• Aqui contém tópicos de discussões automaticamente criados para os artigos que são enviados a nossa biblioteca. Para exibir o artigo, clique na aba "overview" dentro de cada tópico. Se você prefere navegar pelos artigos e não pelas suas discussões, acesse a biblioteca aqui. Ou clicando na aba "Biblioteca" em nosso menu principal.

Tentativa sem terrário - GT & F+

Lateralus

Cogumelo maduro
Membro Novo
1ª Semana -30/08/2005-

:apontar: O cultivo aprentou o primeiro ponto de micelio em 2 copos no 5º dia e hoje (10º) dia, ja apresenta micelio em todos os copos mas em tamanhos diferentes.

Estou com alguns problemas em manter a temperatura, estava usando uma lampada de 25wats e a temperatura e a temperatura ocilava entre 30º @ 32º, sei que não é a temperatura ideal mas com uma lamp de 15 watts eu so consegui 25º. O interessante é que os potes que ficaram mais perto da lampada (em exatos 31 graus) desenvolveram com uma velocidade muito maior do que os mais distantes.

Apesar de ter feito 4 furos equidistantes em todos os 5 potes, os 2 primeiros potes que inoculei so apresentaram crescimento de micelio em 2 pontos diagonais e eu nao imagino o motivo disso.

:!: Minha lampada de 25watts queimou, coloquei uma de 45w no lugar enquanto nao compro outra mas liguei um cooler para fazer a exaustão e consegui exatos 28º, mas como murphy é meu amigo... o cooler parou e a temp foi a 40º..
Resta saber se isso ira causar um Over nos copos e tenha cozinhado o meu micelio..

1ª foto, bolos otimos mas em velocidades diferentes.
2ª foto, bolos com somente 2 pontos de micelio.

mmo.JPG kj.JPG

3ª Semana -03/09/2005-

Marquei de caneta preta onde o micelio estava na ultima foto para analizar a velocidade do crescimento do micelio.

:apontar: Ainda com alguns bolos apresentando 2 ou 3 pontos de micelio.
DSC05536.JPG DSC05535.JPG

4ª Semana -12/09/2005-

:apontar: O pote inoculado com strain F+ esta praticamente 100%, outro com GT proximo disso e os outros 3 potes por algum motivo nao apresentaram foco de micelio em algum ponto e por isso estão mais atrasados..
Vale ressaltar que os potes que estou usando possuem 500mls e a vermiculita é fina, creio que essa combinação tenha atrasado bastante o cultivo.

O ultimo micelio foi marcado com caneta vermelha.

DSC05573.JPG DSC05574.JPG

5ª Semana -20/09/2005-

:apontar: Pote de F+ e um de GT estão com 100% e já estão sob luz azul indireta para iniciar o aparecimento de pins.
os outros 3 copos devem estar com 93% colonizados e só não estão 100% pois em no minimo 1 ponto de cada copo, o micélio nem apareceu.

Nota: marquei de azul claro um ponto em um dos potes que apareceu micélio na segunda semana (vermelho), mas so desenvolveu para o lado direito.
Apos estas fotos retirei o micropore para haver maior troca gasosa.

-=-=-=-=-=-
Meu micélio esta demorando muito, estou ficando preocupado que ele possa estar ficando "idoso"..

DSC05575.jpg DSC05576.JPG

7ª semana -04/10/2005-

Na semana passada tive a surpresa de ao verificar meus bolos, encontrar o pote de F+ ja com pins bem grandes. Como nunca tive intenções de fazer invitro e não tenho espaço para 5 bolos dentro do meu berçario(gabinete de PC) resolvi fazer 2 cases a lá Doodledoo.

Como o Cygnus disse que micelio de strains diferentes brigariam pelo substrato achei melhor fazer um case com meus GTs (q ja estavam 100%) e outro com o F+.
:apontar: Quebrei 3 bolos de GT dentro de um plástico de sacolão, limpei bem meu mini-aquario com agua>alcool>lysol. Vermiculita esterilizada no fundo, coloquei os pedaços de micelio, vermiculita no topo, filme de embalar frutas, furos em cima e micropore para a troca gasosa.
:apontar: Quebrei meu unico bolo de F+ dentro do mesmo plastico, lavei meu pote de parafina, o revesti com filme de embalar frutas para evitar o contato com a parafina/possiveis contaminantes, coloquei o micelio quebrado mas nada de vermiculita (pq não cabia) e tampei com outro saco de sacolão e vedei com durex.
Obs: sobrou 1 pote de GT, nao cabia no meu berçario então doei para um amigo.

Depois de uma semana, o resultado dessa meleca foi:
> O aquario/case com os GTs começaram com um cheiro estranho, nenhum desnvolvimento de micelio e eu tirei eles de perto do F+ e guardei em outro lugar.
> O case com F+ esta com 1 pin com 2 cm e bem grosso e outros 5 bem pequenos.

Foto1: Case de F+
dsc05578.jpg

Foto2: Case/Aquario de GTs
dsc05579.jpg

9ª Semana

Fiquei algum tempo sem postar pq fiquei 2 semanas sem PC, internet, muitos virus e talz.. mas esse diario ja esta chegando no fim.

:apontar: O case feito de aquario com GTs realmente contaminou, apos duas semanas esperando, nao houve nenhuma diferença no desenvolvimento do micelio, só um cheiro muito desagradavel de frutas apodrecendo (estranho como minhas contaminaçoes só fedem, nada de mudança de cor ou deformaçao no micelio)

O pote de F+ esta indo bem, mas no primeiro flush so deu 2 cogus (relativamente grandes) e ja fiz print com eles. depois fiz um Drunk na geladeira por 20 horas e voltei para o case.
Depois de alguns dias, apareceram pis crescendo muito rapido e inclusive fiquei espantado com um que praticamente triplicou de tamanho em 24 horas.

Foto1: Primeiro flush
DSC05591.JPG

Foto2: Segundo flush (colhido ontem)
DSC05604.JPG

:?: obs: Pq meus cogus só nascem nos cantos do case, crescem na horizontal e são tao poucos?
 
Editado por um moderador:

NeuroFX

Viajante
Administrador
9ª Semana

Lateralus disse:
:?: obs: Pq meus cogus só nascem nos cantos do case, crescem na horizontal e são tao poucos?
O fato deles nascerem nos cantos pode ter a ver com o modo como vc montou o casing, se foi feito de forma nivelada ou não, se os ingredientes foram bem misturados ou não. Pode ser tb indicativo de overlay, o que eu acho difícil pelo pouco tempo.

Em alguns bolos os pins só se formam onde tem vermiculita. Realmente não sei o motivo disso acontecer, talvez perto dela tenha maior concentração de umidade e o micélio procure as melhores condições pra produzir cogumelos... só uma suposição.

O fato de estarem na horizontal é que provavelmente o maior foco de luz venha da direção pra onde eles apontam.

Sorte!
 

Cygnus X 1

Cogumelo maduro
Contribuidor
9ª Semana

Gostei da simplicidade do projeto. Way to go!

"obs: Pq meus cogus só nascem nos cantos do case, crescem na horizontal e são tao poucos?"

três perguntas diferentes:

nascem nos cantos pq é lá onde tem a umidade/O2 em proporção ideal pra frutificação, isso deveria acontecer na superfície do casing e não nas bordas, mas não aconteceu provavelmente pq não tá rolando umidade relativa alta e nem O2 no casing, conforme o NeuroFX falou muito apropriadamente pode ter ocorrido overlay ou stroma (dois temas pra vc pesquisar).
Já expliquei isso bem em um outro post desses de diários de cultivo. Tem a ver com a diminuição do tamanho do substrato e do casing ao longo do tempo, o q faz sobrar espaços entre o casing e a parede do recipiente q o retêm, some a isso tbm o fato q a superfície superior do casing estar compactada demais, daí o fungo naturalmente vai direcionar suas "energias" pras áreas q estão viáveis, tbm indiquei como solução a utilização de vasilhas VAZADAS pelos lados (cestinhas) pra q os cogumelos frutifiquem sem problemas pelos lados.

E pra complementar: "Em alguns bolos os pins só se formam onde tem vermiculita. Realmente não sei o motivo disso acontecer, talvez perto dela tenha maior concentração de umidade e o micélio procure as melhores condições pra produzir cogumelos... só uma suposição."
É justamente O COMBO UMIDADE E AERAÇÃO q a vermiculita é capaz de fazer q estimula a formação de primordia. Ela não fica compacta se vc umidificá-la, o micélio sim pode compactá-la uma vez q ele a colonize.

Crescem na horizontal por várias razões, mal formação da base do talo o q não dá suporte suficiente pra eles se esticarem, pouca luz ou uma luz difusa demais ou pura teimosia. Os cogumelos tem mecanismos de percepção da gravidade, daí q mesmo no escuro absoluto os chapéus sempre tem as lamelas voltadas pra baixo, mas com a ajuda de um ponto de luz bem definido vc pode "moldá-los" pra essa direção determinada.

São tão poucos pq tem pouca umidade, temperatura variável ou alta ou baixa demais, pouco oxigênio e excesso de CO2, o substrato não atende às especificações nutritivas ótimas, o substrato está compactado demais ou solto demais ou com algo demais tipo umidade demais ou mesmo vermiculita demais, etc. O preparo do casing é muito complexo, são duas partes distintas com características distintas: o substrato colonizado e o casing layer. São dois preparos diferentes. Não tenho como fazer um how to disso aqui, mas certamente essas informações já existem por aí.
 
Superior