Teonanacatl

Aqui discutimos micologia amadora e enteogenia.

Cadastre-se para virar um membro da comunidade! Após seu cadastro, você poderá participar deste site adicionando seus próprios tópicos e postagens.

Esterco de gado - Experimentos com "Pasteurização solar"

Nabis

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/08/2009
Mensagens
84
Reputação
2
Pontos de reações
263
Pontos
71
Salve a todos, estou experimentando a técnica de usar o esterco de gado para fazer o bulk e gostaria de divulgar com vcs...

Primeiro teste:
- Esterco coletado no curral, já estava seco, porem depois que molhei senti um cheiro forte de amônia, por isso lavei ele bem e esperei secar. Depois molhei novamente para que ficasse úmido, mas não encharcado.
- Esterilizei o esterco na pp por 20 minutos dentro de um pote de sorvete fechado.
- Usei um copo pf-tek como spawn. para colonizar o esterco.
- Após 14 dias cobri o bulk com uma leve camada de vermiculita úmida e esterilizada na pp.
- Primeira colheita ocorreu 10 dias após e foi notado contaminante, possível trichoderma.
- Segunda colheita ocorreu 7 dias após a primeira e o trichoderma infestou tudo.
- Por fim, colhi aproximadamente 20 gramas de cogu:

11-04.jpg11-01.jpg11-0.jpg11-1.jpg11.jpg11-2.jpg


Segundo teste

- Dessa vez usei o mesmo esterco esterilizado mas misturei um pouco de vermiculita ao bulk e usei um pote de sorvete
- Rendeu 2 Flushs até agora, estou esperando o terceiro, mas o calor aumentou muito e a quantidade de abortos aumentou.
- Sem contaminantes até agora tbm.

12-0.jpg12.jpg12-1.jpg12-2.jpg


Terceiro Teste

- Aqui utilizei a técnica de "pasteurização" ao invés de esterilização: O esterco úmido ficou dentro de um saco plástico fechado tomando sol em um dia bem quente durante aproximadamente 4 horas. Foi notado que a temperatura dentro do saco estava muito quente. Mas como não tinha termômetro pra medir nem posso dizer ao certo.
- Usei dois copos pf-tek 100% colonizados como spawn. Após aproximadamente 14 dias o micélio havia colonizado bem, fiz uma camada de vermiculita úmida e esterilizada na pp por mais tempo dessa vez (50 min)
- Foi notado contaminante no primeiro flush...Começo a desconfiar que é nessa camada de vermiculita q estou colocando para pinar que o contaminante aparece.

15-001.jpg15-01.jpg15-3.jpg15-4.jpg


Quarto teste

- Dessa vez não usei vermiculita, ao invés disso acrescentei 1/4 de terra preta no esterco e fiz a "pasteurização" ao sol.
- Foi usado como spawn dois copos pf-tek 100% colonizados.
- 14 dias se passaram e está começando a pinar aqui, mesmo fazendo 40 graus de dia!

15-0.JPG15.jpg16.jpg

Continua....

(Coloquei em Casing, mas devia ter colocado em bulk, né?! Peço aos adm para mudar)

(ATUALIZAÇÃO)

3º flush do pote de sorvete

16-4.jpg16-1.jpg

1º flush do esterco com terra preta:

16-2.jpg
 

Anexos

  • 15-1.jpg
    15-1.jpg
    344.6 KB · Visualizações: 15
  • 15-2.jpg
    15-2.jpg
    351.5 KB · Visualizações: 10
  • 16-3.jpg
    16-3.jpg
    431.7 KB · Visualizações: 9
  • 16-5.jpg
    16-5.jpg
    398.4 KB · Visualizações: 14
Última edição:

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Cultivador Confiável
Cadastrado
14/04/2015
Mensagens
3,195
Soluções
1
Reputação
29
Pontos de reações
8,764
Pontos
49
começando a pinar aqui, mesmo fazendo 40 graus de dia

Você (rende no calor) e o @Cebolo (não precisa de muitos cuidados diários) começam a fazer meus olhos brilharem em direção ao Bulk kkk.

Parabéns pelos experimentos.
 

Kvasir

Hifa
Cadastrado
21/03/2017
Mensagens
334
Reputação
0
Pontos de reações
1,016
Pontos
17
Terceiro Teste

- Aqui utilizei a técnica de "pasteurização" ao invés de esterilização: O esterco úmido ficou dentro de um saco plástico fechado tomando sol em um dia bem quente durante aproximadamente 4 horas. Foi notado que a temperatura dentro do saco estava muito quente. Mas como não tinha termômetro pra medir nem posso dizer ao certo.
- Usei dois copos pf-tek 100% colonizados como spawn. Após aproximadamente 14 dias o micélio havia colonizado bem, fiz uma camada de vermiculita úmida e esterilizada na pp por mais tempo dessa vez (50 min)
- Foi notado contaminante no primeiro flush...Começo a desconfiar que é nessa camada de vermiculita q estou colocando para pinar que o contaminante aparece.


usou muito pouco tempo para fazer pasteurização solar.. Estou testando tb.. pra você conseguir você não pode pasteurizar muito substrato de uma vez, se não o calor não consegue penetrar homogeneamente. E 4 horas é muito pouco, eu deixaria uns 3 a 5 dias pegando sol e revirando o substrato 2x paa que ele pasteurize homogeneamente. O sol consegue esquentar a lona até 60 graus se ela for preta, mas esse calor não transfere com tanta facilidade no substrato, por isso a temperatura por pasteurização solar é baixa, ou seja, necessita de mais tempo. nunca testei com esterco, mas acredito que funcione bem se pasteurizar pouco substrato por vez. A contaminação que você viu ai pode ter sido por pasteurização incompleta.
 

Cebolo

Primórdia
Cultivador Confiável
Cadastrado
13/01/2015
Mensagens
301
Soluções
2
Reputação
5
Pontos de reações
1,328
Pontos
28
Parabéns @Nabis show de bola os experimentos, e lindos cogus!
Cara, uma coisa que tenho reparado nos meus bulks, é que a chance de contaminar é maior do que os PF...
Dando uma pesquisada pelo shroomery (pois eles tem um amplo conhecimento em bulk/tub) vi que eles dizem ser culpa das seringas de multiesporos, quando se usa uma cultura com somente um tipo de micélio/isolamento diminui as chances de contaminantes... Estou para testar :)
 

Nabis

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/08/2009
Mensagens
84
Reputação
2
Pontos de reações
263
Pontos
71
Valeu @ExPoro, realmente eu to bem satisfeito com o bulk, simples e rende bastante.

@Kvasir eu boto fé na sua ideia. Mas fico pensando, o tempo que ele passou no curral tomando sol, não seria já uma grande pasteurização?! Mas vou testar da próxima vez um tempo maior. Valeu pela dica.

Valeu @Cebolo interessante essa informação. Realmente o micélio isolado deve ficar mais forte. Como uma planta só em um vaso(?!), tipo sem competidores.
 

Kvasir

Hifa
Cadastrado
21/03/2017
Mensagens
334
Reputação
0
Pontos de reações
1,016
Pontos
17
@Kvasir eu boto fé na sua ideia. Mas fico pensando, o tempo que ele passou no curral tomando sol, não seria já uma grande pasteurização?! Mas vou testar da próxima vez um tempo maior. Valeu pela dica


Não, se você pega a bosta inteira, mesmo depois de curada, ela permanece umida e fresca em contato com o chão, e no seu interior, dependendo do tamanho. Pra pasteurizar ela voce tem que desfazer ela seca, até virar fibra. Depois umidecer e pasteurizar.
Substrato ajuntado, principalmente os de fibras finas como bosta, tem uma grande capacidade de reter água e repelir calor, por isso nao pode juntar muito substrato na pasteurização solar, se não a pasteurização não ocorre.
 

rafael_111

Primórdia
Cadastrado
02/10/2015
Mensagens
364
Reputação
3
Pontos de reações
395
Pontos
29
Se vc testar com coco de cavalo verá muita diferença sobre vaca
Ele vem mas seco e textura de farelinho
O de vaca e mas esparamado
 

Nabis

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/08/2009
Mensagens
84
Reputação
2
Pontos de reações
263
Pontos
71
@rafael_111 valeu pela dica, vou testar com certeza. Aqui perto tem um haras e eles fazem um monte de bosta de cavalo sem fim na entrada. Se pá vou fazer de lá um cemitério de micélio, vai q na época de chuva esse monte vira uma floresta de cubensis...rs
 

rafael_111

Primórdia
Cadastrado
02/10/2015
Mensagens
364
Reputação
3
Pontos de reações
395
Pontos
29
Oxi eu fui cachar aqui uma vez
Sem saber que la ja tinha sido haras
Muito cogu
Muita merda la
E ainda onça
Haras e tudo de bom
Tenta as mas verdes pois tem de capim e de farelo :piscada:
 

azulmarinho

Esporo
Cadastrado
07/11/2020
Mensagens
9
Reputação
0
Pontos de reações
14
Pontos
2
Iai @Nabis Tem continuado os testes com pasteurização do esterco no sol? Estou pensando seriamente em testar também, e fazer um pequeno bulk. O sol aqui não falta para isso. :sorrisão:
 

Nabis

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/08/2009
Mensagens
84
Reputação
2
Pontos de reações
263
Pontos
71
Iai @Nabis Tem continuado os testes com pasteurização do esterco no sol? Estou pensando seriamente em testar também, e fazer um pequeno bulk. O sol aqui não falta para isso. :sorrisão:
Sim, só sucesso até agora. Pode tbm preparar o bulk em uma sacola ou balde e colocar o bulk tapado para tomar sol. Depois que esfriar é só abrir e jogar o spawn...
 

azulmarinho

Esporo
Cadastrado
07/11/2020
Mensagens
9
Reputação
0
Pontos de reações
14
Pontos
2
Sim, só sucesso até agora. Pode tbm preparar o bulk em uma sacola ou balde e colocar o bulk tapado para tomar sol. Depois que esfriar é só abrir e jogar o spawn...
Hmm, uma pasteurização do bulk completo. Interessante. Você tem aumentado a quantidade de tempo no sol, deixou passar mais de um dia?

Estou viajando, segunda iniciarei meu experimento, talvez crie um diário de cultivo, é bom que a técnica que é barata e simples talvez se propague mais e seja aprimorada com o tempo.
 

Nabis

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/08/2009
Mensagens
84
Reputação
2
Pontos de reações
263
Pontos
71
Hmm, uma pasteurização do bulk completo. Interessante. Você tem aumentado a quantidade de tempo no sol, deixou passar mais de um dia?

Estou viajando, segunda iniciarei meu experimento, talvez crie um diário de cultivo, é bom que a técnica que é barata e simples talvez se propague mais e seja aprimorada com o tempo.
Eu só fiz um assim, sucesso total, deixei só umas 8 horas no sol de rachar a cuca... No caso o bulk estava em uma caixa organizadora de 15 l...
 

Anexos

  • DSCN8566.JPG
    DSCN8566.JPG
    1,017.8 KB · Visualizações: 9
  • DSCN8596.JPG
    DSCN8596.JPG
    982.7 KB · Visualizações: 9
  • DSCN8599.JPG
    DSCN8599.JPG
    970.4 KB · Visualizações: 9

Kvasir

Hifa
Cadastrado
21/03/2017
Mensagens
334
Reputação
0
Pontos de reações
1,016
Pontos
17
Eu só fiz um assim, sucesso total, deixei só umas 8 horas no sol de rachar a cuca... No caso o bulk estava em uma caixa organizadora de 15 l...


vcoê chegou a medir a temperatura no interior do bulk depois de algumas horas de pasteurzação no sol?
 

azulmarinho

Esporo
Cadastrado
07/11/2020
Mensagens
9
Reputação
0
Pontos de reações
14
Pontos
2
Eu só fiz um assim, sucesso total, deixei só umas 8 horas no sol de rachar a cuca... No caso o bulk estava em uma caixa organizadora de 15 l...
Show de bola. Meu único receio é ovos do parasita humano Taenea solium ou popularmente chamada de solitário resistirem a pasteurização, ai é um problema pra quem consome msm. Vou pesquisar a respeito da temperatura que eles resistem.
vcoê chegou a medir a temperatura no interior do bulk depois de algumas horas de pasteurzação no sol?
Compre um termômetro culinário, daqueles de espeto, vou tentar fazer assim que ele chegar e estarei criando um diário de cultivo com essa técnica.


Edit.: ovos de Taenia solium e Taenia saginata morrem a temperaturas entre 50 a 55 Graus Celsius. Ou seja, a pasteurização se bem feita cobre esse risco, uma vez que a ideia é manter o esterco a 65~80 Graus Celsius. O cuidado deve ser na quantidade pasteurizada por vez, para não colocar de mais e no centro do material não atingir temperaturas adequadas, isso na verdade prejudicaria inclusive com contaminantes no monotub ou bloco de micélio, o que pode ser resolvido balançando o material dentro do saco de 2 a 4 vezes ao dia caso se use quantidades grandes por sacos.
 
Última edição:

Nabis

Cogumelo maduro
Cadastrado
09/08/2009
Mensagens
84
Reputação
2
Pontos de reações
263
Pontos
71
Show de bola. Meu único receio é ovos do parasita humano Taenea solium ou popularmente chamada de solitário resistirem a pasteurização, ai é um problema pra quem consome msm. Vou pesquisar a respeito da temperatura que eles resistem.

Compre um termômetro culinário, daqueles de espeto, vou tentar fazer assim que ele chegar e estarei criando um diário de cultivo com essa técnica.


Edit.: ovos de Taenia solium e Taenia saginata morrem a temperaturas entre 50 a 55 Graus Celsius. Ou seja, a pasteurização se bem feita cobre esse risco, uma vez que a ideia é manter o esterco a 65~80 Graus Celsius. O cuidado deve ser na quantidade pasteurizada por vez, para não colocar de mais e no centro do material não atingir temperaturas adequadas, isso na verdade prejudicaria inclusive com contaminantes no monotub ou bloco de micélio, o que pode ser resolvido balançando o material dentro do saco de 2 a 4 vezes ao dia caso se use quantidades grandes por sacos.
Nossa, verdade! Valeu pela dica. Vc acha que seria possível a contaminação por esse parasita mesmo consumindo os cogumelos desidratados?
 

azulmarinho

Esporo
Cadastrado
07/11/2020
Mensagens
9
Reputação
0
Pontos de reações
14
Pontos
2
Nossa, verdade! Valeu pela dica. Vc acha que seria possível a contaminação por esse parasita mesmo consumindo os cogumelos desidratados?
Como o processo de desidratação normalmente não passa por processos de elevação na temperatura e os ovos tem um revestimento para proteger a larva provavelmente eles resistiriam facilmente à secagem, esses ovócitos podem durar até um ano sendo levados pelo vento nos pastos, caso haja descarga de dejetos humanos por perto (que é o vetor dos ovócitos). Ou seja, evoluíram para resistir bem as adversidades, mas são fracos contra o calor ou temperaturas negativas moderadas. Por isso cogumelos achados em pastos é extremamente preferível que passem por fervura em água para serem consumidos - Isso não faz perder 50% da psilocibina como muitos falam, uma parte é perdida, mas não é tanto como se pensa.

De qualquer forma meu caro Nabis não se preocupe tanto quanto a isso, não é tão comum assim o esterco bovino estar infectado, pois como disse, precisa-se de dejetos humanos por perto, sem contar que no próprio processo de compostagem aeróbica que o esterco sofre ao passar de esterco verde para esterco curtido as temperaturas se elevam.

Estou a falar sobre a Taenia sp. mais como uma precaução extra que podemos tomar para nos mantermos saudáveis e evitar complicações desnecessárias, só precisamos nos preocupar em acertar as temperaturas na pasteurização, garantindo que passem de 55 Graus Celsius (termômetro culinário vem bem a calhar), e o único perigo que teremos que nos preocupar é em não aparecer um Trichoderma espertinho pelo caminho, o que é difícil se feito todos os processos corretamente... :sorrisão:
 

Grako

Hifa
Cadastrado
08/06/2020
Mensagens
173
Reputação
0
Pontos de reações
731
Pontos
6
Então gente, logo logo também vou embarcar no teste desse tipo de pasteurização!
Montei essa pasteurizadeirazinha pra ver se consigo algum resultado dela hehe

1607767137280.png

Botando a mão ali dentro pela abertura lateral da pra sentir que fica extremamente quente :D

Quando rolarem os resultados eu deixo aqui :)
 

azulmarinho

Esporo
Cadastrado
07/11/2020
Mensagens
9
Reputação
0
Pontos de reações
14
Pontos
2
Então gente, logo logo também vou embarcar no teste desse tipo de pasteurização!
Montei essa pasteurizadeirazinha pra ver se consigo algum resultado dela hehe

View attachment 196445

Botando a mão ali dentro pela abertura lateral da pra sentir que fica extremamente quente :D

Quando rolarem os resultados eu deixo aqui :)
Estou usando sacos de lixo pretos, eles esquentam muito quando o sol está em seu ápice, porém ontem tive que sair e voltei já eram umas 15:30 da tarde já não estava o melhor sol do dia, coloquei o termômetro e verifiquei temperaturas de 51 ~ 53 Graus Celsius, hoje vou verificar novamente, caso não esteja passando de 60 Graus Celsius estarei forrando com papel alumínio por baixo dos sacos. Como disse tu organizando um diário de cultivo com a técnica, e vamos que vamos, enquanto mais gente testando melhor, em breve poderemos fazer um tutorial hehe
 
Top