Quais melhores métodos para curar depressão e ansiedade ?

Améliazinhas2

Esporo
Membro Novo
Não tenho diploma de medicina, e nem faço a mínima questão de ter.

E então quer dizer que você acredita em quem tem diploma de medicina? Bom, pelo menos você reconhece que está apenas acreditando nos outros. E o que lhe garante que os outros não estão, consciente ou inconscientemente, mentindo para você?

No final das contas, é bom mesmo que você não acredite em mim, embora não adiante nada não acreditar em mim mas em compensação acreditar em outros. A coisa mais sábia que cada um pode fazer é não acreditar em ninguém, mas descobrir por si mesmo qual é a verdade.



Eu já disse: eu não sou pessimista, eu sou realista.



De fato, há vários médicos e cientistas que estudam o cérebro por acharem que, conhecendo a fundo esse órgão, eles vão poder criar e receitar a substância química perfeita para fazer o ser humano feliz.

Obviamente eles só fazem isso porque eles mesmos não sabem o que de fato é felicidade. Qualquer mudança na química cerebral não vai gerar uma felicidade verdadeira e profunda, mas apenas um temporário prazer físico e/ou mental.

Se uma pessoa depende de uma substância química para ser feliz, obviamente ela não é feliz, pois onde há dependência não pode jamais haver felicidade, mas somente medo – no caso, medo de não ter a substância química, medo de perder a substância química. E se uma pessoa depende de uma droga para ser feliz, ela se torna escrava da droga. E pode haver felicidade onde há escravidão?

Além do mais, o cérebro é uma coisa, e é da própria natureza do que é coisa mudar e chegar ao fim. Se uma pessoa tenta ser feliz mantendo o seu cérebro num determinado estado, ela só vai experimentar frustração, já que, por mais que ela se esforce e por mais que a ciência avance, elas jamais conseguirão ter total controle sobre o cérebro e evitar as mudanças que nele ocorrem. A propósito, é por isso que os cientistas estudam as coisas: porque querem ter algum controle sobre elas, e eles querem controlar as coisas porque acham que desse modo a vida do ser humano se tornará mais fácil e menos infeliz e insuportável.

E os cogumelos não podem fazer ninguém feliz porque eles não vão até a raiz da infelicidade, que é o fato de que nós pensamos ser algo que nós não somos. Por mais que uma pessoa use cogumelos, seja em microdoses ou em doses altas, ela continua acreditando e tendo a sensação de que é um indivíduo, e, enquanto ela achar que é um indivíduo, ela sempre se sentirá limitada, incompleta, insatisfeita e ameaçada, e, portanto, sua vida continuará sendo apenas dor, sofrimento, miséria, angústia, agonia, desespero, frustração, pânico, preocupação, aflição, horror, desgraça, decepção... Superficialmente ela pode até se sentir bem por um curto período de tempo, mas profundamente sempre haverá um sentimento subjacente de medo e de que algo está faltando.
Bom, não li tudo porque ninguém merece, ne. Mas sobre oque li, eu acredito nos médicos porque tudo oque dizem tem embasamento científico, e eu acredito na ciência pois ela já provou ser verdadeira. Se você sente dor, vai ao médico, ele te examina e diz oque tem, te da um remédio e você sara. Foi uma mentira? Foi algo inventado? Foi uma conspiração? Para ne anjo, vamos viver no mundo real. Foguetes, aviões, curas de doenças, como você tem a audácia e a ignorância de me questionar sobre acreditar na ciência e não em você? Sabe oque percebi? É que você se acha muito superior, sei que dói ouvir e talvez você nunca mude ou reconheça. Todo mundo do fórum que te contrapôs, com argumentos baseados em fatos você simplismente não aceitou, não relevou. Como se você fosse algum fodão que soubesse de tudo. Spoiler: você não sabe. Os cogumelos podem ajudar as pessoas a se reestabilizarem, ninguém falou sobre "felicidade verdadeira, ficar feliz pra sempre" isso não existe mesmo, estamos falando sobre depressão e ansiedade, duas DOENÇAS. Mas se o fodão ai se acha melhor e superior a ciência, religião, quem sou eu pra discutir com você, não é mesmo? Até porque seria perda de tempo, você é orgulhoso de mais pra aceitar as coisas mesmo que estejam de baixo do seu nariz, eu que não perco meu tempo mais dialogando com o "ser superior" ai. E outra, se não acredita nos cogumelos, oque ainda faz aqui? Para de querer passar raiva cara, estresse faz mal. MAS É CLARO QUE ISSO É BASEADO EM CIÊNCIA, NÃO QUER DIZER QUE É VERDADE, VIU? É isso queridão, até nunca mais, fuma uma macoinha ai pra ficar de buenas, tá precisando, MUITO.
 

morpheu

Primórdia
Membro Ativo
Aposto que leu.

Mas sobre oque li, eu acredito nos médicos porque tudo oque dizem tem embasamento científico, e eu acredito na ciência pois ela já provou ser verdadeira. Se você sente dor, vai ao médico, ele te examina e diz oque tem, te da um remédio e você sara.
O problema dos médicos e cientistas é achar que se acaba com o sofrimento psicológico da mesma forma que se cura uma doença fisiológica, como se o sofrimento humano fosse um problema técnico e pudesse ser resolvido por terceiros.

Os cientistas ficam estudando o cérebro para descobrir como esse órgão está quando a pessoa está feliz e como ele está quando ela está triste porque esperam desse modo desenvolver uma técnica que faça o cérebro ficar no estado que fica quando a pessoa está feliz, como se isso fosse tornar alguém feliz. É óbvio que isso não dá certo; se desse, a humanidade não estaria nesse sofrimento interminável em que está. O máximo que a ciência consegue é mascarar o sofrimento, e não por muito tempo.

E nada do que a ciência diz é verdadeiro num nível absoluto. No máximo, é verdadeiro num nível relativo, o que é a mesma coisa que ser falso. E às vezes nem mesmo num nível relativo ela consegue ser verdadeira, tanto é que às vezes você está doente, vai ao médico, ele lhe passa um remédio e isso não lhe cura; ou você vai a um médico e ele lhe diz uma coisa, e depois você vai a outro médico que lhe diz outra coisa totalmente diferente (o que indica que um dos dois – ou os dois – está mentindo).

Para ne anjo, vamos viver no mundo real.
O que é o mundo real?

Foguetes, aviões, curas de doenças, como você tem a audácia e a ignorância de me questionar sobre acreditar na ciência e não em você?
Eu não pedi para você acreditar em mim. Pelo contrário, eu disse que é bom que você não acredite em mim.

O fato de a ciência conseguir construir foguetes e aviões e descobrir curas de doenças não prova que o que ela diz é verdade, prova apenas que ela consegue construir foguetes e aviões e descobrir curas de doenças. Aliás, desde quando a verdade tem alguma relação com utilidade prática? A verdade em si não possui nenhuma utilidade prática.

E em momento algum eu questionei a utilidade prática da ciência. Aliás, isso é precisamente a única coisa que se pode elogiar na ciência: ela tem utilidade prática. Mas até mesmo nisso é preciso fazer ressalvas, já que boa parte dessa utilidade prática é usada para a nossa própria autodestruição.

Sabe oque percebi? É que você se acha muito superior, sei que dói ouvir e talvez você nunca mude ou reconheça. Todo mundo do fórum que te contrapôs, com argumentos baseados em fatos você simplismente não aceitou, não relevou. Como se você fosse algum fodão que soubesse de tudo. Spoiler: você não sabe.
Se eu me acho superior ou não, que diferença isso faz no que está sendo debatido? Atente-se ao que eu digo, e não a mim.

você é orgulhoso de mais pra aceitar as coisas mesmo que estejam de baixo do seu nariz
O que exatamente está debaixo do meu nariz e eu não aceito? Que os cogumelos podem tratar e curar a depressão? Bom, uma pessoa só quer acabar com a depressão porque a depressão é em si sofrimento. E o que está debaixo do meu nariz é justamente que os cogumelos não conseguem acabar com o sofrimento de uma pessoa. Ela pode até falar que os cogumelos lhe curaram da depressão, mas ela continua sofrendo mesmo assim, com a única diferença de que ela não chama mais esse sofrimento de “doença” e “depressão”. Ou seja, ela apenas trocou seis por meia dúzia.

E outra, se não acredita nos cogumelos, oque ainda faz aqui?
Por que a pergunta? Minha presença lhe incomoda?

fuma uma macoinha ai pra ficar de buenas
Não.
 
Superior