• Aqui contém tópicos de discussões automaticamente criados para os artigos que são enviados a nossa biblioteca. Para exibir o artigo, clique na aba "overview" dentro de cada tópico. Se você prefere navegar pelos artigos e não pelas suas discussões, acesse a biblioteca aqui. Ou clicando na aba "Biblioteca" em nosso menu principal.

Efeitos físicos dos cogumelos

Crânio

TeoBot
Administrador
Efeitos físicos da ingestão de cogumelos

:apontar: Após ingestão:

- Espasmos musculares voluntários/involuntários
- Distorções visuais, tais como o efeito de paredes respirando e o movimento de padrões (especialmente geométricos, complexos ou listrados)
- Sensação de vertigem
- Enfraquecimento dos membros, especialmente nas pernas.
- Sensação de adormecimento e umidade no abdome inferior, como se tivesse urinado nas calças
- Delineamento de objetos distantes (o céu parece ter sido pintado)
- Mudança avermelhada na visão
- As cores parecem mais vibrantes e vivas
- Gargalhadas e sorrisos incontroláveis
- Aumento da sensibilidade ao toque (principalmente tocando objetos com texturas interessantes)
- Aumento da transpiração, calafrios
- Fatiga ou letargia
- Perda de apetite
- Distinções auditivas muito mais sensíveis
- Vontade de urinar constante, com a urina tendo um cheiro ruim
- Sensibilidade aos sabores, texturas e temperaturas na boca
- Pupilas dilatadas
- Visuais com olhos fechados
- Vermelhidão em certas áreas da pele, às vezes acompanhada de coceira
- Alucinações auditivas (pitch ao fundo, som de metal oco, como se você estivesse dentro de um túnel de metal, melodias de instrumentos musicais e sons percussivos)
- Aumento dos batimentos cardíacos
- Visão aguda
- Náusea e/ou vertigem
- Desconforto estomacal, cãibras
- Fraqueza nos joelhos
- Euforia
- Confusão no começo
- Leve sensação de estar bêbado ao caminhar ou se mover
- Olhos lacrimejantes, especialmente quando bocejar
- Energia maníaca, julgamento indeciso ao procurar algo para fazer ou pegar
- Dificuldade no entendimento de operação de máquinas
- A língua, garganta e respiração parecem estar integradas com o processo de pensamento
- Sensação estranha ao redor dos dentes
- Sensação de extrema iluminação
- Sensação esquisita ao redor do nariz
- Vômito, depois do qual é geralmente acompanhado de alucinações intensas com olhos abertos
- Sensação de "wah, wah" no corpo, como estivesse sendo bombardeado por algum tipo de força cinética.

Observação: Estes sintomas podem ocorrer sozinhos ou em conjunto, variando de pessoa para pessoa.
 

paroara

Cogumelo maduro
Membro Novo
Essa lista de efeito deve ter feito muita gente desistir de esperimentar os cogumelos mágicos! Imaginava que seu consumo pudesse se assemelhar ao da cannabis quando do fumo, onde se pode estudar, trabalhar e interagir de forma geral normalmente, ou com uma melhar sensibilidade.

É sério que se sente tudo isso? Ou são relatos diversos compilados dessa forma?
Há a necessidade de se isolar para consumir? Ou pode ser usado como uma droga recreativa?:confused:
 

Mortandello

Mortandello Himself
Contribuidor
1-Essa lista de efeito deve ter feito muita gente desistir de esperimentar os cogumelos mágicos!
Imaginava que seu consumo pudesse se assemelhar ao da cannabis quando do fumo, onde se pode estudar, trabalhar e interagir de forma geral normalmente, ou com uma melhar sensibilidade.
2- É sério que se sente tudo isso?
3- Ou são relatos diversos compilados dessa forma?
4-Há a necessidade de se isolar para consumir?
5-Ou pode ser usado como uma droga recreativa?:confused:
1- Os cagoes geralmente desistem.
2- Nao!, tem MUITO mais efeitos do que descrito ae. impossivel descrever tudoque se sente durante uma tripp.
3-Sao especulaçoes com algum fundamento estatistico.
4-Sim ha a necessidade de se isolar.

(y)

**EDITADO por GLDTN
 

paroara

Cogumelo maduro
Membro Novo
Não entendi a grosseria gratuita na sua resposta! A pergunta ofendeu?

Outra coisa, a maconha não me deixa LEGAL. Ela me estimulou psicoativamente em meus estudos e trabalhos durante muito tempo. Um quarto lugar no vestibular, uma especialização, um mestrado e vários projetos estruturais, elétricos e hidrossanitários, com uso intenso quando dessas atividades. Sem contar com dois filhos nesse meio tempo.

Não vou continuar com ela porque você me recomendou. Parei há um mês e meio por questões de saúde pulmonar, depois de 14 anos de uso diário.

A estatísica que comentas, desculpe mas duvido. Estatística é um tratamento matemático sério, não simples relatos influenciados pelo que outros já disseram.

Não querendo desmerecer a lista de possíveis efeitos, mas ela parece ser apenas a tradução de algum texto feito por alguém, com termos com wah-wah (efeito sonoro para guitarra) entre outros, que quem lê antes de um experiência pode sentir por sugestão psicológica do subconsciente. Acho apenas que, como em outros textos daqui, a lista deveria ter mais cuidado e simplesmente dizer que os tais efeitos podem variar de pessoa para pessoa (como tudo na vida).

Mas, tudo bem! Já encontrei a resposta que queria num post do NoRain do fórum Experiências - O que esperar quando usamos cogumelos ? Era isso mesmo o que esperava. Alguns vêem apenas as coisas que todos falam! Outros têm a oportunidade de lidar de forma mais proveitosa com a psicotavidade. Afinal, nenhuma droga faz alguém ficar inteligente. Ela não pode por nada em nossas cabeças. Só realcar a percepção e a sensibilidade.
 

NewMachine

Cogumelo maduro
Membro Novo
Imaginava que seu consumo pudesse se assemelhar ao da cannabis
Na minha experiência (lembrando que não da pra se basear muito no que o outro sente), a cannabis pode te deixar viajando, ligado, mais sensível... Enfim. Mas no geral você "continua aí dentro" (vide Pink Floyd - A New Machine, haha (sim. inspirou o meu nick))

Já com os cogus você têm a possibilidade de sair daí de dentro e ir muito mais longe.
Como o Eletrik disse, é impossível transcrever com palavras tudo o que se sente em uma trip. Eu ainda to esperando pra ter A Trip, que eu sei que ainda me espera. Aí sim eu quero ver.

Ou pode ser usado como uma droga recreativa?:confused:
Se for usar só pra recreação, estará mesmo colocando-os no status de droga.
Mas eles não são, e se for usar só pra se recrear, estará praticamente capando eles.

Abração.
 

NeuroFX

Viajante
Administrador
Não querendo desmerecer a lista de possíveis efeitos, mas ela parece ser apenas a tradução de algum texto feito por alguém, com termos com wah-wah (efeito sonoro para guitarra) entre outros, que quem lê antes de um experiência pode sentir por sugestão psicológica do subconsciente. Acho apenas que, como em outros textos daqui, a lista deveria ter mais cuidado e simplesmente dizer que os tais efeitos podem variar de pessoa para pessoa (como tudo na vida).
Paroara, mas já existe essa observação no final do texto, dê uma olhada. Pelo menos um item da lista será sentido por todos que ingerirem.
 

paroara

Cogumelo maduro
Membro Novo
Paroara, mas já existe essa observação no final do texto, dê uma olhada. Pelo menos um item da lista será sentido por todos que ingerirem.
Beleza! Dúvida sanada. Obrigado pela gentileza, NewMachine e NeuroFX. :)
Assim que chegar minha encomenda (secos), posto a minha experiência!
Abraços.
 

Mr D.

Cogumelo maduro
Membro Ativo
Só pra ressaltar, Paroara, os efeitos de cogumelos não se parecem nem um pouco com os da Cannabis.
Talvez em uma dose baixa você encontre alguma semelhança, mas em dosagens médias e altas a coisa muda completamente. Com a Cannabis você tem total controle sobre seus julgamentos, com os cogumelos as coisas acontecem fora do seu poder de ação.

Pra não fazer besteira, tome em um lugar isolado, com alguém pra te vigiar, sem nenhum compromisso pros próximos dois dias (como diz o Muilok). É sério! O baque é forte!

Você de forma alguma poderia se socializar e trabalhar normalmente como faz com a Cannabis, repito, os efeitos de uma dosagem forte são totalmente diversos dos efeitos da maconha!

De qualquer forma, boa trip pra tí =)
 

pegaso

Cogumelo maduro
Membro Ativo
paroara, não se sinta chocado com as respostas. vc fez umas perguntas ingenuas e a turma, ao invés de orientar, te atacou. uma bosta esse clima agressivo que tomou conta do forum. Parce até que o forum foi dominado por representantes tardios da liga das senhoras de santana, respostas francamente agressivas, permeadas de um certo moralismo doentio... melhor nem entrar muito no tema, senão vou levar pancada também.

voltando ao tema do topico, vamos às suas perguntas:

Essa lista de efeito deve ter feito muita gente desistir de esperimentar os cogumelos mágicos! Imaginava que seu consumo pudesse se assemelhar ao da cannabis quando do fumo, onde se pode estudar, trabalhar e interagir de forma geral normalmente, ou com uma melhar sensibilidade.
É sério que se sente tudo isso? Ou são relatos diversos compilados dessa forma?
Há a necessidade de se isolar para consumir? Ou pode ser usado como uma droga recreativa?:confused:
sim, é serio que se sente tudo isso, e muito mais.

Mas depende da dosagem. Pode ser usado recreativamente sim, já fiz muito isso. Depende também do que se entende por recreação. A molecada sem referencia deve achar que uso recreativo de droga é ficar bem louco e ouvir pink floyd trancado no quarto, talvez venha daí o preconceito contra sua pergunta.

Cogumelo e (boa) arte dá a maior liga. Um bom espetaculo teatral (tipo um butô ou um zé celso) , uma bienal de arte, um show de musica podem ficar muito interessantes com uma dose pequena de cogus pra ativar a percepção.

o caso é que com o tempo de uso as doses recreativas perdem a graça, assim como maconha também perde a graça depois de muito tempo de uso (temos historicos semelhantes, usei obssessivamente por quase 20 anos e consegui parar ano passado. Mas ainda fecho um marleyzão de vez em quando, num pique totalmente recreativo.)

aumentando a dosagem, os efeitos que te assustaram começam a se apresentar com mais e mais intensidade, daí sim é necessario isolamento total dos humanos e de suas maquinas e construções.

o ideal é começar com doses pequenas, recreativas mesmo, vai mapeando, mapeando, e quando se sentir seguro aumenta a dose. Vai ver que em alta dosagem não existe passatempo ou recreação humana que possa sequer chegar perto daquilo que vc vera´do outro lado. E também vai ver como alista dos efeitos do topico é real e incompleta também!

sorte aí pra todos.
 

samuca

Cogumelo maduro
Membro Ativo
Não entendi a grosseria gratuita na sua resposta! A pergunta ofendeu?

Outra coisa, a maconha não me deixa LEGAL. Ela me estimulou psicoativamente em meus estudos e trabalhos durante muito tempo. Um quarto lugar no vestibular, uma especialização, um mestrado e vários projetos estruturais, elétricos e hidrossanitários, com uso intenso quando dessas atividades. Sem contar com dois filhos nesse meio tempo.

Não vou continuar com ela porque você me recomendou. Parei há um mês e meio por questões de saúde pulmonar, depois de 14 anos de uso diário.

A estatísica que comentas, desculpe mas duvido. Estatística é um tratamento matemático sério, não simples relatos influenciados pelo que outros já disseram.

Não querendo desmerecer a lista de possíveis efeitos, mas ela parece ser apenas a tradução de algum texto feito por alguém, com termos com wah-wah (efeito sonoro para guitarra) entre outros, que quem lê antes de um experiência pode sentir por sugestão psicológica do subconsciente. Acho apenas que, como em outros textos daqui, a lista deveria ter mais cuidado e simplesmente dizer que os tais efeitos podem variar de pessoa para pessoa (como tudo na vida).

Mas, tudo bem! Já encontrei a resposta que queria num post do NoRain do fórum Experiências - O que esperar quando usamos cogumelos ? Era isso mesmo o que esperava. Alguns vêem apenas as coisas que todos falam! Outros têm a oportunidade de lidar de forma mais proveitosa com a psicotavidade. Afinal, nenhuma droga faz alguém ficar inteligente. Ela não pode por nada em nossas cabeças. Só realcar a percepção e a sensibilidade.
da calma e profundidade nos pensamentos!
 

paroara

Cogumelo maduro
Membro Novo
O que acontece no cérebro, é químico! Não há o que se discutir. O que o corpo sente, vai de organismo pra organismo. Agora, o que se "vê", vai de cada um! É igual ao que se sonha. É limitado ao que o subconsciente conhece e quer, mesmo que involuntariamente.
 

LuizBurton_

Primórdia
Membro Ativo
Bom, na segunda vez que ingeri os cogumelos mágicos foi na forma de chá. Fiz com 8 cogumelos.
Bom... TIVE UMA VIAGEM DOIDA POR MAIS DE 3 HORAS.
COM DIREITO A CORES, TURBINAÇÃO DOS SENTIDOS E ALUCINAÇÕES. (E uma quase projeção astral)

Nível 3

Efeitos visuais bastante óbvios, com objetos dando a impressão de que são curvos. Alguns padrões visuais e efeitos de caleidoscópio podem ser observados em paredes e rostos de outros. Algumas alucinações medianas, como um "rio flutuando no carpete" ou superfícies aperoladas. Alucinações de olhos fechados se tornam tri-dimensionais. Confusão nos sentidos é notada ("ver" sons como cores, etc.). Distorções no tempo e "momentos de eternidade".

Nível 4

Fortes alucinações, como objetos se transformando e morfando em outros objetos. Destruição ou ruptura do ego ("coisas" começam a conversar e sentimentos contraditórios são sentidos). Perda parcial da realidade. O tempo se torna sem significado. Experiências fora do corpo e mistura completa dos sentidos.
 

Giuliano

Cogumelo maduro
Membro Ativo
Espectoração.

Já lí um relato aqui de um membro que passou por um efeito nada higiênico, paresar de causar a sensação de limpar tudo por dentro, que é uma forte espectoração, na qual, como o próprio nome já diz, criamos e expulsamos muita secreção pelas vias aéres, coisa que, dependendo da intensidade, pode causar uma sensação de afogamento.

Eu também passei por isto, mas, antes de eu ler o relato supracitado (busque por "catarro" na pesquisa do fórum), eu atribuia minha crise catarrenta ao fato de eu ter ingerido uma mistura de Cogumelos Mágicos + harmalina, e agora atribuo exclusivamente aos CGs, considerando o IMAO como sendo apenas uma IMAO.

Posso estar errado, principalmente se estiver omitida a ingestão de IMAO naquele relato, mas creio que seja muito importante levantar esta questão, pois fiquei desesperado durante minha experiência quando meu pulmão começou a "derreter".
 

mirador

Desligado
Membro Novo
Voce experimentou algo parecido com aumento/queda na pressão arterial também, não foi @Giuliano?
Já senti isso também, mas pra confirmar só medindo na hora porque sabecuméquié, a gente viaja. =)

Já senti o a mandíbula travando/tremendo também em uma dose cavalar. Mas aí tem haver com a ansiedade acho, depois que bateu tudo, parou.

Uma coisa que não está listado aí que eu sinto: Prazer tátil. E muito!
 

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
Efeitos físicos da ingestão de cogumelos

:apontar: Após ingestão:


- Espasmos musculares voluntários/involuntários
- Distorções visuais, tais como o efeito de paredes respirando e o movimento de padrões (especialmente geométricos, complexos ou listrados)
- Sensação de vertigem
- Enfraquecimento dos membros, especialmente nas pernas.
- Sensação de adormecimento e umidade no abdome inferior, como se tivesse urinado nas calças
- Delineamento de objetos distantes (o céu parece ter sido pintado)
- Mudança avermelhada na visão
- As cores parecem mais vibrantes e vivas
- Gargalhadas e sorrisos incontroláveis
- Aumento da sensibilidade ao toque (principalmente tocando objetos com texturas interessantes)
- Aumento da transpiração, calafrios
- Fatiga ou letargia
- Perda de apetite
- Distinções auditivas muito mais sensíveis
- Vontade de urinar constante, com a urina tendo um cheiro ruim
- Sensibilidade aos sabores, texturas e temperaturas na boca
- Pupilas dilatadas
- Visuais com olhos fechados
- Vermelhidão em certas áreas da pele, às vezes acompanhada de coceira
- Alucinações auditivas (pitch ao fundo, som de metal oco, como se você estivesse dentro de um túnel de metal, melodias de instrumentos musicais e sons percussivos)
- Aumento dos batimentos cardíacos
- Visão aguda
- Náusea e/ou vertigem
- Desconforto estomacal, cãibras
- Fraqueza nos joelhos
- Euforia
- Confusão no começo
- Leve sensação de estar bêbado ao caminhar ou se mover
- Olhos lacrimejantes, especialmente quando bocejar
- Energia maníaca, julgamento indeciso ao procurar algo para fazer ou pegar
- Dificuldade no entendimento de operação de máquinas
- A língua, garganta e respiração parecem estar integradas com o processo de pensamento
- Sensação estranha ao redor dos dentes
- Sensação de extrema iluminação
- Sensação esquisita ao redor do nariz
- Vômito, depois do qual é geralmente acompanhado de alucinações intensas com olhos abertos
- Sensação de "wah, wah" no corpo, como estivesse sendo bombardeado por algum tipo de força cinética.

Observação: Estes sintomas podem ocorrer sozinhos ou em conjunto, variando de pessoa para pessoa.
Qual a fonte dessa lista?
 

Zodiaco

Esporo
Membro Novo
Esse tema me fez lembrar um trecho do Dr. Timothy Leary no Livro " A experiência Psicodélica baseada no Livro Tibetano dos Mortos", onde ele relata a compreensão da experiência mística em relação intima com os processos de morte e renascimento ricamente detalhados no livro milenar dos Tibetanos, realmente é fundamentel a percepção e aprofundamento no esclarecimento do que significam tais reações físicas pois elas têm muito a nos ensinar sobre todos os processos psiquicos individuais que impedem a libertação e o avanço a estados mais profundos da auto experimentação mística sob efeito de alucinógenos potentes como LSD, Psilocibina, DMT e Mescalina.
Tais bloqueios, denominados pelo Dr. Leary de jogos do ego, scripts infelizes, quando em contato com os efeitos poderosíssimos da liberação causada pela experiência tendem a causar uma luta do ego em manter o controle, então se torna crucial a compreensão desses sintomas de ego perda. Em estudos mais aprofundados ainda constatou-se uma relação desses sintomas com regressões a vidas passadas e memórias intra uterinas com forte influencia sobre processos psicóticos individuais. Por isso, evidentemente, usar tais substancias não é recreativo e é muito perigoso fazer uso sem uma orientação esclarecida.
Segue abaixo o trecho:

"O primeiro sinal é o vislumbre da “Serena Luz da Realidade”, “a mente infalível do estado
místico puro”. Isto é a consciência das transformações energéticas sem a imposição de
categorias mentais.
A duração deste estado varia para cada indivíduo. Depende da experiência, da segurança,
confiança, preparação e dos elementos exteriores em torno do participante. Naqueles que já
tenham tido uma pequena experiência prática do tranquilo estado de consciência de não jogos,
e naqueles que tenham scripts felizes, este estado pode durar de trinta minutos até
várias horas.
Neste estado, a realização do que os místicos chamam de “Verdade Final” é possível, desde
que tenham sido providenciada anteriormente a preparação necessária pela pessoa, de outro
modo, ela não poderá se beneficiar agora, e deverá vagar por estados alucinatórios cada vez
mais profundos, determinados pelos seus jogos passados, até voltar à realidade rotineira.
É importante lembrar que o processo de expansão da consciência é o reverso do processo
do nascimento, sendo o nascimento o início da vida de scripts e a experiência de ego-perda
sendo uma cessação temporária da vida de scripts. Mas em ambos há uma passagem de um
estado de consciência para outro. E assim como uma criança precisa acordar e apreender a
experiência da natureza deste mundo, da mesma forma uma pessoas no momento da
expansão da consciência precisa acordar para este novo mundo brilhante e tornar familiares
suas tão peculiares condições.
Naqueles grandemente dependentes de seus jogos do ego, e que temem abandonar o
controle, o estado iluminado dura tão somente o tempo de estalar um dedo. Em alguns, ele
pode durar o tempo de tomar um lanche ou almoçar ou coisa que o valha.
Se o indivíduo estiver preparado para diagnosticar os sintomas da ego-perda, ele não
precisará de nenhuma ajuda externa neste ponto. A pessoa prestes a abandonar o ego deve
ser capaz não apenas de diagnosticar os sintomas assim que eles vierem como também de
reconhecer a Serena Luz sem que outra pessoa ajude a identificá-la. Se a pessoa falhar em
reconhecer e aceitar o início da ego-perda, ela pode queixar-se de estranhos sintomas
corporais. Isto indica que ela não alcançou o estado de libertação. Então o guia ou amigo
deve explicar os sintomas como indicadores do início da ego-perda.
Eis uma lista das sensações físicas comumente relatadas:
1. Pressão corporal, que os tibetanos chamam de terra-se-desfazendo-em-água;
2. Frio úmido, seguido por calor febril, o que os tibetanos chamam de água-se-desfazendo-em-fogo;
3. Desintegração do corpo ou a sua dispersão em átomos, chamada fogo-se-desfazendo-em-ar;
4. Pressão na cabeça e nos ouvidos, que os americanos chamam de foguete-sendo-lançado-ao-espaço;
5. Formigamento nas extremidades;
6. Sensação de como se o corpo estivesse derretendo ou escorrendo como cera;
7. Náusea;
8. Tremor, começando na região pélvica e se espalhando para o tronco.

As reações físicas devem ser reconhecidas como sinais indicativos da transcendência. Evite
tratá-las como sintomas de doença, aceite-as, una-se a elas, aproveite-as.
Uma leve náusea ocorre frequentemente com a ingestão de Morning Glory ou Peiote,
raramente com mescalina, e ainda com menor freqüência com LSD e Psilocibina. Se o
sujeito experimentar sensações estomacais, elas devem ser saudadas como um sinal de que
a consciência está se movendo pelo corpo. Os sintomas são mentais; a mente controla as
sensações, e o indivíduo deve unir-se à sensação, experimentá-la totalmente, aproveitá-la e,
tendo a aproveitado, deve deixar a consciência fluir para a próxima fase. É mais comum
deixar que a consciência fique no corpo – a atenção do indivíduo pode mover-se do
estômago para a respiração, as batidas do coração. Se isto não livrá-lo da náusea, o guia
deve guiar a consciência para eventos externos – música, uma caminhada no jardim etc.
O aparecimento de sintomas físicos da ego-perda, reconhecida e entendida, deve resultar na
conquista tranquila da iluminação. Se a aceitação extática não ocorrer (ou quando o período
de silêncio tranquilo parecer estar terminando), as seções de instruções relevantes podem
ser sussurradas ao ouvido. É frequentemente útil repeti-las, claramente, incutindo-as à
pessoa para evitar que sua mente fique vagando por aí. Um outro método de guiar a
experiência com um mínimo de atividade é ter as instruções previamente gravadas na voz
do próprio sujeito. Isto recordará ao viajante sua preparação prévia; fará com que a
consciência nua seja reconhecida como a “Serena Luz do Início”; vai lembrar ao indivíduo
sua união com o estado de perfeito esclarecimento e ajudá-lo a mantê-lo.
Quando, experimentada a ego-perda, se estiver familiarizado(a) com este estado, em virtude
da experiência e preparação prévias, a Roda do renascimento (isto é, todos os jogos) parará,
e a libertação será alcançada imediatamente. Mas tal eficiência espiritual é raríssima, e a
condição mental normal da pessoa é inadequada à suprema façanha de manter-se no estado
em que brilha a Serena Luz, e aí vai descendo progressivamente a estados cada vez mais
baixos da existência Bardo, até o renascimento. A comparação com uma agulha equilibrada
sobre uma linha é usada pelos lamas para explicar esta condição. Enquanto a agulha
mantêm o equilíbrio, ela permanece sobre a linha. Mas por fim a lei da gravidade (o puxão
do ego ou de uma simulação exterior) a afeta, e ela cai. No reino da Serena Luz, da mesma
forma, a mentalidade de uma pessoa no estado de transcendência do ego momentaneamente
desfruta da condição de estabilidade, de perfeito equilíbrio e de unidade. Sem estar
familiarizada com este estado, que é um estado extático de não-ego, a consciência do ser
humano médio carece da capacidade de funcionar nele. Propensões cármicas (isto é,
propensões a jogos/scripts) envolvem o princípio-da-consciência com ideias de
personalidade, do ser individualizado, do dualismo. Assim, perdendo o equilíbrio, a
consciência cai para fora da Serena Luz. São os processos do pensamento que impedem a
realização do Nirvana (que é a “extinção da chama” do desejo egoísta de jogos); e então a
Roda da vida continua girando."
 
Última edição:
Superior