Desistência

Kvasir

Hifa
Membro Ativo
Opa tudo bom?
eu não sei dizer como o consumo de psilocybes poderia interagir com os problemas que você mencionou, creio que existam pessoas mais informadas do que eu sobre este assunto aqui no fórum. No geral creio que é sempre bom recomendar ter um acompanhamento de algum profissional de saúde aberto a formas alternativas de tratamento.
Tenho um artigo aqui baixado no pc que foi uma pesquisa de um extrato de um cogumelo que se encontra muito por ai no brasil chamado pycnoporus sanguineus, uma medicina tradicional contra hemorragia e feridas. Testaram um extrato desse cogumelo contra chagas raiva e leishmaniose e se mostrou promissor em pesquisas in vitro, mas creio que ainda não existem drogas comercializadas produzidas a partir desse fungo, uma vez tbm que a pesquisa cientifica no nosso país tem poucos recursos e pouco incentivo, no entanto, talvez a pesquisa te interesse, anexei aqui o artigo.

No mais, seja bem-vindo, e espero que você encontre o que procura!
 

Anexos

Kvasir

Hifa
Membro Ativo
Obrigado a todos

Eu apaguei minha apresentação, Na verdade eu nem acredito eu escrevi aquilo, o Kvasir disse que ele não sabia dizer como o consumo de psilocybes poderia interagir com os problemas que eu tinha mencionado. e eu fui viajar em falar pra ele da pituitária, neuros-peptídeos e hormônios neurais, e vicio emocional, cara que viajem nada a ver com uma resposta de uma apresentação e o cara tentando me ajudar.
Eu passo por momentos difíceis.
Eu lamento em me apresentar assim e responder assim, eu não sou muito bom com as pessoas.
mas eu agradeço pelo artigo e vou medir mais o que eu escrevo.

Obrigado pelo apoio pessoal.

Olá @Brasil.Sirius

Eu tinha lido a suas mensagens que você apagou, só n tinha tido tempo ainda de responder.
Só queria lhe dizer, sobre esta ultima mensagem que você colocou, que você não deve nunca se sentir pressionado a ser de determinada forma ou a reagir de determinada forma. Não existe um jeito certo de ser e estar aqui, tanto na vida quanto nesse fórum, então você não precisa pedir desculpas por nada que tenha feito ou dito.
Acredito que o importante para você, assim como para qualquer pessoa que procura a medicina dos cogumelos, é reconhecer que veio aqui por já ter iniciado em si um processo de cura ou vontade de cura. Qualquer pessoa que deseja se curar com os cogumelos perceberá que eles são ferramenta muito útil para trabalhar consigo mesmo, reconhecer as próprias nuances, maneiras de ser, nossos impulsos e pensamentos. Unir eles numa constelação que é uma imagem e uma narrativa de si que não seja imóvel, mas moldável.
É realmente um trabalho de autoconhecimento no qual estamos no caminho de nos tornarmos íntimos com nós mesmos. O processo de autoconhecimento muitas vezes leva a reconhecer e pensar a origem dos nossos problemas e medos de maneira a conectar elas do nosso subconsciente à nossa consciência para assim trabalhar nossa cura. Muitas vezes inclusive percebemos que problemas que acreditávamos ter tido na real nem serem problemas, mas apenas coisas mal compreendidas pelas pessoas ao nosso redor que nos fazem acreditar que temos problemas.
Para mim está sendo um processo de autodescoberta, no qual procuro conhecer meu corpo, minha mente, meu passado, meu presente e um fio condutor para ser aquilo que acredito ser uma pessoa melhor, pq nem isso da para definir sobre as pessoas, quais são boas ou ruins. Todos temos um jeito de estar aqui.
Eu por exemplo sou uma pessoa dislexa, sempre tive muita dificuldade para muitas coisas que na nossa sociedade são vistas como básicas, mas que a mim além de terem apresentado muita dificuldade ao longo da minha vida terem me despertado pouco interesse, e logo descobri que sou muito mais sensível para algumas coisas que pessoas "não dislexas" nem percebem. Então existem coisas que são para mim e existem coisas que não são para mim. E não existe jeito normal de estar aqui, penso na minha dificuldade com as essas coisas básicas mais uma incapacidade da sociedade lidar com dislexos do que uma incapacidade do dislexo, afinal é a sociedade que procura moldar as pessoas de forma padronizada, o que acaba sendo sofrido para dislexos e para outras pessoas com problemas com os quais a sociedade não sabe lidar.
O que nós podemos fazer, no meu caso com dislexia, não é ter que me esforçar o dobro para ter o mesmo rendimento que uma pessoa "normal" pq isso desgasta muito, é conhecer a si mesmo para aproveitar nossas forças e assim equilibrar nossa vida para poder trabalhar nossos problemas e lados sensíveis com mais sensibilidade, sem ficar se culpando, no meu caso de "preguiçoso" ou "burro", sem ficar se forçando a ser de determinada maneira. Pq antes de saber como devemos ser, temos que saber quem somos.
Enfim, não precisa ter vergonha de se expressar do jeito que é, todos somos de um jeito, temos que aprender a lidar com os outros assim como temos que aprender a lidar com nós mesmos.
 
Última edição:

Kvasir

Hifa
Membro Ativo
Obrigado @Brasil.Sirius ! agradeço pelas palavras.

E mais uma vez, seja bem-vindo!
 
Superior