Importante HPPD - desmembrado de: Receita de São Terêncio McKenna

.Gabiru

Cogumelo maduro
Membro Ativo
É, 11 cogus mais arruda é uma dose compatível com o que eu tomei, duas mãozadas cheias de Mex secos, sei lá quanto tinha, umas 10, 20 g e eram os mais potentes que eu já tive, 2 ou 3 secos já fazia um bom efeito nos amigos.
nos primeiros dias eu tive a tremedeira na visão tbm, o rosto das pessoas tremia, como se tivesse dando interferência entre as dimensões, e lembro que era exatamente o que eu pensava, que minha mente estava dividida entre as duas dimensões, aqui e lá, e que era só questão de sintonizar melhor o canal daqui. Que pira! A sua descrição da visão periférica é perfeita, exatamente isso.

Bom cara, na real depois dessa eu nao tomei mais nenhuma dose considerável de cogu, sinto que naquele ano tomei cogu por uns 10 anos e realmente nao sinto vontade de tomar por enquanto. foram 4 trips em 2 ou 3 meses sendo a ultima essa mais forte, e foi suficiente para umas mudanças profundas que ainda hoje estou assimilando. Voltarei a tomar só quando surgir necessidade ou vontade mesmo, nao tenho mais nenhuma freqüência de uso.

Se fosse aconselhar alguém, coisa que nao faço, diria para seguir a sabedoria dos velhos cogumeleiros, e tomar 1 ou 2 vezes por ano de boas doses nos momentos certos. Mas eu mesmo nao sigo isso, cadumcadum.

Valeu, legal falar com alguém que tbm dessintonizou da FM da realidade por uns tempos.

Gira o dial aí meu chapa!
 

PsilocybeJulio

Primórdia
Membro Novo
Pode crer, eu também ja não vejo necessidade de tomar cogu, vontade eu tenho, porque acho além de útil, uma sensação deliciosa, porém não se deve somente a sensações boas nossa querida psilocibina.

nos primeiros dias eu tive a tremedeira na visão tbm, o rosto das pessoas tremia, como se tivesse dando interferência entre as dimensões, e lembro que era exatamente o que eu pensava, que minha mente estava dividida entre as duas dimensões, aqui e lá, e que era só questão de sintonizar melhor o canal daqui. Que pira!
Pode creeeeer, eu também fiquei nessa pira, de achar que estava ligado a duas dimensões e que era só questão deu sintonizar-me melhor aqui nessa dimensão, ahahahaha muita loucura. Eu andei pesquisando sobre esse fenômeno e tem nome, HPPD. Pelo o que eu estava lendo é uma doença não tão comum que se adquiri após uma superdosagem, uma badtrip ou até mesmo uma simples trip mas que faz uma mudança drástica no seu ponto de vista, lhe causando de alguma forma, ansiedade. O que acontece é que os neurônios responsáveis pela visão, ficam super-estimulados dando assim a sensação de estar tendo alucinações visuais, como se fossem falsas alucinações, porém persistentes. http://www.erowid.org/psychoactives/health/hppd/hppd_faq.shtml Nesse link tem um bom questionário sobre esse assunto que é tão interessante quanto preocupativo para pessoas que ainda não aceitam essas visões ou falsas visões.


Realmente seu conselho de tomar 1 ou 2 vezes no ano é válido. Porque uma trip intensa com cogumelos pode valer para uma vida inteira, por isso não tem sentido abusar.

Vamos que vamos e sem preocupações, é só mais uma parte do ensinamento do chapeludo, ser compulsivo faz mal a saúde (y)

fica na paz irmão!!! abraço!
 

Psico_cyber

A whole universe in my mind
Membro Ativo
PsilocybeJulio, e ai parcero... como anda sua visão periférica. Abraço
 

PsilocybeJulio

Primórdia
Membro Novo
Salve Psico_cyber, minha visão periférica está engraçada viu cara, eu estou meio que aprendendo a controlar, quando fumo, fica muito intensa, porém eu evito percebela ou pensar nela, ela passa, se eu quero vêla, ela volta. Eu deixo a visão desfocada propositalmente e ela começa a ganhar os movimentos periféricos, é incrível. nao está me atrapalhando e quando estou focado em outra coisa, por exemplo trabalhando, eu não a percebo. HPPD é um estimulo natural dos neurônios da visão; é como desfocar a visão para ver as luzes da cidade com mais brilho, ou como ficar vesgo pra ver as coisas desfocadas, só que involuntariamente. Agora, se eu for tomar cogumelo, ela vai voltar intensamente e meio que ''sem controle'' por uns 3 dias pelo menos, eu ja fiz o teste. E cores eu ja nao vejo mais, ainda bem =) Abraço
 

Psico_cyber

A whole universe in my mind
Membro Ativo
Beleza PsilocybeJulio, melhoras meu amigo! Nos mantenha informado! Valew
 

PsilocybeJulio

Primórdia
Membro Novo
Lógico, sempre. Isso é muito importante, hppd é uma síndrome ainda pouco conhecida. Todo os relatos de sintomas é muito importante, pelo menos pra mim é e me ajuda muito a ficar despreocupado
 

PsilocybeJulio

Primórdia
Membro Novo
Que saudade dessa comunidade pessoal, tenho tanta coisa pra relatar sobre meu HPPD, pena que estou sem tempo, trampando, namorando, voltei a ser gente, sai da deprê que eu estava, graças aos benditos chapeludos. Mas quando tiver a primeira oportunidade venho relatar. São muitos detalhes minúsculos na minha visão, que vou levar certas linhas para descrever, é muito legal ao mesmo tempo que é horrível ter essa porra! =x Saudade!!! Abraços e beijos
 

SladeAbdala

Carimbador Maluco
Membro Ativo
Que saudade dessa comunidade pessoal, tenho tanta coisa pra relatar sobre meu HPPD, pena que estou sem tempo, trampando, namorando, voltei a ser gente, sai da deprê que eu estava, graças aos benditos chapeludos. Mas quando tiver a primeira oportunidade venho relatar. São muitos detalhes minúsculos na minha visão, que vou levar certas linhas para descrever, é muito legal ao mesmo tempo que é horrível ter essa porra! =x Saudade!!!
Relaxa, logo você se acostuma. Meu HPPD já tem mais de 10 anos. Diminui com o tempo, mas volta forte apos cada exp.
Acredito que meu Hppd tenha algo a ver com outros tipos de abusos que tive no passado.
 

PsilocybeJulio

Primórdia
Membro Novo
Perfeito @SladeAbdala . Eu também acho que o meu também provem disso, abusos do passado.

Estava reparando um dia desses, os detalhes mais pequenos que podia ver na parede do meu quarto. Ela é toda empipocada, acho que talvez devido as infiltrações. Isso com certeza me ajudou a conseguir ver os minúsculos detalhes. Eu via riscos, pequenos riscos, na horizontal, vertical e na diagonal, todos com menos de 1cm acredito, e eles estavam enfileirados, como se estivesse vendo na parede os fundos dos desenhos do Alex Grey, mas não na parede toda, somente no campo que eu focava a visão. E me afastando um pouco da parede, vi que esses pequenos riscos é o que formavam as letras que eu vejo na parede, dai sim via na parede toda,varias letras enfileiradas, geralmente a letra repetida, exemplo ''AAAA" , "AlAlAlAl'' ''NNN'' ''EEEE'' ... e por ai vai.

O engraçado é que quanto mais atenção você da aos detalhes, você descobre outros, que sempre estiveram ali mas você não via. Porque essas letras que eu vejo, realmente podem ser vistas, por alguem que não tem hppd, pois os minúsculos riscos na minha parede são verdadeiros, e o sequenciamento deles, visto de certa distancia, dão de fato os formatos das letras que vejo. Dá onde veio os riscos eu não sei, pode ter sido da espátula do pintor que pintou a parede. Ou da infiltração, e a marca da água foi esses riscos. Só sei que eu não os percebia antes do HPPD. Vejo também nas marcas das paredes de casa, que estão descascadas a pintura, formatos de pessoas, hoje mesmo vi um que nunca tinha visto na vida, um anão com um cachimbo na boca, nao é perfeitamente um anão, mas sim sua sinueta. e agora para sempre poderei velo, pois realmente aquele descascado parece a sinueta de um anão. Eu acho muito interessante e não tenho mais medo, me faz ver mais do que nunca, de que é isso que eu quero estudar. Vou prestar psicologia. hueheuhe Aprecie com moderação pra não birutar :ROFLMAO: SAUDADE DAQUI :unsure:

A e a propósito, os efeitos contras continuam, e estão piores. Tremedeiras no campo periférico da visão,
Sensibilidade a luz, Movimentos das letras enquanto leio, como se elas flutuassem dentro da água. É um incômodo, mas faz parte, isso mostra que ainda preciso concertar algumas coisas, em mim mesmo. LUZ
 
Editado por um moderador:

PsilocybeJulio

Primórdia
Membro Novo
Pessoal, ja faz uns 4 meses não sendo exato, que estou experienciando um HPPD, provido
de 4 cogumelos pequenos, finos e frescos do meu primeiro cultivo completo. Já tinha tomado cogu 20 ou mais vezes acredito, e mais alguns enteógenos, e nunca tinha me acontecido de desenvolver o hppd.
Hoje, agora, na minha concepção, é uma glória concedida dos cogus à mim.
Me sinto sendo auxiliado a cada dia pelo os cogus, e todos os maus atos ainda presente em mim, e os maus pensamentos também, me fazem lembrar do ensinamento dos cogumelos e do meu estudo espírita.

Eu simplesmente estou refletindo a cada dia, sobre minhas perversões mentais e físicas de ''n'' fatores da minha vida, e me julgando de modo que sempre me reconheço errado a maioria das vezes, e com isso tenho uma facilidade incrível de poder resolve-los e idealizar o bem.

Eu francamente ainda me sinto iluminado como na ultima experiência, com facilidade em entender as pessoas, qualquer leitura que seja dita (pois meu hppd me atrapalha muito a ler), uma incrível facilidade que me impressiona, logicamente não é uma coisa ''genial'' mas um auxilio bem considerável.

Portanto vejo que não estou sendo prejudicado consideravelmente pelo meu hppd, pois ele só é um incômodo na parte visual, me atrapalhando a manter o foco da visão e vendo as coisas ''flutuarem'' ,''tremendo'', mas só quando uso algum psicoativo, até café. Ou quando estou com sono. Portanto é facilmente adaptável, pois quando precisar ler alguma coisa, estudar, é só eu não fumar antes. Por isso vejo que ao invés de estar sendo prejudicado estou sendo auxiliado.

Eu já li em sites especializados em hppd, que os psicoativos só tendem a piorar o estado do hppd.
Assumo que o meu deu uma piorada nesses 4 meses, mas não em intensidade e sim em mais percepções alucinógenas que antes, no começo do hppd eu não percebia.
Alucinações de flutuações e até mesmo mudanças de cores em flash de segundos, percepção de minúsculos detalhes, sensibilidade extrema da luz, principalmente após acordar.
Mas isso não me atrapalha, só me faz entender cada vez mais, que preciso controlar
meus impulsos, minha ansiedade, meus vícios e hábitos, entendo cada vez mais que só melhorarei dos
maus sintomas do hppd, quando eliminar tudo isso que me faz mal. Aí sim a lição estará 100% compreendida. Assim quero, assim será.

Abraço a comunidade inteira, saudade dessa escola imaginária.
 

Premonisom

Artífice esporulante
Membro Ativo
Eu já li em sites especializados em hppd, que os psicoativos só tendem a piorar o estado do hppd.
Assumo que o meu deu uma piorada nesses 4 meses, mas não em intensidade e sim em mais percepções alucinógenas que antes, no começo do hppd eu não percebia.
Alucinações de flutuações e até mesmo mudanças de cores em flash de segundos, percepção de minúsculos detalhes, sensibilidade extrema da luz, principalmente após acordar.
Mas isso não me atrapalha, só me faz entender cada vez mais, que preciso controlar
meus impulsos, minha ansiedade, meus vícios e hábitos, entendo cada vez mais que só melhorarei dos
maus sintomas do hppd, quando eliminar tudo isso que me faz mal. Aí sim a lição estará 100% compreendida. Assim quero, assim será.

Abraço a comunidade inteira, saudade dessa escola imaginária.
Aconteceu comigo um quadro parecido.
Mas foi com a coca. Me meti em uma trip na presença de um pessoal estranho com papo esquisito...muitas conspiraçoes e choques emocionais fizeram com que eu ficasse com sequelas permanentes. Algo se abriu para nunca mais fechar. Parece que algo fisiológico e espiritual mudou desde então.

No começo foi terrível ter que suportar tudo amplificado...principalmente a audição. Durmia e acordava "louco", como que ouvindo tudo ao mesmo tempo, como em uma trip baixa de cogu ou lsd eterna. O mental também muito confuso, muitas cobranças e reflexões da minha vida toda.

Eu entrei em contato com o Dr. Dennis Mckenna relatando sobre tudo isso e ele me respondeu em resumo isso:
"…
Parece que você teve algumas experiências poderosas que podem ser, em parte, um presente (dom), e, em parte, uma maldição."


Hoje após pouco mais de um ano estou bem estabilizado. Me identifiquei com seu relato. Em breve penso em escrever com detalhes o que passei e como consegui transformar as coisas ruins em aprendizado.


Boa sorte ae no caminho irmão.
Paz.
 
Superior