Saudações

Eldar

Esporo
Membro Novo
Descobri o mundo dos cubensis recentemente e, após uma experiência incrível com ingestão de B+, venho buscando aprender mais sobre o cultivo e uso sacramental dos cogumelos. Com técnicas de inoculação em PF TEK de arroz com vermiculita e ambientação do micélio em um casing com subtrato de húmus de minhoca e fibra de côco, em terrário com termostato, perlita, água e oxigênio umidificado por meio de um compressor de ar para aquários, estou conseguindo minha primeira safra de strain TKSSS em pleno sertão pernambucano. O forúm me ajudou a tirar muitas dúvidas. Fico feliz de poder partilhar aqui algumas informações e adquirir mais conhecimento.​
Abaixo estão imagens do primeiro processo de inoculação que realizei, bem como do terrário já montado, dos primeiros frutos que estão vindo com força total e de um pedaço contaminado que depositei em um vaso com fibra de côco na área de sol da casa. Estão brotando!​
 

Anexos

Última edição:

terral

Esporo
Membro Novo
Descobri o mundo dos cubensis recentemente e, após uma experiência incrível com ingestão de B+, venho buscando aprender mais sobre o cultivo e uso sacramental dos cogumelos. Com técnicas de inoculação em PF TEK de arroz com vermiculita e ambientação do micélio em um casing com subtrato de húmus de minhoca e fibra de côco, em terrário com termostato, perlita, água e oxigênio umidificado por meio de um compressor de ar para aquários, estou conseguindo minha primeira safra de strain TKSSS em pleno sertão pernambucano. O forúm me ajudou a tirar muitas dúvidas. Fico feliz de poder partilhar aqui algumas informações e adquirir mais conhecimento.​
Abaixo estão imagens do primeiro processo de inoculação que realizei, bem como do terrário já montado, dos primeiros frutos que estão vindo com força total e de um pedaço contaminado que depositei em um vaso com fibra de côco na área de sol da casa. Estão brotando!​
saudações eldar, observando seu terrário fiquei curioso com relação ao uso de seu termostato! pelo fato da sua região ser de clima quente !!!aqui em minha região no litoral do PI o clima também é quente e a grande barreira é contornar a temperatura ,venho fazendo isso com baterias de gelo...seu casing tem desenvolvido bem com o uso do termostato!?...fiquei na duvida pois esse recurso tem sido usado por cultivadores de clima frio!.
 

Eldar

Esporo
Membro Novo
saudações eldar, observando seu terrário fiquei curioso com relação ao uso de seu termostato! pelo fato da sua região ser de clima quente !!!aqui em minha região no litoral do PI o clima também é quente e a grande barreira é contornar a temperatura ,venho fazendo isso com baterias de gelo...seu casing tem desenvolvido bem com o uso do termostato!?...fiquei na duvida pois esse recurso tem sido usado por cultivadores de clima frio!.
Olá, Terral!

Exato. Usei a técnica do resfriamento com um saco de água congelada em um terrário artesanal que improvisei com sacolas de plástico e papelão. Porém, percebi que o micélio ficou muito mais sadio sem a presença desse gelo que, na minha opinião, parece ressecar o micélio (apenas uma suposição...).. Com o termostato em 20º ou 22º, consigo deixar o terrário em uma média de 27 a 29º. O que tem gerado boas e frequentes colheitas. Para nós, de clima quente e seco, acho que essa é a solução ideal. Vale o investimento, irmão.
 
Superior