Sessão de Isolamento 1 - Critical Fail

WoD

Hifa
Membro Ativo
Eaí galera,

Estou deixando aqui a minha experiência mal sucedida com uma tentativa de isolamento. Vou descrever todo o procedimento abaixo e o resultado.

1° Esterilização na Panela de Pressão.
- Esterilização na panela de pressão por 1h de tudo:
- Placas petri
- 1 pinça histológica 14cm
- 1 espátula de cutila
- Meio BDA
2º Levei para o banheiro a estrutura e limpei tudo com bastante lyson:
- SAB (caixa organizadora 8L)
- Vidro para cobrir a caixa organizadora
3° Todo o equipamento para o local onde seriam feitos os procedimentos e passei lysol sobre a mesa onde ocorreria o procedimento. Borrifei A70 pelo ambiente e sobre a mesa e nos objetos.
- Os acima citados.
- Vela para esterilizado pinça e ponta da espátula
- Papel toalha para limpar a bagunça.
4° Na ordem:
- Vesti luvas e touca. Limpei-as com A70.
- Coloquei a caixa organizadora na mesa;
- Pus o vidro em cima;
- Abri a panela de pressão.
- Tirei as Petri e deixei em cima da mesa ao lado da caixa e próximas a vela;
- Borrifei a70 dentro da SAB;
- Pus um papel toalha lá dento para manter o ar rico em a70;
- Pus as placas dentro da sab;
- Apanhei o agar.
- Abri o agar
- Agar frio e já sólido. EITA CACETA
- Sai do ambiente, pus o frasco como agar dentro de um papeiro com água.
- Pus pra ferver enquanto mexia lá dentro com um garfo não esterilizado (QUE DIFERENÇA FAZ UM PEIDINHO PRA QUEM TÁ NA BOSTA?)
- Fechei o pote;
- Voltei pra sala;
- As petris ainda estavam fora da SAB.
- No fundo da minha alma. Chorei.
- Troquei as luvas e a touca (VAI QUE NÃO ERA SÓ PEIDO.)
- Uma parte de mim gritava "WTF tu tá fazendo?"
- Pus as placas dentro da SAB. Somente a parte onde é depositado a materia viradas para cima.
- Abertas. As tampas ainda ficaram fora.
- Esqueci os carimbos na geladeira. Pedi pra outra pessoa pegar pra mim.
- "EITA O AGAR JÁ TÁ SOLIDIFICANDO DE NOVO".
- Peguei o pote pela porta do cômodo enquanto a pessoa do outro lado da porta ria da putaria (ou do tom de desespero na minha voz).
- Encho todos os potes de Agar. "VAI DAR SEERTO!!!!!!"​

5° Dispersão dos esporos.
- Espatula e pinça para fora da panela de pressão. Passo ela no fogo.
- Abro o primeiro carimbo (Albino).
- Ponho ele pela entrada direita da SAB, mas só raspo na primeira petri a direita.
- Raspo em três petris e me dou conta da merda.
- "BUCETA! CONTAMINAÇÃO CRUZADA POR STRAIN".
- Empilho todas as petris em grupos adequados ao número que pretendo fazer. Ponho do lado de fora e passo a fazer todas seguindo a quantidade de esporos e o video do RR que eu já tinha assistido trinta e oito milhões de vezes, mas a cãimbra mental do momento não me deixou fazer.
- Carimbos esporulados na ordem: Albino, Spectrum;
- Por último faço o carimbo selvagem (Pan Cyans).
- Respiro fundo. Estou suado e sem magote de proteção nos braços.
6° Fecundação do Pote de Milho descrito no post:
- Respiro fundo.
- Esterilizo todo o ambiente usando papel toalha + a70.
- Esfrego todo o interior da SAB.
- Viro o vidro que estava na parte superior.
- Apanho a Petri do isolamento descrito no diário2 (link abaixo). Tiro o plástico filme que estava cobrindo;
- Limpo ela externamente junto com o pote de vidro com Lysol.
- Limpo ela externamente junto com o pote de vidro com a70.
- Boto dentro da SAB.
- Espátula para o fogo;
- Espátula para a SAB;
- Abro a placa rapidamente, faço um repique preciso e alimento a penultima que estava dentro da SAB.
- Repito o processo para jogar o resto do material dentro do pote de milho.
- Tapo o milho.
- Penso em escrever esse post enquanto rio da minha própria miséria e embalo todas as petris no plástico film.
Imagens:
As fotos são do dia 0, 3 e 6.
Be-Funky-collage.jpg

Aprendizagem para o futuro:
- Fazer 1 carimbo por sessão;
- Roteirizar melhor o processo;
- Aspergillus Níger tem um micelio lindo.

 
Última edição:
Superior