O que me dizem desta

Mark_de_Lima

Hifa
Membro Novo
É o típico artigo que se poderia esperar de uma mídia tendenciosa. O cogumelo inibe a oxigenação do cérebro DURANTE os efeitos (o título do artigo parece querer sugerir que a atividade do cérebro é inibida de modo permanente). Este processo de inibição da oxigenação do cérebro é justamente o que permite que este enteógeno proporcione seus efeitos de valor inestimável e conduzam à expansão da consciência. A mescalina (um dos princípios ativos de cactos como o peiote e o san pedro), por exemplo, inibe o fornecimento de açúcar ao cérebro, e é isso o que resulta em seus efeitos tão preciosos e benéficos quanto os da psilocibina. Já a ayahuasca, por exemplo, inunda o cérebro com uma substância já naturalmente presente no corpo humano, o DMT.

Resumindo, artigo ridiculamente tendencioso. Para comparação, leia este artigo que diz basicamente a mesma informação científica, mas sem o aspecto tendencioso: Do Psychedelics Expand the Mind by Reducing Brain Activity?

Neste artigo (da Scientific American, uma publicação científica de tradição e renome), explica-se que os pscodélicos expandem a mente justamente por reduzirem a atividade cerebral DURANTE seus efeitos. Sem a parte do jornalismo tendencioso fica bem diferente, não é verdade? ;)
 

Kvasir

Hifa
Membro Ativo
Alguns estudiosos da mente humana, como Freud, acreditam que o cérbero gasta boa parte de sua energia filtrando os diversos estímulos que recebemos a cada momento. Como se o cérebro gastasse boa parte de sua energia em amortecer os choques que sofremos a cada instante. Algumas pessoas acreditam que os cogumelos podem impedir que o cérbero filtre bem o que acontece diminuindo suas atividades.

Magic Mushrooms Expand the Mind By Dampening Brain Activity | TIME.com
 
Superior