Teonanacatl

Aqui discutimos micologia amadora e enteogenia.

Cadastre-se para virar um membro da comunidade! Após seu cadastro, você poderá participar deste site adicionando seus próprios tópicos e postagens.

Clonagem e cultivo de P. ostreatus selvagem em papelão.

ChacalCogus

Esporo
Cadastrado
29/03/2020
Mensagens
9
Reputação
0
Pontos de reações
28
Pontos
3
Há algumas semanas, no dia 03/04 me deparei com esse cluster de Pleurotus ostreatus num toco de cajá.
pleurotus estancia cluster3.jpegpleurotus estancia cluster.jpegpleurotus estancia cluster2.jpeg
De imediato pensei em clonar para o agar, já que eu já tinha planos de clonar um Ganoderma applanatum que se encontra na mesma região.
G. applanatum.jpeg(percebam os esporos depositados na folha à esquerda)
Porém, não estava na minha cidade, não tinha previsão de retorno, nem tinha acesso ao material necessário para proceder com uma clonagem mais técnica. Tive que recorrer a outro método para manter a viabilidade do micélio de Pleurotus.
Sendo assim, foi o momento perfeito para testar a tek de clonagem do papelão que aprendi com o @innoculatethewest.
A tek consistem em ferver pedaços de papelão e inocular eles com um pedaço do cogumelo. Também aproveitei pra tentar usar o próprio cogumelo como spawn no papelão, assim eu poderia ter uma amostra mais limpa do que a coletada diretamente do substrato original.
Seguindo essa lógica, fui aos preparativos.
O papelão foi picado com as mãos e 3 fiz "evelopes" amarrados com barbante, esses são os pedaços que eu posteriormente inocularei para armazenar o micélio.
Agora é só jogar água fervente e tampar.
papelao substrato.jpeg
No dia seguinte, depois do substrato ter resfriado, os cogumelos foram picados para aumentar os pontos de inoculação no substrato.
Garrafas pet foram usadas como container para o substrato e os envelopes inoculados foram colocados em sacolas de plástico sem filtro, com apenas um leve nó na ponta.
O substrato nas garrafas foi inoculado em camadas, uma camada de papelão, uma camada de pedaços de cogumelo.
substrato inoculado em camadas.jpegenvelope inoculado.jpeg
E ficaram assim:
envelope pronto.jpeggarrafas prontas.jpeg
Deixei incubando numa aréa na lateral da casa, onde ficam algumas suculentas tbm. O micélio correu bem em todos os recipientes, de maneira bem visual.
No dia 17/04 me deparei com cogumelos brotando por uma das garrafas.
pleurotus frutificando.jpeg(Fui pego de surpresa por esses cogumelos brotando na cozinha, por um momento esqueci que fui eu que os coloquei lá)

Depois disso, as garrafas foram movidas e os cogumelos continuaram a se desenvolver.
pleurotus estancia na garrafa inicio.jpegpleurotus estancia na garrafa.jpeg
Foi um resultado bem satisfatório, levando em conta a simplicidade do método.
Depois que foi feita a colheita, reservei uma amostra para clonagem posterior e o resto foi pra janta.
E é agora que o trampo de verdade começa.
No dia 24/04 fiz algumas transferências do cogumelo colhido nas garrafas, do micélio no papelão entre outras.
Detalhe: Devido ao único agar que eu tenho acesso no momento, ser um agar culinário que não solidifica, precisei improvisar a receita, então esse agar engraçado na verdade é mais cuscuz (flocão) do que agar.
As placas rosas são compostas de agar, flocão e mel. E as de cor violeta são flocão e mel.
As placas de flocão já vinham me mostrando um bom resultado em clonagem e inoculação de grãos. Agora eu as queria testar para limpar culturas.
24 de abril T1 G1.jpegMicélio no papelão.jpeg
Corta pro dia 01/05.
Hora de transferir novamente. De todas as placas que inoculei com tecido do cogumelo coletado e do papelão, apenas uma mostrou um crescimento vigoroso e saudável, então dela, fiz mais algumas transferências.
Nota: por incrível que pareça, o melhor resultado foi numa placa de flocão e mel(violeta). Nas demais o micélio apresentava um aspecto fraco, com poucas hifas e crescimento lento.
Foi baixo o indice de contaminações, mas essa foi a única amostra que se destacou:
pleurotus estancia na placa dia 01 de maio.jpeg(1° Transferência, 1° Geração- T1 G1)

Pretendo trazer as próximas fases desse experimento até a colheita, então talvez esse diário vai demorar um pouquinho pra terminar kkk.
Dia 02/05: o toco frutificou novamente, e dessa vez veio com força!
toco com shimeji 2.jpeg
(não estou lá pra ver isso de perto:chorando:)
Por hoje é só galera. TMJ
 

Anexos

  • pleurotus sendo cortado.jpeg
    pleurotus sendo cortado.jpeg
    111.3 KB · Visualizações: 4

sankhara

Artífice esporulante
Cadastrado
10/03/2009
Mensagens
177
Reputação
4
Pontos de reações
476
Pontos
80
Esse é o tronco do "poder".

Gostei e aprendi muito.

Abraço
 
Top