Introdução > Psicodelia > 1ª exp 3g secos cubensis albino. Sozinho em casa.

ind!ano

Esporo
Membro Novo
Bem meus caros amigos, ou melhor, irmãos. Sinto-me como um membro de uma sociedade secreta ao descobrir o Teo, e feliz ao ver tanta gente focada em discussões ricas em torno dos psicodélicos, principalmente os cogumelos. Vendo às possibilidades de trocas de experiências e ideias não resisti de vir e deixar meu relato, ou melhor a história da minha primeira experiência com psilocibina.


Após entrar em um período da minha vida muito propicio para adentrar profundamente na minha psique e me conhecer, só pude chegar a um lugar; a Psicodelia ou os enteogenos. Fazendo disso um novo trabalho de conhecimento interior e aprimoramento fui atrás de outras dimensões. De certo tenho contato com LSD já há alguns anos e conheço bem as viagens e as bad trips que a psicodelia proporciona. Porem sempre foi usando de modo recreativo -- escutando um bom Pink floyd com os amigos, e muito raro tomar em Rave. Mas sempre preferindo usar os psicodélicos em lugares mais calmos -- e nunca como uma ferramenta para melhorar-se e evoluir, mas só curtir. Até que me deparei com a oportunidade de experienciar 100% os enteogenos. Foi quando percebi que tinha total liberdade morando sozinho em uma cidade a 500km da minha cidade natal, então parti para as pesquisas e cheguei à Psilocibina. Para não esticar, pularei logo para a experiência em si.



Foi numa sexta-feira chuvosa e fria da capital de SP que sai do trabalho às 18h00 ansiosismo para preparar uma bebida de 5g de cogumelos secos cubensis albino que tinha acabado de receber por uma comprar da internet, e ''transcender'' à noite todinha. Tudo esquematizado, dosagem que foi 3g secos que pela primeira experiencia que a galera relata é uma dosagem ''forte'', 5 basics bolado, Luz vermelha no quarto, Play list psicodélica no jeito, Um jejum de 1 dia e duas meditações durante o dia. Limpei a casa, lavei a louça dobrei as roupas que estavam espalhadas pelo quarto tudo para ter o máximo de leveza mental e atrair boas vibrações.

Durante o preparo do chá fiz com muito respeito porque sabia cm o que eu tava mexendo, me senti como um alquimista, Merlin. 500 ML de agua 4 limões, sementes de pimenta e 3g de cogus secos jogados no liquidificador que o vizinhou emprestou e está até hoje aqui em casa. Deu dois copos. Peguei o copo e fui ao quarto com a luz vermelha. Em 10 minutos que tinha ingerido a bebida dos deuses já pude sentir uma diferença notável em meu corpo, sentia-o leve, sereno. Pude meio que sentir a extensão de todas as veias do meu braço e isso era gostoso. Foi surpreendente, e logo pensei que em pouco tempo estaria muito mais intenso. Então resolvi não fumar o baseado no inicio dos primeiros 40min só para sentir os efeitos puros da psilocibina. Achei mais forte que 300ug que tinha tomado há 2 meses atrás. No que o LSD demoraria 1h para chegar o cogu chegou em 20min. Então Meio que me preparei para decolagem e comecei a relaxar mais e mais encostado com as costas na parede. A música ficou mais alta, minha visão mais nítida. Podia ver os feixes de luzes coloridos do fogo acesso do bic e achava lindo. Ria com facilidade e quando falava com a voz alta escutava como uma voz separada de mim. Até levei um susto quando falei alto pela primeira vez.
Continuando quando deu uns 40min acendi um beck, e aí que as coisas começaram a ficar confusas rs. Dando uns tragos e olhando as paredes do quarto comecei a perceber que quando fechava os olhos eu imergia nos pensamentos e via vários fractais e figuras geométricas coloridas que dançavam estilo efeito onda. Com a musica tocando especialmente para decolar enquanto via todos aquelas coisas de olhos fechados os efeitos só aumentavam. A trip tava tao boa que deixei de fumar o beck e fiquei só de olhos fechados. E a trip só aumentava e aumentava quando dei conta que estava mt forte e que eu já estava perdidinho da realidade sentei e comecei a fazer mudras e tentar meditar. Nessa hora entrei numa pira de que meditar era um desafio, era como acalmar um furacão dentro dele mesmo. Parar todos aqueles pensamentos por um instante foi um desafio que consegui no começo. Apos isso entrei numa pira que eu via a forma da minha psique, ela era colorida e quando eu pensava ela se espalhava bem aleatoriamente para todosas as direções em cores, como elétrons circulando um núcleo de um átomo ou orbitas estelares. E para melhorar começou a chover. Daí não sabia se eu escutava música ou a chuva. Mas preferi a música.


Chegando à segunda parte da trip onde as coisas a partir daqui começam a ficar sinistras começa com uma ida minha ao banheiro para mijar, eu quase morri congelado de tanto frio que eu senti. Parecia que eu estava tendo um ataque epilético de tremedeira de tanto frio q sentia qd fui e voltei do banheiro. Corri para a cama e joguei a coberta e fiquei sentado encostado na parede. Parece que o quente ajuda mesmo durante bad trips. Apos me cobrir, me senti melhor e os pensamentos melhoraram. Entrei na fase em que comecei a indagar quem eu era e quem era Deus, e no fim eu descobri que Deus era eu e eu era Deus. Foi um pouco forte para mim essa parte. Foi como descobrir pela primeira vez que Deus sempre esteve tão perto que eu nunca jamais ousei pensar que ele estaria em mim. A partir dai comecei a me diluir, a ilusão de individualidade separada da matéria começou a borbulhar até diluir em tudo, nessa hora eu confesso que o meu ego ficou desesperado, kkk tadinho. Aí que ele começou lutar, fui pro limbo como vcs dizem. Antes disso meus sentidos estavam todos errados, kkkk foi engraçado e um pouco assustador. Meu tato meio que bugou, Eu mexia as pernas e não vi elas se mexendo, eu encostava em algo e demorava para entender que estava separado do objeto que eu tocava. Eu encostava na parede e minha mente demorava para processar q eu estava separado da parede, parecia q a mente que encostava e não o corpo é estranho, dificil de explicar. Mas voltando à parte do ego em que luta para não se diluir e virar tudo comecei a ficar com medo. A ideia é bela de virar Tudo mas quando vc está de fato se tornando Tudo é realmente uma sensação de morte do eu ou da individualidade ou luz congelada que somos. Da medo, é assustador. Eu não tive coragem de me entregar, a partir dai que comecei a surtar. Entrei numa bad fodida. Implorei para voltar para Matrix para vida chata, para a rotina de casa e trabalho todo o dia. Me ver diluindo em tudo foi sinistro, eu pedi arrego. Não estava preparado para me entregar ao Todo. Mas beleza. A partir dai foi só ladeira à baixo. Andava pela casa pra lá e para cá dizendo ''Caralho onde eu me meti ta forte demais'' a casa toda escura só a luz do banheiro acessa. A parti daí fui para a terceira fase e ultima da viagem


Após um desejo incontrolável de querer sair para fora na sacada e ver a chuva, e apos pensar muito se era perigoso fazer isso ou não, eu resolvi ir. Foi loucura. Eu andei pela garagem que nem um louco para la e para cá pensando em um trilhão de coisas paranoicas e assustadoras e ao mesmo tempo conseguindo admirar aquela noite chuvosa e fria dando boas risadas. Pensei na minha ex, pensei em toda minha vida, pensei nos meus pais que estavam longe, e no fim sentei na escada e me enxerguei como um palhaço triste com a mão no queijo com aquele pingo de lagrima em um dos olhos dando uma risada com o olhar triste. Enquanto estava la em cima eu comecei a pensar em tomar um banho quente porque eu estava congelando. E ao pensar no banho quente eu conseguia sentir o quente da água no meu corpo, estando la na sacada. Foi loucura. Fui ao banheiro com a luz apagada liguei o chuveiro e entrei de baixo, sentei no chão e comecei a viajaaar. O celular tava perto mas não me lembro de ta tocando música, chegou uma hora q a musica tava insuportável de escutar. Mas no banheiro eu fiquei no silencio só recebendo aquela água quente nas costas. Eu entrei numa pira que eu precisava me lavar, expurgar, limpar todo o mau, fazer catarse. E comecei a me lavar com o sabonete lavei tudo. Escovei os dentes nessa hora de escovar os dentes foi engraçado parecia que eu tinha feito a melhor escovação da minha vida lokasso de cogumelo. Enfim, comecei ir à aterreziando aos poucos. Depois de 1h de banho resolvi sair para ir deitar. Já era umas 00h30 e ainda os efeitos estavam fortes. Chegando pro final da viagem, saindo do pico, eu me vi deitado só escutando o barulho da chuva com a luz apagada em baixo da coberta sem musica nenhuma. Apenas delirando e não sabendo distinguir pensamento de realidade. O som da chuva me deixou um pouco perturbado. Pq comecei a escutar o som da chuva como um ruído branco de televisão, um sinal de rádio que não funciona. aquele xiiiiiii. Isso me deixou mt assustado e eu pensava. ''Rapaz do céu to escutando as coisas como um chiado, será q voltarei ao normal?'' hahahaah a partir dai implorei para voltar. Ao mesmo tempo rindo de toda a desgraça que se passava na minha cabeça. Dizia sempre um bordão durante essa viagem, um totem: ''É ruim mas é bom kkk''. e isso me dava mais forças para aguentar. Até que foi voltando e eu fui entendo as coisas novamente. Qd fui ver a viagem estava acabando num Pink floyd delicioso, fechando com chave de ouro. Fui voltando ao normal porem o corpo pesadão e as pernas moles. Fiquei feliz de ter voltado hahaha. No final, antes de ir abaixando o pico, as coisas ficaram tensas ao ponto de pensar seriamente ir a casa do meu vizinho e dizer que tinha acabado de beber cogumelos e que precisava de ajuda hahaha. Graças a Deus fui forte e consegui me conter. Está foi a minha primeira experiencia com psilocibina. E talvez mais intensa que todos LSD que ja tomei. Sobrou 2g secos. Guardando para tomar na natureza quando eu for para o interior ver meus pais tomarei com um brother. Talvez relate a segunda experiencia. Vamos ver. tudo isso foi em 26/06/2020 cogu.jpeg
 
Última edição:

Grako

Esporo
Membro Novo
MANO DO CÉU! Que relato bom de ler KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK :ROFLMAO:
Acho que em parte foi porque me identifiquei muito com tua forma de falar e experienciar as coisas hehe
E eu gostei tanto que acabei tomando gosto pra relatar também minha primeira experiência que vou escrever aqui no fórum já já :p

Dizia sempre um bordão durante essa viagem, um totem: ''É ruim mas é bom kkk''
Eu também peguei um bordão, mas o meu foi ó, uma bosta kkkkkkkk Porque além do cogumelo, na casa tinha tipo MUITA, mas MUUUITA maconha kkkkkkkkkkk E tal hora agt fumando, parecia que a maconha não acabava nunca, e todo mundo gritava "MEU DEUS É MUITA DROGA MEU IRMÃO" KKKKKKKKKKKKK

E o momento do ''Caralho onde eu me meti ta forte demais'' É MUITO CLÁSSICO KKKKKKKK E é bom viu KKKKKKKK

Bom, vou lá escrever o meu. Brigado mesmo pelo relato @ind!ano ! Fica na paz irmão! 😁
 

ind!ano

Esporo
Membro Novo
Acho que em parte foi porque me identifiquei muito com tua forma de falar e experienciar as coisas hehe
E eu gostei tanto que acabei tomando gosto pra relatar também minha primeira experiência que vou escrever aqui no fórum já já :p
Vlwww, Grako. Fico feliz que tenha gostado e mais ainda em ter inspirado-o a escrever sua primeira experiência aqui no Teo!! Com certeza vou ler :coffee:
Eu também peguei um bordão, mas o meu foi ó, uma bosta kkkkkkkk Porque além do cogumelo, na casa tinha tipo MUITA, mas MUUUITA maconha kkkkkkkkkkk E tal hora agt fumando, parecia que a maconha não acabava nunca, e todo mundo gritava "MEU DEUS É MUITA DROGA MEU IRMÃO" KKKKKKKKKKKKK
HAHAHAHAHA sem sombra de dúvidas a galera se conectava mais ainda com esse bordão kkkkk muito bom, perfeito totem
''Caralho onde eu me meti ta forte demais''
Aquela coçada na cabeça andando para lá e para cá HAHAHA! 🌜
Fica na paz irmão!
Vc também meu velho, abraçosss
 
Última edição:

ExPoro

Psiconauta Apaixonado. Enteogenista Floyd-Gospel.
Membro Ativo
Muito bom o relato e a profundidade da imersão. Obrigado por partilhar.

Alguns comentários:

Parece que o quente ajuda mesmo durante bad trips
Apos me cobrir, me senti melhor e os pensamentos melhoraram.
Sim. Cobertor é uma ótima ferramenta anti-bad trip. Seja pra evitar que se instale, seja para parar por dar sensação de conforto e proteção.

ao pensar no banho quente eu conseguia sentir o quente da água no meu corpo, estando la na sacada
Incrível esse tipo de sinestesia com pensamentos é mais comum em doses altas de LSD. Nunca vi em cogumelos.

Dizia sempre um bordão durante essa viagem, um totem: ''É ruim mas é bom kkk''. e isso me dava mais forças para aguentar
Kkkkkk interessante e divertido
 

ind!ano

Esporo
Membro Novo
Sim. Cobertor é uma ótima ferramenta anti-bad trip. Seja pra evitar que se instale, seja para parar por dar sensação de conforto e proteção.
Houve um momento que me lembrei como um feto dentro da placenta quentinha e gostosa da minha mae. Lembrou as experiências relatadas nos livros do Grof. Foi bom dmais. Vlw, Exporo tirei essa sacada de me aquecer de uma das suas experiencias que vc relatou, funcionou. .Coberta anti-badtrip Anotado ✔

Incrível esse tipo de sinestesia com pensamentos é mais comum em doses altas de LSD. Nunca vi em cogumelos.
Engraçado que com LSD nunca me aconteceu toda aquela sinestesia. foi foda
 
Superior