FAQ da Experiência Psicodélica

DKrazy

Esporo
Membro Novo
Ficar em um quarto escuro com os olhos vendados é só para doses mais altas, no caso para os mais experientes, certo?
 

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
Ficar em um quarto escuro com os olhos vendados é só para doses mais altas, no caso para os mais experientes, certo?

Pode fazer em doses baixas também, se quiser ir mais fundo. Nos cogumelos, fechar os olhos é um potencializar dos efeitos. ;)

Eu particularmente não gosto de me forçar a ficar de olhos fechados. Prefiro abrir e fechar naturalmente durante o delírio do pico. Mas, quando quero reforçar a enteogenia caso os efeitos estejam apenas perceptuais, fecho os olhos e me transporto pra longe.

Por fim, como ressalvou o nobre @Salaam`aleik em uma de suas postagens, se vir alguma coisa feia de olhos abertos, não feche os olhos que ela vai ficar pior ainda kkk.
 

DKrazy

Esporo
Membro Novo
Tige
Pode fazer em doses baixas também, se quiser ir mais fundo. Nos cogumelos, fechar os olhos é um potencializar dos efeitos. ;)

Eu particularmente não gosto de me forçar a ficar de olhos fechados. Prefiro abrir e fechar naturalmente durante o delírio do pico. Mas, quando quero reforçar a enteogenia caso os efeitos estejam apenas perceptuais, fecho os olhos e me transporto pra longe.

Por fim, como ressalvou o nobre @Salaam`aleik em uma de suas postagens, se vir alguma coisa feia de olhos abertos, não feche os olhos que ela vai ficar pior ainda kkk.
Tive mh segunda trip ontem mas foi outra coisa... queria sentir oq senti na primeira, fiquei ansioso, tudo era ruim e foi tenso. Mas depois veio uma paz imensa e deixei fluir, relaxei e foi tão bom, não da pra querer brincar com isso. É uma coisa muito séria mas serviu pra mim me conhecer melhor. Resumindo foi incrível no fim!!
Tige

Tive mh segunda trip ontem mas foi outra coisa... queria sentir oq senti na primeira, fiquei ansioso, tudo era ruim e foi tenso. Mas depois veio uma paz imensa e deixei fluir, relaxei e foi tão bom, não da pra querer brincar com isso. É uma coisa muito séria mas serviu pra mim me conhecer melhor. Resumindo foi incrível no fim!!
E fiquei com os olhos abertos kkk me deixei levar, acho q vou sentir quando for pra consagrar um cubensisbde novo 🤗
 

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
4.c - Plano de voo
VOO
Fase​
COGU - Estimativa de tempo depois da ingestão​
LSD - Estimativa de tempo depois da ingestão​
Descrição​
Ignição
0 min​
0 min​
Normalmente os primeiros efeitos da droga são percebidos depois de 10 ou 20 minutos. Coisas estranhas e engraçadas podem surgir na sua mente. Pode se sentir muito relaxado ou querendo pular. Depois você pode sentir que está decolando pras estrelas, e avante.​
Aceleração
20 min​
45 min​
Aqui batem os efeitos físicos que eventualmente ocorram. Você pode evitar ou reduzir a náusea não comendo muito antes da viagem ou não se movendo muito durante essa fase. Vomitar é incomum mas já foi relatado; ter uma sacola pra vomitar nas primeiras viagens é uma boa ideia. Se você achar que seu corpo realmente não gosta de cogumelos, uma pílula contra enjoo antecipadamente deve ajudar. Mas não se importe muito com isso, mesmo que se sinta enjoado a náusea irá acabar rapidinho.​
Decolando
40 min​
60 min​
Começa o reino da experiência psicodélica; normalmente os primeiros sinais reais são simples alucinações com olhos fechados ou no escuro, pequenos pixels coloridos voando à volta, etc. Se alguém precisa ir ao banheiro, deve ser agora.​
Em órbita
1:10 h​
1:30 h​
Nessa hora os efeitos mais poderosos estão começando a aparecer. O corpo se sentirá pesado e sonolento.​
Pico
2 h​
3 h​
O pico da experiência. Normalmente bem incrível.​
Desaceleração
4 h​
5 h​
Nesse momento a pessoa irá começar a se relembrar dos conceitos da realidade normal e vai querer pegar algo pra beber e comer, ou conversar e se mover um pouco.​
Aterrisagem
6 h​
10 h​
A maioria dos efeitos desapareceram. É possível dormir.​
Realidade
12 h​
16 h​
Se você viajou de noite e dormiu após o fim da viagem, esse é o momento quando você se levanta… e as chances são de que você se sinta INCRÍÍÍÍÍÍÍÍVEL!​


É sempre uma boa ideia ficar junto com seu grupo, ou pelo menos parte dele, e trocar experiências. No dia seguinte e no posterior as pessoas vão tender a ficar mais interiormente focadas, ainda analisando o que elas acharam durante a viagem e a importância disso para elas. Mas após esse estágio inicial de análise, comparar experiências é bem útil.


(continua no post seguinte)

Gente, desculpa a demora. Finalmente atualizei a formatação da tabela de Plano de Voo para as novas codificações do editor do Xenfórum, e ela voltou a ser uma tabela ao invés de um monte de linha sem sentido. kkk

Me deu muita saudades do começo. Nos dois primeiros anos de psicodelia e enteogenia, sempre preparava essa tabela de plano de voo pra me localizar. Por exemplo:

Dosagem do cogumelo à meia-noite (00:00 horas):
Ignição​
(largada às) 00:00 h​
Aceleração​
(inicia às) 00:20 h​
Decolando​
(inicia às) 00:40 h​
Em órbita​
(inicia às) 01:10 h​
Pico​
(inicia às) 02:00 h​
Desaceleração​
(inicia às) 04:00 h​
Aterrisagem​
(inicia às) 06:00 h
(era quando considerava a experiência terminada)​
Realidade​
(chegada às) 12:00 h (meio-dia)​


Dosagem do cogumelo às 16 horas:
Ignição​
16:00 h​
Aceleração​
16:20 h​
Decolando​
16:40 h​
Em órbita​
17:10 h​
Pico​
18:00 h​
Desaceleração​
20:00 h​
Aterrisagem​
22:00 h
(experiência terminada)​
Realidade​
04:00 h​


Dosagem do cogumelo às 10 da manhã:
Ignição​
10:00 h​
Aceleração​
10:20 h​
Decolando​
10:40 h​
Em órbita​
11:10 h​
Pico​
12:00 h (meio-dia)​
Desaceleração​
14:00 h​
Aterrisagem​
16:00 h
(experiência terminada)​
Realidade​
22:00 h​



O que eu fazia era simplesmente preparar um papel com 2 colunas e 8 linhas. A primeira coluna com a fase e a segunda coluna com o horário previsto pro começo da fase, mais ou menos como está acima.

A fórmula geral é:
Ignição​
T (horário da dosagem do cogumelo)​
Aceleração​
T + 20 minutos​
Decolando​
T + 40 minutos​
Em órbita​
T + 1:10 hora​
Pico​
T + 2 horas​
Desaceleração​
T + 4 horas​
Aterrisagem​
T + 6 horas​
Realidade​
T + 12 horas​

Obs.: esses valores de tempo são uma estimativa com base em dosagem que não sejam cavalares, que podem aumentar bastante o tempo total. Da mesma forma, a forma de dosagem também pode acelerar a chegada do pico, como a ingestão por meio de chá. Enfim, diversos fatores podem influir nestes períodos, mas funcionam muito bem na grande média das experiências.

Ter essa tabela muitas vezes me dava uma noção clara de em que momento eu estava e o quanto ainda faltava, que era algo que gostava muito de saber no começo. Era um bom localizador e até redutor de ansiedade por saber que ainda chegaria no pico ("opa, ainda vai vir mais forte a força!"), ou que então ainda tinha bastante tempo de pico ("opa, ainda vamos ficar por aqui um bom tempo"), ou então que finalmente já estava desacelerando ("opa, até que enfim, deve dar pra começar a ver alguma coisa leve se eu quiser assistir").

Depois toda essa noção foi se tornando mais orgânica e hoje não escrevo mais o plano de voo, que já o tenho bem entranhado na minha mente e prática.

Bem, é isso, espero que ajude alguém.

Abraços a todos.
 
Superior