Temporada de Caça de Amanitas 2015

Status
Fechado para futuras respostas.

AshtarSherry

CONEXÃO
Contribuidor
Então, galera, pelo fato de muitos amigos caçadores de amanitas já estarem encontrando vários exemplares expressivos, estou dando por ABERTA A TEMPORADA DE CAÇA. Conforme forem coletando, vão postando fotos e informações neste tópico. Desejo muito boa sorte a todos, colham e usem com responsabilidade, preservando os rings.
 

Anexos

MarkBenson

Hifa
Membro Novo
Olá, fiz minha primeira caçada de Amanitas, e acredito que tive sucesso. Só precisava da ajuda para identificação desses espécimes que coletei. Tem algum que aparenta não ser Amanita muscaria? O cogu roxo é só um bônus, nunca vi um cogu roxo ahhahaha. Tenho mais algumas dúvidas:
- Devo ingerir somente o píleo ou a estipe também? E o que fazer com a base, o copinho cheio de terra e micélio?
- Posso secá-los ao vento como costumo fazer com Pan cyan?
- Quanto à ingestão, chá ou in natura?
Obrigado!
 

Anexos

Última edição:

AshtarSherry

CONEXÃO
Contribuidor
Respondendo seus questionamentos:
1) A orientação geral é para ingerir o píleo e 1/3 superior da estipe, o resto não contém muscario.
2) Pode secá-los ao vento sim, só que é mais eficiente secá-los sob temperatura de ~70 graus, para transformar o ácido ibotênico em muscariol, aí sim dizem que fica bom!
3) Quanto a ingestão, creio que o ideal é comê-los quando estiverem bem secos e crocantes.
 

MarkBenson

Hifa
Membro Novo
Ok, vou secá-los no forno com fogo baixo então. Obrigado!
Mas e quanto aos espécimes? São todos Amanitas? Os indivíduos amarelos, por exemplo, tenho grande dúvida, devido à coloração, ausência de véu, presença dos típicos pontos brancos e por ter crescido junto à amanitas bem rubras.
 

AshtarSherry

CONEXÃO
Contribuidor
Esses espécimens amarelados podem ser A. Muscaria formosa, um variedade que é perfeitamente utilizável como o Ananita Muscariia miscaria
 

MarkBenson

Hifa
Membro Novo
Muito obrigado pelas informações Ashtar! Vou dar uma fatiada neles e levar ao forno. Acho que o fracasso daqueles que levaram ao forno é decorrente do exagero na temperatura e tempo que deixaram para secar. 200 graus e 7 horas? Óbvio que vai queimar as pequenas damas de vestido vermelho.
 

Ecuador

Artífice esporulante
Administrador
Acho que o fracasso daqueles que levaram ao forno é decorrente do exagero na temperatura e tempo que deixaram para secar. 200 graus e 7 horas?
Teve gente que deixou 2 horas a 160 graus e também resultou em fracasso.

Dizia o @Mortandello que essa história de forno é furada, e que acabou mencionada nos FAQs gringos por causa de um erro de tradução.
 

MarkBenson

Hifa
Membro Novo
Não confundiram 160 graus fahrenheit para celsius? Estou mantendo uma temperatura de 70-80 graus celsius aqui, deixando o calor somente passar pelos cogus fatiados, sem assá-los. Acho que o erro de tradução está na medida de temperatura. Acontece que a secagem por calor faz muito sentido, já que a descarboxilação ocorre em temperaturas relativamente altas à temperatura ambiente, no caso entre 70-90 graus celsius. "Mesmo caso" na fermentação de bebidas alcoólicas, é preciso de uma temperatura controlada (20-30 graus para que as leveduras não morram) para que a reação ocorra. Caso exceda, ferra todo processo de obtenção da bebida.
 
Última edição:

MarkBenson

Hifa
Membro Novo
Bem, acho que a secagem pelo forno funciona, pois comi uma quantidade dos cogus depois, lá pelas 2h30, e estou com tonturas e sedado até agora, 12h. Acreditava que não daria efeito nenhum, de repente me vi umas 4h15 travado na minha cama, suando frio, me contorcendo e salivando demais. Bastava mover um pouco a cabeça que o mundo me surrava, e bastava fechar os olhos que a minha mente endoidava. Nunca experimentei algo tão pesado e sinistro assim, q visualmente parecesse uma bebedeira muito forte e mentalmente um sonho pesado. Não tem palavras que descrevam melhor minha pira: sinistra e pesada. Mas só queria confirmar mesmo que a secagem no forno funciona. Deixei os cogus fatiados por 2 horas embaixo do grill fraco, com a porta aberta, com um termômetro medi 60 graus celcius. Depois estavam sequinhos, crocantes e radiantes. Resolvi comer "alguns" (em todas as primeiras vezes pego pesado, minha primeira pira com psilocibina foi com 14 cogus Pan cyan), o equivalente foi de 8 chapéus. Masquei na marra mesmo, os cogus são deliciosos, lembram um salgadinho. Fui jogar um GTA V, e comecei a me sentir mal do estômago, e o resto foi como descrevi antes. Não sei se eu estava mais envenenado do que entorpecido, mas vivo e mentalmente são estou.
 

AshtarSherry

CONEXÃO
Contribuidor
O pessoal tem caçado mtas Amanita o rodo, e olha que ainda não estamos no Solstício de Inverno, dia 21/06/15, aí sim que a frutificação deve ser farta. Eu tive somente uma experiência com amanis, no ano passado. Fiz um escambo de cubensis com amanitas, de uma amiga que havia feito uma boa caçada. Eles estavam desidratados, comi 3 amanitas médias, em torno de 25g. A experiência foi simplesmente terrível. Primeiro que o sabor das amanis foi o pior sabor que eu já senti na vida, vontade de vomitar a cada mordida. Depois de alguns minutos senti um enjoo e desconforto gástrico muito grande, e logo a seguir um sono arrasador que me jogou na cama, onde apaguei até as 10h do dia seguinte. Ressalva, eu costumo levantar às 6h no máximo, em condições normais. Acordei ainda enjoado e com o estômago virado, sem qualquer lembrança de qualquer vivência psiconautica. Só fui melhorar no dia seguinte kkk. Fiquei traumatizado com relação a amanitas, as que ingeri foram veneno puro, creio que nada de muscariol.

Estas foram as que ingeri.
2014-10-11 20.11.57.jpg
 

MarkBenson

Hifa
Membro Novo
Depois de alguns minutos senti um enjoo e desconforto gástrico muito grande, e logo a seguir um sono arrasador que me jogou na cama, onde apaguei até as 10h do dia seguinte. Ressalva, eu costumo levantar às 6h no máximo, em condições normais. Acordei ainda enjoado e com o estômago virado, sem qualquer lembrança de qualquer vivência psiconautica.
Rapaz, me lembro de apenas algumas visões doidas, o resto foi também esquecido pelo fato que apaguei. Minha primeira vez com psilocibina foi muito gostosa e divertida, mas isso que me ocorreu não foi nem um pouco divertido ou gracioso, mas não chegou a ser uma bad. Me senti travado no transe, assim como nos relatos de rituais xamânicos, nos quais o xamã dança e toca o tambor com fervor por 15 minutos, e depois cai travado no chão, entrando num transe psicodélico e visita outros planos. Se isso é o que oferecem as Amanitas, vou esperar um bom tempo para experimentar de novo, que parada pesada. Próxima vez vou trabalhar mais na ambientação e me preparar melhor psicologicamente, foi o que talvez faltou, subestimei o poder da Amanita.
 

AshtarSherry

CONEXÃO
Contribuidor
Neste ano pretendo ir à caça, e preparar eu mesmo as amanis que encontrar. Pretendo experimentar novamente porque não creio que amanis sejam somente venenosas, o que precisam é de um tratamento adequado antes de ingeri-las, um método seguro para transformar o ácido ibotênico em muscariol. Não é possível que estes cogumelos tão conhecidos e reconhecidos como psicoativos sejam apenas tóxicos. Veremos, veremos.
amanita_ring.jpg
 

AshtarSherry

CONEXÃO
Contribuidor
Parece que os caçadores de Amanita são poucos por aqui, ou então não estão querendo compartilhar suas caçadas. Acontece que eu fiz um escambo com amigo do Sul, e recebi dele duas coisas preciosas. Um pote com 20g de flocos de amanita bem desidratados, e um carimbo de esporos de Amanita. Com os flocos eu pretendo fazer Ambrosia, que pelo que ando estudando nada mais é do que uma cultura líquida por clonagem dos flocos em suco de uva. Espero ter sucesso. Agora, eis a questão: o quê eu faço com os esporos? Seria conveniente tentar um cultivo indoor com substrato de "chão de pinnus", será que tento fazer CL multiesporos, ou seria preferível tentar um outdoor lançando um spray de solução de esporos num pinheiral formado? I need your help, please!
2015-06-21 12.12.04.jpg
 

Ecuador

Artífice esporulante
Administrador
Com os flocos eu pretendo fazer Ambrosia, que pelo que ando estudando nada mais é do que uma cultura líquida por clonagem dos flocos em suco de uva.
Que eu me lembre um dos poucos a relatar sucesso com ambrosia foi o @Pitbull.


Quanto ao que fazer com os esporos não sei, Sherry. Cultivos de amanita não rolam. Os pinheiros são necessários. Mas se vai dar certo espalhar os esporos entre os pinheiros é uma incógnita. Além disso provavelmente levariam anos para frutificar, se funcionasse.

Creio que o mais garantido seria germinar sementes de pinheiros em uma solução de esporos. Acho que a simbiose tem que se formar desde cedo.
 

tupy

★ vento sul ☆
Administrador
Agora, eis a questão: o quê eu faço com os esporos? Seria conveniente tentar um cultivo indoor com substrato de "chão de pinnus", será que tento fazer CL multiesporos, ou seria preferível tentar um outdoor lançando um spray de solução de esporos num pinheiral formado? I need your help, please!
Ver anexo 80809
Até hoje, nenhum ser humanos na Terra conseguiu reproduzir amanitas manualmente. Não adianta, faz parte da magia delas.

Neste ano pretendo ir à caça, e preparar eu mesmo as amanis que encontrar. Pretendo experimentar novamente porque não creio que amanis sejam somente venenosas, o que precisam é de um tratamento adequado antes de ingeri-las, um método seguro para transformar o ácido ibotênico em muscariol. Não é possível que estes cogumelos tão conhecidos e reconhecidos como psicoativos sejam apenas tóxicos. Veremos, veremos.
Ver anexo 80054
Opa... vamos referenciar as fotos de terceiros!
 
M

Mauricio

Visitante
Recebi um carimbo AMANITA de um amigo, alguns anos atras, porque queria testar uma ideia, mas infelizmente, ocupado com cultivos de PC deixei guardado e nao utilizei.
Fiquei frustado, porque nao levei a ideia de cultivo adiante.
 

Arcturus

Cogumelo maduro
Membro Ativo
Agora, eis a questão: o quê eu faço com os esporos?
Eu sinceramente não arriscaria essa ideia de flocos de amanita em suco de uva, isso pode ser muito arriscado pondo em risco a saúde, pode ser que desenvolva algum fungo não desejado e que venha a ser até confundido com amanita, sem contar que a coloração do suco de uva esconda algo maligno hehe.

Minha recomendação para quem pensa em se aventurar no Ambrosia é clonar um pin ou iniciar por esporos e prosseguir em petri com isolamento.
 
Última edição:
Status
Fechado para futuras respostas.
Superior