Completo 1o. Cultivo - Strain GT - PF TEK

fff

Hifa
Membro Ativo
Hoje dia 02/06/2020, tive a satisfação de por em prática uma parte do conhecimento, fascinante, sobre o cultivo de cogumelos. A possibilidade de explorar minha curiosidade científica associada a busca de auto conhecimento e evolução, me motivou a iniciar essa jornada.

Apesar de ser iniciante e advertido sobre os riscos de improvisar antes de adquirir alguma experiência, comecei fazendo uma adaptação que, de acordo com a literatura que li, não seria o ideal, mas mesmo assim me permiti fazer essa mudança. Utilizei uma panela de pressão elétrica para esterilizar o substrato, que de acordo com a especificação que encontrei na internet só chega a 12 psi de pressão, o que é inferior aos 15 psi indicados na maioria da literatura que tive acesso.

Sem mais demoras vamos ao diário de cultivo.
———
==================
DIÁRIO DE CULTIVO
==================

STRAIN: Golden Teacher (GT)
PROCEDÊNCIA: Seringa Internet

---------------------------------------------
SUBSTRATO PARA COLONIZAÇÃO:
---------------------------------------------
(X) PF TEK (2V + 1FAI + 1A)
Selo com Vermiculita
(X) Sim ( ) Não

Método de preparação e esterilização do substrato:
Substrato foi misturado em uma bacia e depois distribuído em diversos recipientes: copos de vidro de whiskey, copo de vidro de geleia de mocotó, depósitos plásticos PP.

Todos foram esterilizados em panela de pressão elétrica por 90min.

1591146984252.jpeg
1591147016069.jpeg
1591147057929.jpeg
1591147097953.jpeg

-------------------------------------------------
INOCULAÇÃO: Data 02 / 06 / 2020
-------------------------------------------------
(X) Seringa Multiesporos
( ) Cultura Líquida
( ) Outro: _________________

GloverBox?
( ) Sim (X) Não

1591147232698.jpeg
1591147265131.jpeg
1591147300303.jpeg
1591147359982.jpeg
1591147412859.jpeg
Substrato 100% colonizado Data ___ / ___ / ____
(inserir foto)

---------------------
FRUTIFICAÇÃO:
---------------------
Data do surgimento do PIN: ___ / ___ / ____
Temperatura do Terrário ________ °c
Humidade ________

FLush Data da colheita ___ / ___ / ____
Rendimento:________________________
Procedimento após colheita:
(Descrever detalhes, e inserir fotos)

Flush
Data do surgimento do PIN: ___ / ___ / ____
Data da colheita ___ / ___ / ____
Rendimento:________________________
Procedimento após colheita:
(Descrever detalhes, e inserir fotos)

3° Flush
Data do surgimento do PIN: ___ / ___ / ____
Data da colheita ___ / ___ / ____
Rendimento:________________________
Procedimento após colheita:
(Descrever detalhes, e inserir fotos)
———
 
Última edição:

mysticgrower

Hifa
Membro Ativo
Tá bonito! Tens tudo para dar certo.
É muito bom botar em prática e colher os resultados do trabalho.
Quanto a pressão da panela, embora não seja 15psi como vejo nos guias gringos e ate mesmo aqui, as panelas de pressao comum chegam a 80Kpa o que equivale a esses 12psi da panela elétrica e é o que o povo amador mais usa... então resultados positivos é o que nao falta para essa pressão. Aqui tenho 3 panelas comuns e todas sao de 80KPa
 

fff

Hifa
Membro Ativo
Tá bonito! Tens tudo para dar certo.
É muito bom botar em prática e colher os resultados do trabalho.
Quanto a pressão da panela, embora não seja 15psi como vejo nos guias gringos e ate mesmo aqui, as panelas de pressao comum chegam a 80Kpa o que equivale a esses 12psi da panela elétrica e é o que o povo amador mais usa... então resultados positivos é o que nao falta para essa pressão. Aqui tenho 3 panelas comuns e todas sao de 80KPa
Boa notícia sobre a pressão da panela elétrica. Realmente o recomendado são 15psi, escrevi 14 no primeiro texto vou editar e corrigir. Utilizei aprox 6 ml para os 7 potes, espero ter sido suficiente, preferi guardar metade da cultura, vai que não da certo ainda tenho uma segunda change. Hj chegou um carimbo de esporos da strain white fever. Estou em dúvida de espero ver os resultados desse primeiro ou já começo a fazer o segundo e coloco todos juntos no terrário.

Gostaria de depois de algum tempo manter um ciclo constante, tendo exemplares diversos em vários estágios diferentes.
 

Poeiraviva

Hifa
Contribuidor
Dale irmão! Eu metia tudo junto mesmo rsrs a menos que vc queira tirar ununcarimbos. Dica: Já que sobrou essa cultura líquida vc podia multiplicar ela com soro glicosado.
 

fff

Hifa
Membro Ativo
Dale irmão! Eu metia tudo junto mesmo rsrs a menos que vc queira tirar ununcarimbos. Dica: Já que sobrou essa cultura líquida vc podia multiplicar ela com soro glicosado.
Acho que vou colocar mesmo os dois tipos juntos. Não entendi quando você falou: “A menos que você queira tirar uns carimbos”. Poderia explicar? Se colocar as duas espécies juntas impede ou atrapalha para tirar carimbos depois?
Valeu a dica do soro glicosado, vou ler agora o post e provavelmente irei fazer em breve.
 

Poeiraviva

Hifa
Contribuidor
Acho que vou colocar mesmo os dois tipos juntos. Não entendi quando você falou: “A menos que você queira tirar uns carimbos”. Poderia explicar? Se colocar as duas espécies juntas impede ou atrapalha para tirar carimbos depois?
Valeu a dica do soro glicosado, vou ler agora o post e provavelmente irei fazer em breve.
Ao fazer o carimbo vc quer a menor taxa de contaminantes e isso inclui outras strains. Se eles esporularem no mesmo ambiente é possível que um contamine o outro. Por exemplo: vc vai fazer um carimbo de white fever só que eles estavam em um mesmo ambiente com Australian. Possivelmente vão ter esporos de australian no seu carimbo. Se os de australian colonizarem e os wf não, vc então tem um suco de tamarindo sabor uva.
 

fff

Hifa
Membro Ativo
Ao fazer o carimbo vc quer a menor taxa de contaminantes e isso inclui outras strains. Se eles esporularem no mesmo ambiente é possível que um contamine o outro. Por exemplo: vc vai fazer um carimbo de white fever só que eles estavam em um mesmo ambiente com Australian. Possivelmente vão ter esporos de australian no seu carimbo. Se os de australian colonizarem e os wf não, vc então tem um suco de tamarindo sabor uva.
Entendi. Acho que vou deixar os carimbos para uma segunda fase. Pensando aqui qual a melhor maneira de guardar os GT pra tirar carimbos depois, se faço cultura líquida e guardo na geladeira ou guardo a seringa de esporos. Qual dura mais tempo guardada? O que vcs fariam? Pq o terrário e relativamente grande 67L então da pra por bastante bolo pf lá.
 
Última edição:

Poeiraviva

Hifa
Contribuidor
Entendi. Acho que vou deixar os carimbos para uma segunda fase. Pensando aqui qual a melhor maneira de guardar os GT pra tirar carimbos depois, se faço cultura líquida e quarto na geladeira ou guardo a seringa de esporos. Qual dura mais tempo guardada? O que vcs fariam? Pq o terrário e relativamente grande 67L então da pra por bastante bolo pf lá.
Com toda certeza o carimbo vai durar mais! A cultura e a seringa de esporos tem uma vida útil bem menor. Não tenho como dizer com certeza absoluta em números (meses). Carimbos podem durar até 2 anos no máximo se armazenados em condições adequadas.
 

fff

Hifa
Membro Ativo
Hoje foi dia de realizar upgrade na incubadora. Ela ganhou um termostato e um aquecedor de aquário de 20w que foi colocado dentro de uma garrafa plástica de 1L. Está programado para começar a aquecer a 28 graus e desligar quando a temperatura ambiente da incubadora chegar a 30 graus.

Segue fotos.

1591393035241.jpeg

1591393114214.jpeg
Alguns fios ficaram pequenos, depois vou arrumar a estética, esconder um pouco esses fios, grudar com fita dupla face etc.

Para a turma mais experiente, gostaria de dicas sobre a temperatura ideal.

Abraços e bons cultivos.
 
Última edição:

fff

Hifa
Membro Ativo
Tenta deixar a temperatura entre 23 e 26. Aqui em casa, pelo menos, abaixo dos 20 o micélio sofre pra desenvolver e o volume dos cogus vem bem reduzido. Nunca testei em temperaturas acima, então, nem opino. Abração.
Aqui não fica abaixo de 20 rsrs, pra deixar entre 23 e 27 nem precisaria de aquecedor. Já tem 1hr que ele está acionado e só elevou a temperatura de 27 pra 28.2 e parou ai. Estou pensando que existem dois fatores aí, o aquecedor de 20w é fraco e a garrafa que usei tem um plástico muito grosso e deve está dificultando a transferência de calor. Pensando aqui como deixar o sistema mais eficiente. Trocar o recipiente por um plástico mais fino e talvez menor. Se não funcionar ou tento reduzir a incubadora pra um isopor menor ou troco o aquecedor por um mais potente. Estou fazendo testes e aprendendo um pouco de eletrônica pra servir de base quando for automatizar o terrário. Chegou junto um arduino e sensores de temperatura, humildade, etc. Meu objetivo é criar um terrário programável para criar as condições ideais. Sei que não precisa de tanta coisa, mas estou juntando minha paixão por aprender coisas novas de tecnologia com a micologia. Aprendendo simultaneamente as duas áreas. Vdc.

Atualizando ...

Foi só um mal contato rsrs, fui verificar as conexões e percebi um fio quase se soltando do termostato. Refiz a conexão e agora está funcionando como o esperado. Vou deixar de hj para amanhã nessa configuração de 28 a 30 graus. Sei que está no limite superior do recomendado para a temperatura, mas sempre tive a impressão que fungos se desenvolvem melhor em ambientes quentes, então vou manter nessa temperatura enquanto faço algumas pesquisas e vejo os conselhos da turma aqui. Obrigado pelos comentários e incentivo @Poeiraviva .
1591397926938.jpeg
 
Última edição:

Poeiraviva

Hifa
Contribuidor
Aqui não fica abaixo de 20 rsrs, pra deixar entre 23 e 27 nem precisaria de aquecedor. Já tem 1hr que ele está acionado e só elevou a temperatura de 27 pra 28.2 e parou ai. Estou pensando que existem dois fatores aí, o aquecedor de 50w é fraco e a garrafa que usei tem um plástico muito grosso e deve está dificultando a transferência de calor. Pensando aqui como deixar o sistema mais eficiente. Trocar o recipiente por um plástico mais fino e talvez menor. Se não funcionar ou tento reduzir a incubadora pra um isopor menor ou troco o aquecedor por um mais potente. Estou fazendo testes e aprendendo um pouco de eletrônica pra servir de base quando for automatizar o terrário. Chegou junto um arduino e sensores de temperatura, humildade, etc. Meu objetivo é criar um terrário programável para criar as condições ideais. Sei que não precisa de tanta coisa, mas estou juntando minha paixão por aprender coisas novas de tecnologia com a micologia. Aprendendo simultaneamente as duas áreas. Vdc.

Atualizando ...

Foi só um mal contato rsrs, fui verificar as conexões e percebi um fio quase se soltando do termostato. Refiz a conexão e agora está funcionando como o esperado. Vou deixar de hj para amanhã nessa configuração de 28 a 30 graus. Sei que está no limite superior do recomendado para a temperatura, mas sempre tive a impressão que fungos se desenvolvem melhor em ambientes quentes, então vou manter nessa temperatura enquanto faço algumas pesquisas e vejo os conselhos da turma aqui. Obrigado pelos comentários e incentivo @Poeiraviva .
Ver anexo 114019
Mano desculpa! Hahaha me confundi nos cultivos e achei que vc tava falando do terrário. Achei mto estranho. Mas ok a temperatura da incubadora entre 27 e 32 C°. Desculpa a viajada. Abração
 
  • Curtir
Reações: fff

fff

Hifa
Membro Ativo
Mano desculpa! Hahaha me confundi nos cultivos e achei que vc tava falando do terrário. Achei mto estranho. Mas ok a temperatura da incubadora entre 27 e 32 C°. Desculpa a viajada. Abração
Não por isso cara, então vai ficar de boa a incubadora ela deve variar entre 28 e 30.5. Agora quando for montar o terrário vai ser desafiador manter a temperatura abaixo de 26 graus. Mas o desafio foi aceito, vou a princípio tentar reduzir a temperatura com um umidificador ultrassonico e um cooler.
Show! Vou acompanhar para ir pegando as dicas para meu futuro cultivo... Estou só aguardando meu carimbo de esporos:love:
Compartilharei carimbos sem problema, só preciso ver como fazer aqui pois já vi que o fórum possui algumas regras quanto a isso.

👽🍄
 
Última edição:

fff

Hifa
Membro Ativo
Atualizado em 06/06/2020 8:50 GMT -3

Depois de passar a noite com temperatura controlada entre 28 e 30 graus decidi pegar o menor bolo para dar uma olhada. Feito em copo de geleia de mocotó 150ml. Fazem aproximadamente 82 hrs da inoculação, quase 3 dias e meio e já podemos ver sinais de que a colonização começou.

1591444866324.jpeg
1591444890731.jpeg
 
Última edição:

TryHard

Esporo
Membro Ativo
Ao fazer o carimbo vc quer a menor taxa de contaminantes e isso inclui outras strains. Se eles esporularem no mesmo ambiente é possível que um contamine o outro. Por exemplo: vc vai fazer um carimbo de white fever só que eles estavam em um mesmo ambiente com Australian. Possivelmente vão ter esporos de australian no seu carimbo. Se os de australian colonizarem e os wf não, vc então tem um suco de tamarindo sabor uva.
Ótima pontuação.
Não tinha parado para pensar nisso ainda!!
 

fff

Hifa
Membro Ativo
A magia começa ... 🍄
boa sorte nesse cultivo !
Obrigado.

Tirei rapidamente um dos bolos para ver como está se desenvolvendo. Fazem exatos 4 dias desde a inoculação 96 horas aproximadamente.
 

Anexos

Superior