Teonanacatl

Aqui discutimos micologia amadora e enteogenia.

Cadastre-se para virar um membro da comunidade! Após seu cadastro, você poderá participar deste site adicionando seus próprios tópicos e postagens.

Microdosing Psilocibina + Anti depressivos

Cadastrado
04/10/2021
Mensagens
4
Reputação
0
Pontos de reações
2
Pontos
2
Boa tarde prezados.
Em minhas pesquisas sobre o microdosing acabei encontrando o Teonanacatl. Eu não conhecia o fórum, li vários tópicos e achei a comunidade interessante, com membros dispostos a trocar experiências e amparar nossos irmãos que vivem a infinita holística.

Sou dependente químico fazem 10 anos. De alguns anos para cá tenho tido um controle maior, mas de vez em quando ainda deslizo.
Faço uso de haxixe com tabaco diariamente, além dos remédios receitados pelo tratamento psiquiátrico, que são Lamotrigina, Rivotril e Donaren.
Os remédios me ajudam. Tenho uma melhor qualidade de vida, sinto menos medo. O medo é onde vive o problema, concordam? O medo pode ser necessário as vezes, mas não em excesso. Acredito que um dos grandes passos para a libertação e auto-conhecimento seja a vitória sobre o medo. Voltarei a tocar no assunto.

há aproximadamente 2 anos atrás, eu me questionei o que seria a vida. Mas não uma pergunta leve, como é comumente feita e discutida. Mas sim um questionamento extremamente introspectivo, persistente e intenso, e que ficou mais forte quando caiu a ficha de que a resposta eu só teria quando chegasse ao fim, isso se tivesse alguma resposta. Eu percebi que eu tenho a vida, e que vivo dentro de mim. Esta experiência me modificou drasticamente. Nas semanas seguintes, mergulhei em estudos filosóficos, físicos e antropológicos para conhecer a mente de pessoas marcantes, a forma de pensar, e como encaravam a realidade. REALIDADE, uma palavra forte e subjetiva, não seria?

Passei a ver sentido em muitas coisas, que antes não via. Percebi o quanto tudo está conectado. Mas também me tornei extremamente introspectivo por um período. Meditava horas por dia. Larguei a maconha por mais de um ano, e reduzi bastante os meus deslizes com a minha dependencia quimica (cocaina). Deixei de comer carne, até que fiquei anêmico. Assim fiquei por alguns meses. Até que comecei a voltar ao normal, porém com uma forma de pensar a vida bastante diferente. Foi quando cheguei a conclusão de que a minha mente criava a realidade que eu experiencio. De que o meu pensamento e a minha fé (não religiosa), mas a fé na existência de tudo, afetavam diretamente na minha experiência enquanto vivo.
Isso mudou tudo, passei de desempregado para independente em poucos meses, fortifiquei laços com pessoas incríveis e aprendi a contemplar a existência.

Porém, o tempo foi passando, e eu caí denovo no uso de Cocaina.
Tive uma experiência com cogumelos nesse período, mas foi algo recreativo, e não holístico, então acho que não tive um resultado significante. Tive a onda mas não filosofei em cima dela, assim digamos.
Hoje voltei a me tratar com os remédios, tenho feito uso de haxixe diariamente, como disse antes, e estou considerando MUITO iniciar a microdosagem terapeutica, pois a pergunta existencialista não sai da minha cabeça. A curiosidade pela morte também não.
Já estou com algumas gramas de Cubensis desidratados comigo, e ontem tive uma breve experiência (1 hora de vibe) em uma cachoeira, depois de consumir uma dose relativamente baixa, meio grama, acredito eu.
Meditei por uma hora, sozinho, sentado em uma pedra no meio do rio, sentindo a correnteza tocando meu corpo. Me senti parte do rio, me senti parte de tudo. Senti o raciocínio tomar caminhos práticos e soluções eficientes, sem sentir medo, e sem perder tempo com pensamentos triviais. Não foi uma experiência psicodélica, eu diria, mas foi diferente do que seria se eu não tivesse sob efeito da psilocibina.

Hoje acordei sem grandes efeitos, mas também sem vontade de usar drogas químicas, fumando menos...

Tenho duas grandes duvidas>

1. A mistura dos meus remédios com a psilocibina, seria seguro? Vocês fazem acompanhamento psiquiátrico e ja conversaram sobre isso com eles?

2. Tenho medo de fazer uso em ambientes urbanos e ter bad, como tive uma vez sob efeito de outra droga.
Sempre que usei cogumelos, foi em meio à natureza. Mas eu moro em uma capital muito grande e movimentada, e fico com medo de fazer uso aqui. Não tenho condições de viajar para o mato sempre e fazer a terapia. Vocês teriam alguma dica para me ajudar a vencer esse medo?
Talvez fazer o uso e meditar?


Agradeço à todos pela atenção, parabéns pelo fórum super interessante, e uma boa viagem, até o dia de ir embora daqui, para todos!
 
Cadastrado
04/10/2021
Mensagens
4
Reputação
0
Pontos de reações
2
Pontos
2
Conversei com meu psiquiatra hoje e ele "autorizou" a iniciar o tratamento com microdosing. Disse que ja fez estudos com alguns pacientes, mas com macrodoses em intervalos maiores de tempo.
Pretendo começar com 0.5 diariamente, fazendo uso por 3 dias e suspendendo por 4, para evitar que o organismo crie resistência.
Ele me disse que devo manter a lamotrigina, pois ela ajudará a controlar quaisquer crises eufóricas que a psilocibina pode acarretar.
É isso galera! Mesmo que sem respostas, vou utilizar esse fórum para descrever o desenvolvimento e resultados do meu tratamento.
Valeu, boas vibrações para todos!
 
Cadastrado
04/10/2021
Mensagens
4
Reputação
0
Pontos de reações
2
Pontos
2
Bom dia prezados.
Atualizando meu diário de bordo. Hehehe
Hoje é o 4o dia de microdosing.

Tenho tomado doses pequenas porém medidas no "olhômetro", pois não sou capaz de medir a concentração de psilocibina em meus cubensis. Como um pequeno pedaço de aproximadamente mesmo tamanho todos os dias pela manhã.

Tenho me sentido mais conectado com as coisas ao meu redor, como é esperado da substância. Sentimentos como gratidão e empatia estão se tornando mais recorrentes no meu fluxo de pensamentos.
Importante relatar também a presença do medo. Sofro de síndrome do pânico já fazem alguns anos, e isso me faz sentir bastante medo alguns minutos após ingerir o cogumelo e também naquele momento em que você sente o efeito iniciando. Tento me distrair mantendo a rotina, organizando a casa e me preparando para o trabalho, conversando com amigos pelo WhatsApp, dando atenção aos meus cachorros. Mesmo assim ainda continuo tenso.
Depois que percebo que o efeito não vai passar daquilo - aproximadamente duas horas após a ingestão - me tranquilizo.
Durante o resto do dia consigo aproveitar os efeitos benéficos.
Sigo trabalhando normalmente. Ainda não notei uma melhora em questão de produtividade, semrpe fui bastante ativo e produtivo.
Tenho percebido algumas mudanças cognitivas, no sentido de como meu cérebro percebe as situações e reage a elas. Geralmente mais calmo que o normal, porém mais tenso às vezes.

Parei com o consumo de maconha.
Reduzi muito o consumo de haxixe, mas ainda uso pelo menos 3 vezes ao dia.
Cigarro puro, nem pensar.
Reduzi também o vape. Faço uso de nicsalts e tenho sentido menos necessidade.

Acho que ainda é muito cedo para esperar grandes resultados com a microdosagem, mas sinto que com mais tempo será impactante. Ainda não tenho certeza se positivamente ou negativamente.

Tenho uma dúvida que talvez alguém poss me tirar: existe diferença na concentração de psilocibina entre o caule e a coroa?

Desde já, agradeço.
Boa quarta-feira para todos!
 

Texugo

.
Membro da Staff
Cultivador Confiável
Cadastrado
02/05/2019
Mensagens
828
Soluções
6
Reputação
7
Pontos de reações
3,033
Pontos
8
A princípio a concentração é a mesma ou, pelo menos, desprezível se houver diferença

É imprescindível comprar uma balança de precisão para ter certeza da microdosagem.
Pode ser que alivie teu pânico.

A questão de melhorar produtividade é propaganda, igual fazem com os chamados de nootropicos.

O benefício que o cogumelo pode trazer é que se você não estiver triste/depressivo, irá trabalhar normalmente, sem se sentir exausto e fazendo pausas.
Talvez para trabalhos criativos ou artísticos tenha mais impacto, pela abstração do pensamento.
 
Cadastrado
04/10/2021
Mensagens
4
Reputação
0
Pontos de reações
2
Pontos
2
A princípio a concentração é a mesma ou, pelo menos, desprezível se houver diferença

É imprescindível comprar uma balança de precisão para ter certeza da microdosagem.
Pode ser que alivie teu pânico.

A questão de melhorar produtividade é propaganda, igual fazem com os chamados de nootropicos.

O benefício que o cogumelo pode trazer é que se você não estiver triste/depressivo, irá trabalhar normalmente, sem se sentir exausto e fazendo pausas.
Talvez para trabalhos criativos ou artísticos tenha mais impacto, pela abstração do pensamento.
Fala Texugo, boa noite!
Primeiramente, obrigado pela resposta. Vou adquirir uma balança de precisão para não me preocupar com a dosagem mais, e agora me restar descobrir qual a concentração de psilocibina há nos cogumelos que eu comprei.

Eu tenho dois objetivos principais com essa experiência -

1. Me libertar da dependência química de cocaína. (Não fiz uso e nem tive vontade desde que comecei o microdosing, porém ainda não completou uma semana... cedo para qualquer conclusão)
2. "Expandir minha consciência". Este entre aspas, pois ainda não sei ao certo se seria uma expansão, ou apenas uma experiência surreal. Mas tenho muita curiosidade sobre os estados que a mente pode alcançar, as revelações que isso pode fazer. Ainda sinto medo de realizar uma macrodose, mas pouco a pouco crio coragem de desbravar essa fronteira.
 
Top