita a desinfecção prévia com álcool 70 etílico e em gel da bancada de estudo, dos materiais utilizados tais como(Lamparina, frasco do álcool 70% etílico, frasco do álcool em gel, Avental cirúrgico e luvas estéreis, copos com substrato). Através do Carimbo(Foto 4) Foi feito 2 Seringas de esporos uma de 10 e outra de 20, utilizando o seguinte procedimento: Um pote pequeno desinfetado com álcool 70% e preenchido com água para injetáveis(água destilada). Foi utilizado um bisturi 15c para raspar os esporos do papel alumínio para o pote com água destilada, após isso foi feito a remoção da seringa utilizando técnica asséptica, com isso puncionamos e injetamos o líquido com os esporos para mistura e por fim puncionamos e ficamos com 2 seringas cheias, seringas essas que não estavam escuras, acredito eu que utilizei muita água destilada, porém são seres microscópicos e acredito na potencia da seringa mesmo não estando mais escura(tomara que esteja certo, estou indo pela lógica dos estudos e não pela experiência real, me corrijam se eu estiver errado)

Utilizei o seguinte procedimento: Tomei banho com asseptol, vesti uma roupa limpa e cheirosa, coloquei o avental cirúrgico através da técnica asséptica, calcei a luva cirúrgica 7, utilizando a técnica correta para não contaminar(peguei esses materiais e algumas técnicas do meu consultório e profissão, de certa forma me ajudou a ser rigoroso e entender a possibilidade de contaminações). Já equipado Com o local sem correntes de ar(Não utilizei glovebox), acendi a lamparina e comecei a trabalhar na inoculação, tentando ser preciso e técnico, a fim de não abrir brechas para contaminação, o procedimento utilizado foi: Flambajem da ponta da agulha por 2 segundos, tirar e esperar por 2 segundos, retirar com cuidado a segunda camada de papel alumínio, injetar cerca de 1 ml em 4 pontos equidistantes, cobrir com fita micro porosa(cortada previamente) os 4 furos e tampar novamente com a segunda camada de papel alumínio. Realizei o mesmo procedimento para os 4 copos.

INOCULAÇÃO

IMG_20201002_224902.jpgIMG_20201002_224923.jpgIMG_20201002_225035.jpgIMG_20201002_230312.jpgIMG_20201002_225211.jpgIMG_20201002_230119.jpgIMG_20201002_225920.jpgIMG_20201002_230108.jpg



Após esse procedimento foram colocados os 4 copos inoculados na incubadora (01/10/2020) 15:30

A Incubadora consiste em um cooler(Onde se encontram os bolos PFTek) e uma caixa organizadora(onde se encontra o grupo controle, onde foi inoculado os milhos com infiltração de água)
A temperatura média do ambiente está em 29 graus, as incubadoras estão em local calmo, ventilado e seguro.
8 Dias se passaram, estou esperando chegar no dia 20 após a inoculação e verificar se há presença de micélio ou de contaminação, pacientemente esperarei e quando chegar a hora eu retorno e dou seguimento ao nosso estudo.

Gostaria de agradecer a todos desde já e me desculpar se não fui claro em algum momento ou se fiz algo errado em relação a postagem, peço gentilmente que se algo estiver errado remova ou mova o meu post, o intuito aqui é mostrar o estudo e tentar de certa forma passar um pouco do conhecimento que eu adquiri aqui com os irmãos do fórum.

Referencial teórico:
EDITADO - ECUADOR - sem menção a lojas, por favor


IN SCIENCE WE TRUST
 

Anexos

  • IMG_20201002_230305.jpg
    IMG_20201002_230305.jpg
    2.6 MB · Visualizações: 8
  • IMG_20201002_225256.jpg
    IMG_20201002_225256.jpg
    740.2 KB · Visualizações: 8
  • IMG_20201002_225224.jpg
    IMG_20201002_225224.jpg
    996 KB · Visualizações: 7
  • IMG_20201002_101110 (1).jpg
    IMG_20201002_101110 (1).jpg
    941.7 KB · Visualizações: 6
  • IMG_20201002_100828 (1).jpg
    IMG_20201002_100828 (1).jpg
    2.9 MB · Visualizações: 6
  • IMG_20201002_224923 (1).jpg
    IMG_20201002_224923 (1).jpg
    925 KB · Visualizações: 6
  • IMG_20201002_224902 (1).jpg
    IMG_20201002_224902 (1).jpg
    770 KB · Visualizações: 5
  • IMG_20201002_101110.jpg
    IMG_20201002_101110.jpg
    941.7 KB · Visualizações: 4
  • IMG_20201002_100828.jpg
    IMG_20201002_100828.jpg
    2.9 MB · Visualizações: 3
  • IMG_20201002_224923.jpg
    IMG_20201002_224923.jpg
    925 KB · Visualizações: 2
Editado por um moderador:

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
Parabéns por começar o cultivo e pelo diário com bons detalhes para podemos dar feedbacks.

seringas essas que não estavam escuras, acredito eu que utilizei muita água destilada, porém são seres microscópicos e acredito na potencia da seringa mesmo não estando mais escura

Isso, não precisa ser escura. Nas minhas duas últimas seringas, sequer dava pra ver esporos (kkk) e foram 100% viáveis.

Mas o ideal pra iniciantes terem segurança é mesmo ir desde o ponto em que eles se tornam visíveis até uma seringa levemente escura.


esperando chegar no dia 20

Então a gente espera também. :)

Incubadora consiste em um cooler

Eu juro que demorei uns segundos pra entender que você não tava incubando eles num cooler de computador, dentro de uma CPU kkkkkkk.
 

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
Saudações irmãos fungi!

Trago atualizações do nosso estudo

12 de outubro de 2020

Dos 4 copos inoculados de PFTek os 4 mostraram colonização de micélio, com partes rizomórficas e nenhum sinal aparente de contaminação! Foi observado que os potes menores apresentaram colonização mais rápida que os maiores.

COPOS COM PFTEK PARCIALMENTE COLONIZADOS (12 DIAS DE INCUBAÇÃO)
IMG_20201012_154339.jpgIMG_20201012_154342_1.jpgIMG_20201012_154506_1.jpgIMG_20201012_154436_1.jpgIMG_20201012_154440.jpg
IMG_20201012_154411.jpgIMG_20201012_154414.jpgIMG_20201012_154345.jpg
Copos menores com maior percentual de colonização e copos maiores com menor.

Vão continuar na incubadora até o dia 20! Esperarei pacientemente.

Do grupo controle (milho) dos 3 potes somente 2 mostraram sinal de contaminação. O pote saudável continua na incubadora, os 2 contaminados foram usados para continuar no grupo controle: retirei com o auxílio de uma colher os grãos contaminados e uma parte a mais para dar margen de segurança onde foi feito a confecção de 2 casings utilizando vermiculita úmida não estéril(o padrão de assepsia não foi levado muito em consideração, o intuito é observar o quão sensível o procedimento se torna quando não há a preocupação com a esterelização)

COPOS COM MILHO DE PIPOCA CONTAMINADOS POR TRICHODERMA

IMG_20201012_133210.jpgIMG_20201012_133254.jpgIMG_20201012_133258.jpgIMG_20201012_133213.jpgIMG_20201012_133230_1.jpg
Acredito que se eu tivesse realizado o selamento da tampa com papel alumínio não iria infiltrar, enxarcar e consequentemente contaminar


Somente considerei fazer os casings pelo fato de que quando abri os potes contaminados senti um cheiro muito bom de micélio, e observei que estava no início da contaminação (estou torcendo para que o fungo oportunista não tenha esporulado e que o micélio do cubensis consiga combater) Acredito que a contaminação seja trichoderma.

CASINGS PRONTOS PARA ULTIMA INCUBAÇÃO (GRUPO CONTROLE)

IMG_20201012_152738.jpgIMG_20201012_152830.jpgIMG_20201012_152727.jpgIMG_20201012_152738.jpg

Agradeço a todos e continuarei no aguardo!

IN SCIENCE WE TRUST
 

Anexos

  • IMG_20201012_154755.jpg
    IMG_20201012_154755.jpg
    864.3 KB · Visualizações: 2
  • IMG_20201012_154740.jpg
    IMG_20201012_154740.jpg
    875.6 KB · Visualizações: 2
  • IMG_20201012_154748.jpg
    IMG_20201012_154748.jpg
    770 KB · Visualizações: 2
  • IMG_20201012_152837.jpg
    IMG_20201012_152837.jpg
    940.5 KB · Visualizações: 2
  • IMG_20201012_154511.jpg
    IMG_20201012_154511.jpg
    1.2 MB · Visualizações: 3

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
Eu juro que demorei uns segundos pra entender que você não tava incubando eles num cooler de computador, dentro de uma CPU kkkkkkk.

Opa irmão, obrigado pela resposta!
Então, kkkk
O cooler é um daqueles apetrechos para gelar bebidas, tipo um isopor... Aqui na minha região a gente chama assim, pelo menos

Então a gente espera também. :)

Nosso tempo é diferente do deles né, tudo é relativo. O Homo sapiens contemporâneo é acostumado a rapidez, e as vezes a gente não atinge nosso objetivo... Os outros seres quase sempre estão em equilíbrio, a natureza pode ser devagar mas sempre chega no seu objetivo! 😉

Isso, não precisa ser escura. Nas minhas duas últimas seringas,

Fico feliz que tenha acontecido o mesmo comigo! Já serve de conhecimentos para os próximos cultivos!
 

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
Salve amigos, espero que estejam ótimos!

Vos trago atualizações

Dos bolos PFTek 1 chegou a colonização em 100% decidi aniversariar esse e esperar a colonização completa dos outros

Confeccionei o meu terrário através de uma caixa organizadora de 20 litros(essa rosa da imagem que estava utilizando como incubadora). Fiz furos com mais ou menos um palmo de altura nós 4 cantos da caixa e fiz um furo maior que serviu para passar a mangueira da bomba de aquário (sistema de automação que escolhi, utilizado para a troca gasosa). Minha cidade está em média de 29 graus, e sempre se mantém assim, com isso abri mão do uso de um termostato, porém irei providenciar um termômetro para conseguir verificar com mais precisão a temperatura.

ANIVERSÁRIO

Como já esperado, o menor copo mostrou colonização em 100%, com isso decidi aniversariar

IMG_20201016_162408.jpgIMG_20201016_162403.jpg

Não foi feito dunk, apenas Roll

IMG_20201016_162355.jpgIMG-20201016-WA0107.jpg

Bolo no terrário

IMG-20201016-WA0108.jpgIMG-20201016-WA0106.jpg

Ia utilizar argila expandinda, porém li em algum lugar que talvez tragam contaminações (decidi testar junto ao grupo controle, grupo este onde os milhos inoculados mostraram colonização, porém contaminaram(ver post anterior). Dos 4 casings do grupo controle(foi retirado apenas grãos saudáveis com micélio tentando não retirar a contaminação) 2 contaminaram novamente, coloquei eles no vaso de flor do deserto que tenho e vou ver se a natureza me agracia nessa tentativa de out. Dos outros 2 que não contaminaram um ainda se encontra na incubadora e o outro eu aniversáriei e coloquei no saco de cultivo(o mesmo que recebi com o casing comprado)

Amanhã posto a foto dos casings do grupo controle que estão saudáveis...

No mais é isso, agora é aguardar a pinagem, passo a passo, sem pressa e paciente na sabedoria do silêncio interno da natureza.

Volto mais tarde com mais informações!

IN SCIENCE WE TRUST
 

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
Ia utilizar argila expandinda, porém li em algum lugar que talvez tragam contaminações

Recomendo colocar a argila expandida no fundo do terrário com uma camada de água que não a cubra totalmente.

Tudo pode trazer contaminação, mas a argila vai ajudar a elevar a umidade do seu terrário para os 95-100%. Se tem essa preocupação com a argila, esteriliza ela antes. Mas se não estiver usando casing ou alguma tek experimental de retenção de umidade, melhor ter as argilas.

Além disso, se seu bolo estiver num recipiente a parte, sequer a argila entrará em contato com o mesmo, então mesmo que haja algum contaminante nela que pudesse vencer as defesas do bolo, ele não entraria em contato com o micélio.
 

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
Recomendo colocar a argila expandida no fundo do terrário com uma camada de água que não a cubra totalmente.

Tudo pode trazer contaminação, mas a argila vai ajudar a elevar a umidade do seu terrário para os 95-100%. Se tem essa preocupação com a argila, esteriliza ela antes. Mas se não estiver usando casing ou alguma tek experimental de retenção de umidade, melhor ter as argilas.

Além disso, se seu bolo estiver num recipiente a parte, sequer a argila entrará em contato com o mesmo, então mesmo que haja algum contaminante nela que pudesse vencer as defesas do bolo, ele não entraria em contato com o micélio.

Então, vou colocar amanhã, vou deixar de molho com hipoclorito de sódio e depois eu coloco.

Obrigado pela dica, a propósito:

Percebi que o meu bolo está com uma camada esponjosa, como se tivesse excesso de CO2, não parece nenhum contaminante, mas isso me preocupou... Estou usando uma bomba de aquário em um copo com água, não deveria estar suprindo essa troca gasosa?
 

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
Essa formação de micélio parece apenas a colonização do roll, não indica falta de ar (micélio aéreo) nem excesso de saturação de umidade (fofo).
 

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
Ainda bem, tomara que não seja mesmo... Mesmo assim estou abanando 1 vez ao dia e abrindo o terrário o menos possível para manter o microclima estável, esperando pinar e esperando os que estão na incubadora colonizar. Amanhã posto fotos do casing que está na bag de cultivo! Só no aguardo da pinagem agora!
Essa formação de micélio parece apenas a colonização do roll, não indica falta de ar (micélio aéreo) nem excesso de saturação de umidade (fofo).
 

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
Boa tarde a todos

ATUALIZAÇÃO DIA 20/10/2020

ANIVERSÁRIO


Após 20 dias o meu segundo bolo(o segundo menor) chegou a 100% da colonização, hora de aniversariar:
IMG_20201020_162005.jpg
IMG_20201020_162501.jpgIMG_20201020_162455.jpg

O Primeiro bolo que foi feito o aniversário inicialmente se encontra com um aspecto mais algodoado, temi que fosse falha na troca gasosa e consequente concentração de CO2 porém o irmão @ExPoro me tranquilizou... Estou aqui no aguardo da pinagem.


CASING DO GRUPO CONTROLE

O casing confeccionado com o spawn de milho que contaminou com o trichoderma se encontra na bag de cultivo, acho que coloquei muito cedo, porém apresenta uma boa colonização e não há contaminação aparente

IMG_20201020_163821.jpg
IMG_20201020_163846.jpg

Os outros bolos pra PFTek se encontram na incubadora com cerca de 60% da colonização do micelio.

O outro casing feito com o spawn de milho(controle) também se encontra na incubadora, mostrando uma boa colonização

Continuo no aguardo!

Obrigado a todos


IN SCIENCE WE TRUST
 

Anexos

  • IMG_20201020_162501.jpg
    IMG_20201020_162501.jpg
    3.1 MB · Visualizações: 2

DiamanteSolar

Esporo
Membro Novo
ATUALIZAÇÃO 25/10/2020

PINAGEM


O Casing do grupo controle, que estava na bag de cultivo começou a pinar, e pinou bem!
Porém percebi 2 alterações, parece que houve aquela mutação onde um PIN pina no chapéu de outro, também percebi tons azulados no micélio ao redor do casing, porém sei que é normal.

IMG-20201025-WA0003.jpg
IMG-20201025-WA0010.jpgIMG-20201025-WA0009.jpgIMG-20201025-WA0012.jpg

Dos Bolos PFTek só 1 pinou, e bem fraco, somente um PIN... Estou mantendo no terrário e esperando, alguém tem alguma ideia do que possa ser? Estou mantendo com alta umidade, abanando 3 x por dia...

IMG-20201025-WA0011.jpgIMG-20201025-WA0008.jpgIMG-20201025-WA0006.jpg

INCUBAÇÃO

Ainda tenho 2 pftek na incubadora, estão colonizando bem, Jajá espero aniversariar, estou pensando em fazer um monotub para aumentar a produção, o casing que também é do grupo Controle já se encontra quase pronto para aniversariar, em breve vou colocar numa bag.

IMG-20201025-WA0004.jpg
IMG-20201025-WA0005.jpgIMG-20201025-WA0007.jpg

Obrigado a todos

IN SCIENCE WE TRUST
 

Anexos

  • IMG-20201025-WA0002.jpg
    IMG-20201025-WA0002.jpg
    249.9 KB · Visualizações: 2
Superior